header print

Você Está Consumindo Água Contaminada Com Chumbo?

Beber bastante água todos os dias é essencial para um bom funcionamento do nosso corpo. No entanto, é preciso verificar a procedência dela, pois, por mais saudável que seja, muitas vezes a água pode estar contaminada. Recentemente, a cidade de Flint, nos Estados Unidos, enfrentou um sério problema de contaminação de chumbo na água; o resultado foi que muitos moradores da cidade foram intoxicadas e tiveram sérios problemas de saúde. Embora tenha sido um caso isolado, é preciso tomar cuidado extra para evitar quaisquer danos ao seu bem-estar.

 

E com a escassez de água cada vez mais contante no Brasil e no mundo, verificar a sua procedência tem sido de grande importância. Este artigo é ainda mais valioso se você é daqueles que tomam água da torneira e, mesmo que passe pelo processo de filtragem, o chumbo ainda pode resistir na composição. Por isso, selecionamos aqui informações valiosas sobre este perigoso metal.

 

Mas o que é o chumbo?

O chumbo é um elemento químico pesado e resistente que não se dissolve facilmente com outras substâncias, com exceção de ácido nítrico. É um metal pesado e perigoso se não utilizado com as devidas procedências de segurança, mas, apesar disso, você pode encontrar o chumbo em vários materiais da sua casa, como por exemplo:

  • Pias e torneiras de metal;
  • Artigos de joalheria;
  • Cerâmica
  • Pilhas e baterias;
  • Delineadores para os olhos do tipo kajal.

Grande parte das tintas de parede fabricadas até meados de 1978 também tinham chumbo na composição. Hoje em dia, as fabricantes evitam o uso do metal. Além disso, a fumaça que sai do escapamento dos automóveis libera esse metal na atmosfera.

Outro fator que pode contaminar a água com esta substância é o fator corrosivo. Quando a água tem baixo teor de sais minerais, principalmente cálcio e magnésio, o risco de corrosividade é maior.

Se o sistema de encanamento da sua casa não tem canos de chumbo, assim como a empresa de abastecimento da sua cidade também modernizou todo o sistema e trocou os canos antigos (que tinham altas doses da substância), então não há motivo para preocupação. O ideal é contatar a empresa e perguntar a respeito, ou fazer um teste com a água da sua torneira para ver se é saudável para consumo, não somente para beber, mas também para cozinhar.
 
água contaminada por chumbo
 

Como o chumbo pode afetar a sua saúde

Antes de tudo, a presença de chumbo na água que você consome já é um perigo, mesmo que em níveis muito baixos. Para se ter uma ideia, órgãos regulamentadores de saúde apontam que, caso haja um volume de 5 microgramas por decilitro, isso já pode ser considerado contaminação por chumbo, o que é um grande perigo. Por ser um elemento que não dissolve em contato com outras substâncias e minerais, o chumbo pode se acumular no seu organismo e causar problemas de saúde, principalmente em crianças. Mas atenção: isso só acontece no caso de consumo da água; utilizá-la para banho, por exemplo, não é perigoso.

Veja abaixo as consequências do consumo de chumbo:

 

1. Danifica o desenvolvimento cerebral das crianças

O chumbo é tóxico o suficiente para impedir o desenvolvimento do cérebro no processo de crescimento das crianças. Para saber se elas estão sendo afetadas pelo chumbo, antes de tudo é preciso verificar se a criança tem problemas como dificuldade de aprendizado, crescimento e anemia. Em casos mais sérios, podem ocorrer convulsões, princípio de coma e até risco de falecimento. O ideal é procurar um médico e realizar exames, principalmente sangue.
 

2. Afeta os ossos e se acumula no organismo por anos

Quem foi exposto ao chumbo corre o risco de ter que conviver com esse químico no organismo por longos anos e, dependendo da quantidade, viver para sempre com isso. Dessa forma, aumentam os riscos de Acidente Vascular Cerebral (AVC), problemas de memória, pressão alta, doenças renais e até mesmo câncer. O chumbo acumula principalmente nos ossos. Mulheres podem descobrir a substância no período de gravidez por causa das mudanças hormonais. Caso a gestante tenha sido exposta a altas doses de chumbo, corre o risco de transferir o metal para o feto, principalmente no período de formação dos ossos. Como consequência, o bebê pode nascer prematuro e com células atrofiadas. Por isso, o ideal é procurar um médico.
 

3. Pode desencadear comportamentos de violência

Pode parecer absurdo, mas é verdade: a exposição ao chumbo aumenta a incidência de comportamentos violentos e até crimes. Crianças que tiveram contato a altas quantidade de chumbo têm mais probabilidade de se tornarem adultos agressivos e violentos.

 

4. Os sintomas são assintomáticos

Segundo pesquisas médicas, nem todos os efeitos do chumbo ainda foram identificados. Além disso, grande parte dos sintomas são assintomáticos e podem demorar anos para surgir. Embora já tenha sido comprovado que o chumbo causa doenças, como dissemos aqui anteriormente, podem ocorrer outros sintomas como fadiga, impotência sexual e hipertensão. Fatores como idade, alimentação e peso podem contribuir para o surgimento dos sintomas. O ideal é realizar exames médicos para verificar se há presença de chumbo no organismo.

água contaminada com chumbo

5. Você pode ter intoxicação e envenenamento por chumbo

O chumbo se acumula lentamente no organismo por um long tempo, e pode causar fortes intoxicações e envenenamento. Alguns dos sintomas incluem:

  • Dores e cólicas abdominais;
  • Agressividade;
  • Constipação;
  • Dores de cabeça;
  • Irritabilidade;
  • Fadiga;
  • Adormecimento ou formigamento nas extremidades, como mãos e pés;
  • Problemas renais.
  • Em casos mais extremos, podem ocorrer:
  • Vômitos;
  • Fraqueza muscular;
  • Tropeçar com frequência enquanto caminha;
  • Convulsões;
  • Coma;
  • Encefalopatia - os sintomas neste caso incluem confusão mental, convulsões e indícios de coma.
Caso tenha tido alguns desses sintomas, procure um médico com urgência para realizar exames e, se for diagnosticada a presença de chumbo no organismo, será preciso realizar um tratamento.
 

Como prevenir?

É preciso tomar algumas medidas para evitar a exposição a este perigoso metal. Algumas delas são:

  • Evitar comprar para as crianças brinquedos de outros países, pois alguns deles utilizam altas doses de chumbo na fabricação;
  • Evitar acúmulo de poeira em casa, pois a fumaça dos carros emite chumbo;
  • Usar água fria para cozinhar;
  • Lavar as mãos antes das refeições;
  • Consultar algum profissional para testar a água que você consome; se encontrar chumbo, substitua por água mineral;
  • Se for pintar a casa, verifique se a tinta tem chumbo na composição;
  • Faça exame de sangue, assim como nas crianças da sua família;
  • Mantenha distância de locais cuja tinta utilizada para pintura seja marcas que usam chumbo;
  • Consulte a empresa distribuidora de água e informe-se.
 
Fonte: thrillist.com | healthline.com | epa.gov | extension.psu.edu
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer: