header print

Os Benefícios da Espelta à Nossa Saúde

 Você pode já ter encontrado pão ou farinha de espelta na padaria ou nas prateleiras dos mercados, mas você sabe qual é a diferença entre ela e a farinha normal? A verdade é que você não está sozinho se não souber, pois é muito fácil ficar confuso com os diferentes produtos, mas a partir de hoje você aprenderá um pouco mais.
 
Espelta, ou trigo-vermelho, é da família do trigo e foi um dos grãos mais populares em muitos países ao redor do mundo, mas como a colheita de trigo comum é mais simples, mais e mais agricultores optaram por parar de cultivá-la. Nos últimos anos, no entanto, testemunhamos seu retorno às prateleiras dos supermercados na forma de produtos como pães, bolos, biscoitos e tortas. Se você quiser saber por que a espelta deve ser adicionada à sua dieta e como usá-la em sua cozinha, continue lendo!
 
espelta ou trigo vermelho

1. Tem um alto teor mineral
Muitas pessoas se perguntam sobre a diferença entre espelta e trigo comum, então o primeiro benefício a ser abordado está relacionado à diferença entre os dois. Por um lado, o trigo integral e a espelta são muito semelhantes em termos do valor nutricional que fornecem ao nosso corpo, uma vez que ambos são uma fonte de carboidratos, proteínas, fibras, vitaminas, minerais e outros nutrientes importantes.

Por outro lado, vários estudos apontaram algumas diferenças que merecem ser mencionadas. Os pesquisadores descobriram que o conteúdo mineral da espelta é maior do que o trigo integral, pois contém mais zinco, manganês e cobre. Outros estudos mostraram que a espelta contém uma quantidade menor de ácido fítico prejudicial, encontrado em outros grãos em grandes quantidades, impedindo que o corpo absorva vitaminas e minerais dos alimentos.

2. Ajuda no processo de digestão
A espelta é uma das principais fontes de fibra de todas as variedades de grãos, tornando muito mais fácil de digerir. Uma xícara de espelta contém 30% da ingestão diária recomendada de fibra alimentar para adultos, o que acelera a digestão e ajuda a reduzir condições como prisão de ventre, inchaço, cólicas, gases, diarreia e problemas ainda mais graves, como úlceras.

3. Ajuda o fluxo sanguíneo no corpo
As quantidades elevadas de ferro e cobre na espelta são essenciais para a formação de glóbulos vermelhos, que contribuem para um aumento significativo do fluxo sanguíneo, assim como a rápida cicatrização de vários órgãos, o metabolismo mais rápido e até mesmo o crescimento saudável do cabelo.

espelta ou trigo vermelho

4. Contribui para a redução dos níveis de colesterol no corpo
Outra vantagem da quantidade de fibra encontrada na espelta é a sua contribuição para o equilíbrio do colesterol ruim (LDL) no corpo. Isso acontece porque inibe a absorção de colesterol no nosso corpo por um lado, e absorve a bile nos intestinos, por outro lado. Porque perdemos fibra quando usamos o banheiro, também nos livramos dos sucos biliares nocivos que contêm excesso de colesterol.

5. Adequado para aqueles que são sensíveis ao trigo
Como outras espécies da família dos grãos, a espelta também contém glúten, mas suas quantidades são menores que as encontradas no trigo. Isso significa que os doentes celíacos não podem consumi-lo, mas aqueles que são sensíveis ao trigo podem apreciá-lo sem medo, tornando-se uma ótima alternativa.

 

6. Está exposto a menos pesticidas
A razão pela qual o trigo se tornou mais popular do que a espelta é que a casca da espelta é muito mais espessa do que a de outros grãos, e para expor o interior dos grãos há uma necessidade de equipamento especial. Esse fato dificulta a produção da espelta, mas ao mesmo tempo protege-a de riscos ambientais, como várias pragas, insetos e pesticidas nocivos.

espelta ou trigo vermelho

7. Ajuda a fortalecer os ossos
Consumir grandes quantidades de minerais essenciais para a saúde óssea, incluindo zinco, magnésio, cobre, fósforo e selênio, ajudará a contribuir para os processos que fortalecem o tecido ósseo, prevenindo a osteoporose e outros problemas que podem se desenvolver ao longo dos anos devido ao enfraquecimento dos ossos em nossos corpos.

8. Incentiva o crescimento de novos tecidos
A combinação de fósforo e proteína permite que a espelta se torne um grão que também é muito importante no desenvolvimento e crescimento de novos tecidos, vasos sanguíneos e músculos. O fósforo é um dos elementos mais essenciais no processo de construção de novas células, enquanto a proteína se decompõe em aminoácidos que são reformados no corpo e são usados em quase todos os processos necessários para manter seu funcionamento diário.

9. Fortalece o sistema imunológico
Outro ingrediente encontrado na espelta em abundância é a tiamina, que é conhecida por sua capacidade de fortalecer significativamente a função do sistema imunológico e ativar mecanismos que protegem o corpo, incluindo aqueles que aliviam o dano emocional causado pelo estresse e pela ansiedade.

espelta ou trigo vermelho

10. Contribui para o fortalecimento da saúde feminina
A espelta também é rica em um tipo especial de nutriente, chamado lignina, que são substâncias semelhantes ao estrogênio que protegem o sistema hormonal das mulheres, e são consideradas particularmente eficazes na proteção contra o câncer de mama. Elas também são adequados para mulheres que sofrem de vários sintomas da menopausa, por isso, se você sentir ondas de calor, problemas de concentração ou alterações de humor devido à menstruação, você pode querer aumentar sua ingestão diária de espelta.

11. Reduz os níveis de insulina
Enquanto açúcar e carboidratos simples são conhecidos por serem alimentos pouco saudáveis e até mesmo perigosos para diabéticos, o alto teor de fibras da espelta pode neutralizar esses efeitos negativos e regulá-los, transformando os açúcares simples em glicose. Isso ocorre porque a espelta é considerada um alimento com um baixo índice glicêmico, que é lentamente digerido e absorvido, causando um aumento moderado no açúcar e na insulina, em vez de um salto acentuado. Portanto, consumir espelta é recomendado para aqueles que sofrem de diabetes tipo 2, bem como aqueles em risco de desenvolver a doença.

12. Contribui para prevenir a formação de cálculos biliares
O papel da vesícula biliar é liberar fluidos para o sistema digestivo, no entanto, ao longo do processo, diferentes tipos de sedimentos se acumulam, o que pode levar à formação de cálculos biliares e dores intensas. A alta concentração de fibras na espelta e sua capacidade de absorver fluidos e removê-los do corpo podem ajudar a limpar a vesícula biliar de depósitos prejudiciais, contribuindo assim para a prevenção de cálculos biliares.

espelta ou trigo vermelho

Dicas para usar a espelta

Depois de aprender sobre os muitos benefícios da espelta, você provavelmente quer saber como fazer uso dela. Felizmente, você pode adicioná-la a qualquer receita como um substituto para a farinha de trigo comum, incorporando-as em todos os produtos assados, adicionando os grãos inteiros à sopa, usando como um acompanhamento ou como você preferir.

Como cozinhar grãos de espelta

O processo a seguir é bastante simples, tudo que você precisa fazer para adicionar grãos de espelta a qualquer refeição é seguir estas instruções:

• Lave os grãos de espelta e mergulhe-os em água por oito horas ou durante a noite.
• Antes de cozinhar, lave novamente os grãos e depois coe-os.
• Despeje água em uma panela com os grãos e três xícaras de água para cada xícara de grãos, e deixe ferver.
• Uma vez que a água tenha fervido, abaixe o fogo e cozinhe por cerca de uma hora. Quando terminar, coe e adicione ao seu prato.

imagens: RasbakstorebukkebruseRasbak 

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade