header print

Viver Feliz na Velhice é Possível Com Essas Dicas

 Há algo a se levar em consideração sobre envelhecer - o contentamento e a satisfação aumentam com a idade. Uma pesquisa descobriu que as pessoas com 90 anos são mais felizes do que cidadãos que estão próximo ou acima dos 70 anos. Mas antes de começar a comemorar, você precisa garantir que vai chegar lá. Nunca é tarde demais para ter um novo começo. Mesmo se você negligenciar hábitos saudáveis no início da vida, ainda há benefícios em mudar seu estilo de vida agora. Você pode reduzir o risco de doenças cardíacas, câncer e fraturas ósseas fazendo mudanças inteligentes com exercícios e se alimentando de forma saudável. Confira algumas dicas para melhorar a sua vida depois dos 60:
 
 
1. Use a tecnologia para rastrear seus hábitos
Algumas grandes dicas para viver feliz depois dos 60 anos

Quando você começar a fazer mudanças, é útil ter uma imagem mais completa da sua saúde, e traçar o seu progresso lhe motivará a continuar essa jornada. Você pode monitorar seu exercício com monitores de atividade e pedômetros. É também possível registrar os exercícios feitos no dia e a ingestão de alimentos com aplicativos de smartphone e também monitorar a sua pressão arterial com uma máquina específica para essa função em casa. Use protetor solar com no mínimo SPF30 e diga adeus a rugas, porque o sol aumenta o envelhecimento.


3. Adote um animal de estimação

Animais de estimação podem ajudar a preencher o vazio de uma casa. Estudos têm demonstrado que as pessoas com animais de estimação têm menos colesterol e doenças cardíacas, e visitam o médico bem menos. Ter um cão também lhe dá uma razão para fazer uma caminhada diária, que é uma forma excelente de exercício.

4. Pratique exercícios para reduzir suas chances de Alzheimer
Algumas grandes dicas para viver feliz depois dos 60 anos

Exercícios podem ajudar a impulsionar o fluxo de sangue para o seu cérebro e facilitar o crescimento de novas células cerebrais. Estudos têm demonstrado que exercício regular na meia-idade pode diminuir o risco de degeneração da memória cognitiva em 39%. Você não precisa entrar maratonas de muitos quilômetros. Bastam 30 minutos de caminhada, ciclismo ou jardinagem cinco vezes por semana. Isso é mais do que suficiente para impulsionar o fluxo sanguíneo.

5. Redescubra as relações íntimas

Só porque você está envelhecendo não significa que você tem que renunciar a isso. É importante praticá-las como uma forma de exercício e para a sua felicidade. Com a idade, a experiência pode ser diferente, e melhor - você tem mais tempo, menos interrupções e sabe exatamente o que gosta.

 

6. Cuidado com o sal

A pressão arterial tende a aumentar à medida que envelhecemos, e a causa disso muitas vezes está relacionada ao sódio. O sal está presente em alimentos embalados, enlatados e muitos outros produtos. Se você quiser combater o sódio naturalmente, coma uma banana. Seu alto teor de potássio mantém sua pressão arterial baixa e ajuda a diminuir o efeito do sódio em sua dieta.

7. Seja mais seletivo com suas escolhas de alimento

Como o metabolismo diminui com a idade, você precisa de menos calorias em sua dieta. Isso significa que você tem que ser mais seletivo sobre seus alimentos, escolhendo apenas os que são cheios de nutrientes. Boas escolhas são vegetais verdes, frutas ou alimentos fortificados com vitaminas, como cereais e leite. Também é aconselhável reduzir o consumo de doces e bebidas açucaradas, como elas tendem a ter muitas calorias e não são nada saudáveis.

8. Inclua gorduras boas em sua dieta

Algumas grandes dicas para viver feliz depois dos 60 anos Embora seja uma notícia já antiga de que as gorduras saturadas causam estragos em suas artérias e coração, não é tão bem conhecido o quanto elas podem danificar a sua memória e concentração. Embora seja uma boa ideia reduzir os alimentos saturados em gorduras (por exemplo, carne vermelha e manteiga), é igualmente importante adicionar gorduras boas na sua dieta. Exemplos disso são peixes, sementes e nozes. Estas gorduras têm valor adicional para o seu coração e cérebro. Outra boa fonte de gordura saudável é o abacate.

​9. Escolha exercícios de fortalecimento

Um estudo recente descobriu que o treinamento de força regular ajudou a reverter o processo de envelhecimento nos músculos das pessoas mais idosas. Certifique-se de incluir aeróbica e exercícios de construção de músculos na sua rotina diária.


10. Seja social e voluntário

Estudos mostram que as pessoas que socializam com a família e amigos têm menores riscos de problemas de memória e geralmente têm mentes mais nítidas. Da mesma forma, o voluntariado tem sido associado à longevidade e taxas mais baixas de doenças cardíacas. Estudos revelam que quanto mais cedo você começar, menor será o risco para a saúde.

11. Inclua exercício de equilíbrio em sua vida

Ao escolher uma forma de exercício, considere o Tai Chi ou outros movimentos que usam o equilíbrio mental e corporal como base. Isso pode ajudá-lo a evitar futuras quedas e ferimentos. Um estudo descobriu que seis meses de Tai Chi ajuda a reduzir as chances de cair pela metade.

12. Participar na aprendizagem

Buscar novas experiências mantém a mente jovem e saudável, porque elas ajudam a construir novos caminhos no cérebro. Experimente um novo idioma, um instrumento musical ou novos hobbies. Isso também pode ajudá-lo a fazer novos amigos e expandir suas opções de emoção e felicidade. Que tal realizar os nossos testes? Clique aqui e você terá muitas opções!

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer: