maavaron
Você está sendo transferido para a página solicitada...
header print

Aneurisma da Aorta: Prevenção e Tratamento

 A mídia especializada em saúde sempre nos alerta sobre os perigos de AVC e outros problemas cardíacos. No entanto, há outro problema bem sério do qual todos devemos ficar muito atentos: o aneurisma da aorta. Abaixo você encontrará tudo o que você precisa saber sobre esta condição potencialmente mortal. 
 
O que é o aneurisma da aorta?
Alerta de saúde: Saiba tudo sobre aneurisma da aorta
A aorta é a maior artéria do corpo. Ela sai do coração, passa pelo peito e chega até o abdômen. Quando ela enfraquece, pode aumentar e romper, e os resultados são geralmente fatais. Dados do Ministério da Saúde indicam que, em 2010, foram 6.680 óbitos em decorrência desta grave enfermidade. Inclusive, essa foi a causa da morte do cantor Belchior, em abril de 2017.
 
Um assassino silencioso 
O cardiologista americano Neal Sawlani diz: "isso é um assassino completamente silencioso. Muitas vezes passa despercebida até que alguém a encontre com uma radiografia, uma ressonância magnética ou ultrassom". 
  
Essas condições geralmente ocorrem quando a aorta enfraquecida começa a crescer e a dilatar. A parede da artéria também pode se dividir por causa da força do sangue que está sendo bombeado, e a artéria não tem como comportar. 
  

Os dois tipos 
Um aneurisma aórtico pode ocorrer em qualquer lugar ao longo da aorta, mas os dois principais são um aneurisma da aorta torácica, que ocorre no tórax, e o aneurisma da aorta abdominal, na área do abdômen. 
Sintomas 
Alerta de saúde: Saiba tudo sobre aneurisma da aorta
Infelizmente, os sintomas são muitas vezes inexistentes. De acordo com publicações da conceituada Clínica Mayo, nos Estados Unidos, um aneurisma da aorta abdominal pode causar dores costas, no abdômen, nas pernas ou virilha, além de uma sensação pulsante perto do umbigo. Já no aneurisma da aorta torácica, as pessoas às vezes relatam dificuldade em respirar ou engolir, falta de ar, rouquidão e tosse. 
  

Fatores de risco 
Os aneurismas da aorta abdominal são mais frequentes do que os aneurismas da aorta torácica, e a principal causa é o endurecimento das artérias. Pessoas que fumam são três a cinco vezes mais propensas a desenvolver um aneurisma da aorta abdominal. 
  
Para os aneurismas da aorta torácica, o risco parece ser mais genético. Aqueles com histórico familiar de condições como a Síndrome de Marfan ou a Síndrome de Loeys-Dietz devem discutir o risco com seus médicos. Outros fatores como pressão e colesterol altos, junto com o fumo, podem piorar as coisas. 
  

Triagem 
Os aneurismas da aorta podem ser detectados por ecocardiograma, ressonância magnética, ultrassom ou raios-X. Médicos sugerem que os homens que fumam ou já fumaram e tenham entre 65 e 75 anos devem ser submetidos a um exame de ultrassonografia específico para o aneurisma da aorta abdominal, mesmo que não tenham quaisquer sintomas. Não há evidências suficientes para determinar se as mulheres precisam de triagem regular, mas é sempre bom fazer exames. E o mais importante: quem tem histórico familiar de aneurisma da aorta deve impreterivelmente procurar um médico. 
Tratamento
Alerta de saúde: Saiba tudo sobre aneurisma da aorta

Caso o aneurisma da aorta seja detectado, os médicos podem prescrever medicamentos para baixar a pressão sanguínea ou o colesterol, o que pode ajudar a impedir que a aorta se expanda. Se a protuberância já for grande ou crescer rapidamente entre os exames, deve ser feita uma cirurgia para enxertar a parte danificada da aorta. 
  

Prevenção 
Se você fuma, é hora de parar. A pressão arterial descontrolada é outro fator de risco importante, e o colesterol também é uma preocupação. Portanto, é recomendável fazer exames com o auxílio do médico. 
  
Não se esqueça do seu estilo de vida: uma dieta saudável e atividades físicas regulares podem ajudar a baixar a pressão arterial e o colesterol. Certifique-se de que sua dieta inclui frutas, carnes magras, peixe, grãos integrais e vegetais. Evite gorduras saturadas, excesso de sal e açúcar.

Fonte: rd | Fotos: depositphotos

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade