header print

6 Remédios Naturais Para Inflamações no Corpo

O Editor: Bruna Santos
 Assim como os alimentos, certas bebidas podem ser consideradas prejudiciais, enquanto outras são essenciais e extremamente benéficas para nossa saúde. A água é boa para nós e as bebidas açucaradas são ruins, todos nós sabemos disso, mas e se você estiver procurando algo mais do que apenas hidratação? Algo como uma bebida que possa diminuir a inflamação no corpo e aliviar a dor e o inchaço? Bem, nesse caso, o chá é seu melhor amigo, pois ingerir chás de ervas regularmente podem acalmar seus órgãos e articulações, e fornecer vários nutrientes capazes de reduzir a inflamação por todo o corpo. Estes 6 chás não são apenas saborosos, mas também remédios naturais para acabar com inflamações no corpo, seja inflamação crônica ou um resfriado comum.
 
1. Chá de rosa-mosqueta (Rosa canina)
reédio natural para inflamação

Este chá é preparado a partir de pequenas frutas vermelhas que crescem em um tipo particular de rosa, a rosa-mosqueta. Rosa canina, o nome científico da planta, é uma espécie de rosas silvestres comuns em toda a Europa, noroeste da África e oeste da Ásia, e seus frutos eram tradicionalmente usados para tratar diferentes doenças por milênios. 

Ricas em vitamina C, E e betacaroteno, essas frutas foram uma importante fonte de vitaminas para as gerações anteriores, especialmente durante o inverno, já que as roseiras secas podem ser armazenadas por meses sem serem destruídas. Apenas recentemente, no entanto, descobrimos que a rosa-mosqueta é extremamente rica em fenóis, potentes antioxidantes que protegem as células dos danos dos radicais livres. 

Além disso, os frutos contêm vários ácidos triterpenos, conhecidos por prevenir a inflamação. Ensaios clínicos relataram que o pó de rosa mosqueta pode reduzir a dor na artrite reumatoide, uma das inflamações crônicas mais comuns.

Como preparar o chá de rosa-mosqueta 

O chá tem um tom vermelho e um sabor frutado, e pode ser apreciado tanto quente como frio. A rosa-mosqueta geralmente é vendida seca, e tanto a rosa quanto os frutos sem caroços estão disponíveis para compra. 

Se você estiver usando a opção sem caroços, basta jogar em torno de 7 frutos em um copo e infundir por até 10 minutos, coando os pedaços sólidos em seguida. Se você tiver a rosa inteira, você pode ferver a mesma quantidade em fogo baixo por 10-15 minutos e escorrer antes de transferir para um copo. 

8 Chás de ervas capazes de aliviar o inchaço

2. Chá de cúrcuma (Curcuma longa
reédio natural para inflamação

O chá de cúrcuma é preparado a partir das raízes da planta. As raízes são vendidas frescas, secas e, na maioria das vezes, na forma de pó. Esta planta é comum em toda a Ásia, e suas raízes douradas foram usadas em Ayurveda e medicina tradicional chinesa por milênios. Cúrcuma em pó também é usada como um corante natural. 

Os efeitos anti-inflamatórios do ingrediente ativo chamado curcumina, é o que dá à raiz sua cor amarela brilhante. Vários estudos usando um suplemento de cúrcuma confirmaram que ela é eficaz no alívio da dor e na redução da inflamação causada por condições inflamatórias crônicas, como artrite, doença inflamatória intestinal (DII) e doenças cardíacas. 

Também provou-se que a cúrcuma pode ajudar com a dor nas articulações e músculos, aumentando a mobilidade, tanto na osteoartrite e pós-exercício. 

Como preparar o chá de cúrcuma 

Tanto o tempero de cúrcuma como a raiz fresca podem ser usados para preparar uma deliciosa xícara de chá. Se você estiver usando cúrcuma fresca, precisará de cerca de 1 colher de chá para produzir uma xícara grande, mas se você estiver usando em pó, apenas metade da quantidade ou ½ colher de chá do pó será suficiente. 

A preparação é simples: basta ferver a mistura de água e cúrcuma por cerca de 10 minutos e, em seguida, drenar em um copo. Um pouco de limão e gengibre complementam o sabor deste chá maravilhosamente. 

Aqui está outra ideia deliciosa para incluir a cúrcuma na sua alimentação.

3. Chá-verde (Camellia sinensis)
reédio natural para inflamação

Todas as variedades de chá são feitas das folhas da planta Camellia sinensis, mas diferentes técnicas de cultivo e processamento produzem diferentes tipos de chá. Os chás verdes são geralmente fermentados e processados com menos frequência e mais suavemente do que as variedades de chá vermelho ou preto, e por isso contém muito mais antioxidantes e outros fitoquímicos benéficos. 

Leia sobre todos os benefícios do chá-verde aqui. 

O chá verde originou-se há mais de 1.000 anos na China, mas desde então se espalhou para outros países asiáticos e hoje é popular em todo o mundo. Os antioxidantes que mencionamos anteriormente são todos polifenóis, e um deles, o EGCG, é considerado o mais eficaz no tratamento da inflamação. 

O chá matcha japonês tem as maiores quantidades de EGCG, mas a maioria dos chás verdes conterá o ingrediente benéfico também. Pesquisas relatam que o EGCG pode aliviar os sintomas da DII e pode atenuar o desenvolvimento de doenças degenerativas crônicas (Alzheimer, doenças cardíacas e alguns tipos de câncer). 

Tenha em mente, no entanto, que muito parecido com café, o chá verde contém cafeína e, portanto, pode ser prejudicial para certos pacientes, então converse com seu médico para verificar se há interações medicamentosas possíveis. 

O chá-verde vem em inúmeras variedades, cada uma com seu próprio tempo e temperatura de preparação ideais, então siga as instruções na embalagem do chá de sua escolha. Recomendamos optar por chás de folhas soltas, pois esses são geralmente feitos de folhas mais jovens que têm mais antioxidantes. 

Se você está ansioso para experimentar o matcha, veja um artigo que ensina como selecioná-lo e prepará-lo.

4. Chá de erva-doce (Foeniculum vulgare)
reédio natural para inflamação

Essa erva doce e picante tem seus próprios benefícios para a saúde. Tanto as sementes quanto o bulbo dessa planta mediterrânea são usados para fins culinários e medicinais. 

As sementes de erva-doce, em particular, são ricas em fenóis, assim como a rosa-mosqueta, e costumam ser usadas para aliviar problemas digestivos, particularmente o inchaço, mas também é um potente analgésico para cólicas menstruais. 

Como preparar o chá de erva-doce 

O chá de erva-doce tem uma cor amarela e um sabor adocicado comparável ao alcaçuz. Para preparar o chá, use 1-2 colheres de chá de sementes da erva moídas e deixe-as em infusão por 10-15 minutos em uma xícara de água quente. 

5. Chá de gengibre (Zingiber officinale)
reédio natural para inflamação

A raiz de gengibre não precisa de introdução, é um dos ingredientes mais populares do chá e um tempero extremamente difundido. O gengibre originou-se em algum lugar no sudeste da Ásia há muito tempo, mas hoje, seus usos medicinais e culinários abrangem todo o mundo e vão muito além da medicina tradicional e da culinária. 

Os cientistas descobriram mais de 50 antioxidantes em gengibre, e esses poderosos fitoquímicos podem reduzir a inflamação em todo o seu corpo. Estudos envolvendo diabéticos, bem como pacientes que sofrem de osteoartrite, observaram uma redução global em muitos marcadores de inflamação após um curso de suplementos de gengibre. 

Tenha em mente, no entanto, que o gengibre NÃO é para todos, o que discutimos aqui com mais profundidade. 

Como preparar o chá de gengibre 

Embora a minha maneira favorita de incluir o gengibre no meu chá seja combiná-lo com chá-verde ou outro chá de ervas, você pode preparar o chá de gengibre sozinho também. 

Se você estiver usando gengibre seco, apenas ¼ - ½ colher de chá será suficiente para preparar uma xícara. Acrescente a mistura de água quente e gengibre por 5 minutos. Se você estiver trabalhando com gengibre fresco, cerca de 1 colher de sopa da raiz finamente fatiada será suficiente para fazer uma xícara de chá, mas lembre-se de que o gengibre fresco demora mais para ficar pronto, cerca de 10 minutos.

7. Manjericão-sagrado (Ocimum tenuiflorum)
reédio natural para inflamação

Esta planta frondosa nativa do subcontinente indiano é um ingrediente recorrente na medicina tradicional, especialmente na Ayurveda, onde é conhecido como um poderoso adaptógeno capaz de ajudar o corpo a lidar com o estresse emocional e ambiental. 

A pesquisa moderna baseia-se nos usos tradicionais da planta, com estudos descobrindo que o manjericão-sagrado tem propriedades anti-inflamatórias em todo o corpo, reduzindo os níveis de açúcar no sangue, pressão arterial e LDL (colesterol ruim). Outra pesquisa descobriu que a planta também pode reduzir o inchaço, diminuir a dor e inflamação, inibindo as enzimas que desencadeiam a resposta inflamatória. 

Finalmente, o uso de manjericão foi associado a uma redução dos níveis de ácido úrico, aliviando a dor em condições como a gota e a artrite reumatoide. 

Como preparar o chá de manjericão-sagrado 

Apenas 1 colher de chá de folhas secas ou frescas será suficiente para preparar uma xícara. Simplesmente mergulhe a erva em uma xícara de água quente e deixe fermentar por 5 minutos. 

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade