maavaron
Você está sendo transferido para a página solicitada...
header print

Atente-se ao Uso de Gengibre se Você Tem Esses Problemas!

  A natureza nos fornece alguns dos remédios e formas de cura mais surpreendentes que têm sido utilizados pela humanidade há milênios. Dentre tantas opções, o gengibre é um dos melhores medicamentos naturais do mundo. No entanto, por causa de suas fortes propriedades, é uma erva que deve ser usada com precaução, assim como com qualquer outro agente de cura. Para alguns, o gengibre pode realmente ser muito perigoso. Por isso, veja abaixo se você é uma das pessoas que estão neste grupo de risco, e se deve moderar ou evitar o uso deste ingrediente.
 
As Maravilhas do Gengibre
gengibre tem restrições

Todo o nosso corpo pode obter diversos benefícios com o gengibre, desde curar uma dor de estômago e prevenir contra o câncer, ou até mesmo obter uma ajuda no tratamento da doença, auxiliando a matar células cancerosas. Esta raiz tem sido conhecida há centenas de anos como uma arma poderosa para a saúde, principalmente na Ásia, e esse conhecimento foi se espalhando mundo afora. Hoje em dia, o gengibre é um dos remédios naturais mais populares.

Esses grandes benefícios podem ser usufruídos ao consumir o gengibre em pó, como tempero na comida, em forma de chá ou até mesmo suplemento. No entanto, não é recomendável para todos. Em alguns casos, o gengibre deve ser usado com moderação ou até mesmo evitado.

Quando limitar ou banir o consumo de gengibre
O site WebMD, voltado para publicações de saúde, mostra que alguns medicamentos têm reações ruins com o uso de gengibre. Isso particularmente acontece quando a raiz é usada junto a remédios para controle de diabetes, problemas de coagulação do sangue e hipertensão.

1. Quem toma medicamentos para coagulação sanguínea
gengibre tem restrições
Uma das propriedades mais conhecidas do gengibre é a capacidade de afinar o sangue. Por isso, quem já faz um tratamento médico com medicamentos para evitar coagulação ou problemas de sangramento deve consultar um profissional de saúde antes de consumir gengibre. Nesses casos, a raiz pode aumentar ou diminuir os efeitos dos remédios prescritos pelo seu médico.
2. Quem toma medicamentos para diabetes
gengibre tem restrições

O gengibre é altamente recomendável para quem tem um alto nível de açúcar no sangue (incluindo diabéticos que tratam a doença sem medicação), devido à sua propensão natural de diminuir esse nível. No entanto, quem já faz uso de medicamentos para controlar a doença – como injeção de insulina, por exemplo – deve ficar atento ao uso de gengibre, pois pode afetar o uso da medicação.

Por isso, fale sempre com o seu médico sobre a quantidade de gengibre que você pode consumir. Caso contrário, o nível de açúcar no sangue pode diminuir muito, causando mal-estar.

 
3. Quem toma medicamentos para pressão alta
gengibre tem restrições

Se combinados com o gengibre, medicamentos usados para controlar hipertensão infelizmente podem causar problemas na frequência cardíaca e diminuir a pressão sanguínea de forma perigosa, causando, dentre outros problemas, a arritmia.

Por isso, consulte sempre o seu médico sobre a quantidade de gengibre que você ingere, e faça os ajustes necessários na dosagem de medicamentos. Em alguns casos, será preciso evitar o consumo do ingrediente.

4. Quem é propenso a ter cálculos biliares
gengibre tem restrições

Fonte

Pessoas que estão propensas a ter cálculos biliares podem piorar a condição de saúde ao usarem gengibre. Esses cálculos são formados na vesícula biliar, que armazena a bile necessária para dissolver a gordura localizada nos intestinos. Se esses cálculos passarem pelo ducto biliar, podem fazer com a que a bile ‘retorne’ ao fígado. O gengibre pode aumentar a produção de bile, deixando-a em grandes quantidades.

Isso pode aumentar a ocorrência de bloqueios no cálculo biliar, e pode causar a uma enfermidade extremamente grave que pode levar a uma situação de emergência. No entanto, alguns profissionais de saúde recomendam realmente o uso de gengibre, pois acreditam que a bile adicional alivia o problema de cálculos biliares, em vez de exacerbá-lo. Já que o assunto é muito controverso, o ideal é conversar com o seu médico sobre o uso de gengibre.

5. Pode ser perigoso na gravidez
gengibre tem restrições

Este é um assunto que ainda está em debate, já que os esses riscos não foram definitivamente confirmados. Muitas pessoas alegam que o gengibre afeta os hormônios sexuais do feto, e alguns temem que pode ser imprudente usá-lo para combater enjoos matinais.

Além disso, sabe-se que o gengibre aumenta o risco de hemorragia, no entanto alega-se que deve ser evitado quando está próximo à data de vencimento. Embora essas alegações ainda sejam substanciais, sabe-se que ainda há diversas dúvidas sobre o uso do gengibre durante a gravidez. Por isso, consulte o médico para saber qual a melhor decisão a ser tomada.

Saiba qual a dosagem segura de gengibre
gengibre tem restrições

Também é importante notar que a grande maioria das pessoas desfrutam dos benefícios do gengibre, seja para a saúde, ou pelo seu sabor acentuado. O Medical Center Maryland, nos Estados Unidos, afirma que para que não tem nenhuma das restrições listadas acima, a quantidade recomendada de raiz de gengibre em pó é de 4 gramas por dia, e gestantes não podem exceder 1 grama por dia.

Você pode usá-lo fresco ou em pó, mas saiba que o pó é muito mais concentrado. Uma boa regra a ser seguida é: uma colher de sopa de gengibre fresco é o equivalente a ¼ de colher de chá de gengibre em pó.

Créditos: healthyandnaturalworld.com

Imagens 1, 2, 3 e 5: depositphotos.com

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
App Logo
Nosso app é fácil!