header print

Conheça os Benefícios do Agrião

Entre alguns dos benefícios que o agrião traz para a nossa saúde estão: fornecer nutrientes, estimular o sistema imunológico, prevenir o câncer, e auxiliar no bom funcionamento da glândula tireoide. Estes efeitos positivos para o nosso organismo podem começar a ser sentidos com apenas uma porção semanal deste vegetal.

O agrião (Rorippa nasturtium-aquaticum) é uma planta da família das crucíferas (como repolho, brócolis, mostarda), conhecida há séculos como um vegetal de folhas verdes rico em minerais e vitaminas. Alé, disto, propriedades antioxidantes derivados das estruturas fitoquímicas.

 

Valores nutricionais do agrião

Este vegetal contém mais vitamina C do que uma laranja, mais cálcio do que o leite, mais ferro que o espinafre, e mais ácido fólico do que a banana. Agrião também contém vitamina A, vitamina B6, B12, magnésio, cálcio, fósforo, todas as substâncias essenciais para a saúde do nosso corpo.

 

Benefícios do agrião para a saúde:

Agrião como agente anticancerígeno

Câncer de mama: o agrião contém fitonutrientes tão eficazes na prevenção do câncer, que o consumo de apenas uma salada já provoca o aumento das moléculas responsáveis ​​por prevenir e interromper a recorrência de câncer no sistema circulatório. De acordo com estudos, pessoas que comeram 80 gramas de agrião diariamente, mostraram resultados benéficos.

O agrião também mostrou-se eficaz para reverter danos ao DNA de glóbulos brancos. Um estudo em fumantes que consumiram 85 gramas de agrião fresco todos os dias, indicou uma redução de 22,9% dos danos à estrutura celular. Além disso, as células eram mais capazes de se autoprotegerem.

Estudos sugerem que os fitoquímicos que fornecem ao agrião e outros vegetais crucíferos tais propriedades são também os responsáveis pelo seu sabor levemente amargo. Estas substâncias fitoquímicas estimulam as defesas naturais do corpo, promovendo a proteção celular. O mesmo estudo sugere que as propriedades anticancerígenas podem ser derivadas de antioxidantes como luteína e betacaroteno, uma vez que estas substâncias foram encontradas em níveis elevados nas análises do sangue dos participantes da pesquisa.

Além disso, o alto teor de vitamina C do agrião é também benéfico na redução do estresse oxidante causado pelo câncer e na prevenção de tumores.

Câncer Colorretal: embora os estudos tenham apontado para resultados variados, há indicações de que uma dose diária de ácido fólico, como parte de uma dieta regular, pode atuar como agente de prevenção contra este tipo de câncer.

Saúde da tireoide: como os outros vegetais da família dos cruciformes, o agrião auxilia a regular a produção de hormônio da tireoide sendo mais benéfico quando comido crus ou cozido no vapor, de modo a não perder seus nutrientes.

Saúde cardiovascular: Além dos vários nutrientes contidos por esta planta, muitos metabólitos intermediários ajudam a reduzir o risco de doenças crônicas. Os vegetais crucíferos como o agrião têm provado ser benéficos quando se trata de reduzir o LDL (mau colesterol), reduzindo o risco de problemas cardiovasculares, tais como aterosclerose e outras doenças cardíacas crônicas. A vitamina C contida no agrião, funciona como um antioxidante e ajuda a reduzir os tecidos do coração danificado pelo estresse oxidante. Esta vitamina é ativa no processo de desenvolvimento do tecido muscular, melhorando assim a saúde do coração.

Saúde dos ossos: estudos têm mostrado que a adição de alimentos ricos em cálcio, tais como o agrião, à dieta diária, ajuda a prevenir a osteoporose. O cálcio trabalha consertando e formando ossos como resultado do aumento da produção de células responsáveis ​​por essa tarefa (osteoblastos). O cálcio é essencial para as pessoas mais velhas, embora seja também oportuno o consumo desta substância por pessoas mais jovens que têm estilo de vida sedentário que provoca perda da densidade óssea. Finalmente, o teor de ácido fólico desse vegetal desempenha um papel como um nutriente interativo na manutenção da densidade óssea. Mulheres em idade pós-menopausa, podem beneficiar-se muito de ácido fólico como um meio de prevenção da osteoporose causada pela idade.

Agrião e cálcio: a ingestão de cálcio através de alimentos ricos nessa substância, não só previne o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, diabetes e síndrome metabólica, como também é menos arriscada do que suplementos vitamínicos. Estes últimos, ingeridos em quantidades superiores a 1000 mg por dia podem causar a criação de depósitos de cálcio, que causam problemas de saúde.

Agrião e ácido fólico: O ácido fólico é um nutriente que desempenha um papel essencial na prevenção de defeitos congênitos. Os níveis desta substância são afetados pelo álcool

O consumo de ácido fólico através de alimentos como agrião podem reduzir o risco de desenvolver depressão, acidente vascular cerebral, câncer de mama, câncer colorretal, osteoporose, declínio cognitivo e problemas no tubo neural dos fetos.

Antidepressivo: a deficiência dos níveis de ácido fólico pode ser

causada por falta de consumo de alimentos que contenham a substância, ou o consumo excessivo de álcool. Uma abrangente análise de 19 estudos diferentes mostrou que os baixos níveis desta substância fazem aumentar o risco de sofrer de depressão. O ácido fólico trabalha com as vias de neurotransmissores no sistema nervoso central, permitindo a produção de serotonina.

Gravidez: o ácido fólico desempenha uma função importante no desenvolvimento de um embrião saudável, uma vez que tem um papel de destaque na divisão celular normal. Além disso, foi mostrado que o consumo diário de pelo menos 400mg de ácido fólico por mulheres grávidas reduz a possibilidade de desenvolver uma deficiência no tubo neural.

Agrião e vitamina C: o alto teor de vitamina C encontrado no agrião, fornece benefícios a diferentes funções do corpo, prevenindo doenças cardiovasculares, catarata, doença de Alzheimer, resfriados, promovendo a boa concentração, e, combinado com a vitamina E, é eficaz na redução dos danos causados pela oxidação nas células vermelhas do sangue.

 

Artigo Original: organicfacts

Fonte: Henrique H.
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer: