header print

Fique Atento a Estes Sintomas

  Seus pulmões desempenham um papel importante em manter todos os órgãos em seu corpo funcionando corretamente. Eles trabalham o tempo todo, por isso é crucial mantê-los saudáveis. No entanto, muitas pessoas no mundo sofrem de problemas pulmonares e não se dão conta disso. Para saber quais os sintomas mais comuns que podem indicar problemas pulmonares mais sérios e como prevenir complicações, navegue pelo índice a seguir.

 

Índice:

1. Qual a função dos pulmões?
2. Estatísticas e Fatores de Risco

3. Sintomas de problemas pulmonares
3.1 Respiração anormal
3.2 Tosse constante
3.3 Muco em excesso
3.4 Chiado no peito
3.5 Inchaço nos membros
3.6 Dores de cabeça matinais
3.7 Fadiga
3.8 Sono desregular

4. Dicas para manter os pulmões saudáveis
5. Alimentos que limpam os pulmões naturalmente

 
 

1. A função dos pulmões

Quando você respira, se estiverem saudáveis, seus pulmões absorvem oxigênio e enviam direto à corrente sanguínea, que o transporta para os órgãos e células do corpo. Ao expirar, os pulmões saudáveis descartam o dióxido de carbono. Veja a seguir como funciona nosso sistema respiratório:

2. Estatísticas e Fatores de Risco

Segundo o pneumologista José Roberto Jardim, da Universidade Federal de São Paulo, aproximadamente 7 milhões de brasileiros sofrem da doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), que é definida por um grupo de condições pulmonares que dificultam o vazamento de ar para fora dos pulmões devido a via aérea estreitas.

Outro problema que envolve a doença é que grande parte das pessoas afetadas acredita que a condição está controlada, ou até mesmo nem sabe de sua existência. A doença é a quinta causa de mortalidade no Brasil e a sexta em todo o mundo.

Junto com a DPOC, alguns outros problemas pulmonares comuns são asma, tuberculose, bronquite, fibrose cística e enfisema. Os fumantes, atuais ou antigos, e as pessoas frequentemente expostas à fumaça correm maior risco de desenvolver uma doença pulmonar. Outros fatores que colocam seus pulmões em risco incluem infecções e exposição a alérgenos, poluição do ar, fumos no local de trabalho, serragem ou outras partículas em aerossol.

3. Sintomas que indicam problemas pulmonares

Para manter seus pulmões saudáveis, você deve conhecer os sinais que indicam um problema pulmonar. Abordá-lo no início ajudará a protege-los de danos graves, reduzindo o risco de doenças crônicas e câncer. Abaixo estão alguns sinais que indicam que seus pulmões podem estar com problemas:

3.1. Respiração anormal

Se você tem uma respiração irregular, mesmo quando você está realizando suas tarefas diárias, é um sinal de que algo está errado com seus pulmões. A falta de ar ou dificuldade respiratória ocorre quando seus pulmões têm que trabalhar mais do que o normal para mover o ar dentro e fora do seu corpo. Também pode ocorrer devido a algum tipo de bloqueio na via aérea.

Quando sentir falta de ar, não ignore ou atribua à sua idade crescente. Você deve consultar um médico imediatamente.

3.2. Tosse constante
problemas pulmonares

A tosse ajuda a proteger as vias aéreas de partículas estranhas inaladas, e ajuda a remover fleumas das vias respiratórias. No entanto, uma tosse crônica é uma indicação de que seus pulmões não estão funcionando adequadamente. De fato, um dos primeiros sinais de pulmões não saudáveis geralmente é uma tosse contínua, que não melhora, mesmo após ter tomado medicamentos.

Se você está tossindo demais ou sem um motivo aparente, consulte o médico. Se o excesso de muco parece ser o problema, mantenha-se hidratado com água e líquidos, pois isso ajudará a diluir o muco para que seu corpo possa expeli-lo.

3.3. Excesso de muco

A tosse geralmente está ligada à produção de muco. Ele ajuda a evitar que os germes, a sujeira, o pólen e as bactérias fiquem presos nos pulmões. No entanto, não é um bom sinal quando você começa a produzir em demasia, ou quando não é devido a um resfriado ou a outra doença comum.

Além disso, você pode notar mudanças na cor, cheiro ou espessura do muco. Na verdade, se o muco se tornar amarelo ou verde, ou se ele contém sangue, é um sinal claro de que algo está errado com seus pulmões.

O sangue no muco pode ser um sinal de enfisema, bronquite crônica ou câncer de pulmão.

3.4. Chiado no peito

Um som sibilante é um sinal de que suas vias aéreas estão se estreitando. Devido a este estreitamento, o ar não flui tão rápido quanto deveria, resultando em um som chiado quando você respira, o que pode ser um sinal de asma ou enfisema. Também pode indicar câncer de pulmão. Portanto, se você estiver com chiados no peito, procure seu médico o mais rápido possível.

3.5. Inchaço nos membros inferiores

Por mais estranho que possa parecer, o inchaço, a dor e a dormência nos pés ou pernas podem indicar que há algum tipo de problema com seus pulmões.

Quando os pulmões não estão funcionando corretamente, seu sistema circulatório não obtém o oxigênio que precisa para se manter saudável e manter os fluidos se movendo em todo o corpo. Isso pode causar acumulação de líquidos, causando inchaço nos pés e tornozelo.

Além disso, devido ao mal funcionamento dos pulmões, seu coração não pode bombear sangue suficiente para abastecer os rins e o fígado. Isso significa que esses órgãos não são capazes de liberar toxinas e remover impurezas do seu sistema como deveriam. Isso também resulta em inchaço no corpo.

3.6. Dores de cabeça matinais
problemas pulmonares

Um problema de pulmão, como a DPOC, pode fazer você acordar com uma dor de cabeça intensa e latejante. Isso acontece porque você não respira profundamente o suficiente enquanto dorme, levando a um acúmulo de dióxido de carbono no corpo. Este acúmulo faz com que os vasos sanguíneos no cérebro se dilatem, o que resulta em uma dor de cabeça latejante.

3.7. Fadiga

Quando seus pulmões não estão funcionando como deveriam estar, você pode achar que se cansa mais facilmente do que quando era mais jovem. Se seus pulmões não estão fornecendo oxigênio suficiente para o seu corpo, outros sistemas do organismo também começam a sofrer, e isso pode afetar seus níveis de energia.

3.8. Problemas com sono

Se você acha difícil dormir em uma cama devido a uma respiração problemática, ou se dormir em uma cadeira é mais confortável, então provavelmente tem algo a ver com seus pulmões. Deitar-se na horizontal faz com que seus pulmões se esforcem mais do que deveriam. Isso afetará a qualidade do sono, que, consequentemente, afeta sua saúde física e mental.

Se você acorda regularmente durante a noite com dificuldades respiratórias ou tosse, consulte seu médico.

 

4. Dicas para manter os pulmões saudáveis

É melhor prevenir do que remediar, já dizia minha avó. A prevenção é sempre nossa melhor arma contra problemas de saúde, principalmente aqueles que podem causar sérias complicações e até risco de morte. Confira algumas dicas para manter seus pulmões funcionando muito bem.

• Pare de fumar. Os produtos químicos nocivos afetam a saúde de seus pulmões e os colocam em alto risco de doença pulmonar e câncer.
• Evite a exposição ao fumo passivo. Isso também é altamente tóxico e prejudicial aos seus pulmões.
• Evite ir a áreas altamente poluídas e industrializadas. Se você não tiver outra opção, use uma máscara para evitar a inalação de partículas estranhas.
• Obtenha plantas de interior para melhorar a qualidade do ar da sua casa.
• Faça exercícios diariamente para aumentar a capacidade pulmonar.
• Coma de forma saudável e certifique-se de incluir alimentos desintoxicantes e ricos em antioxidantes em sua dieta.

5. Alimentos que limpam os pulmões

Uma tática não muito conhecida para cuidar dos nossos pulmões é a mudança na nossa dieta. Estudos têm demonstrado que os alimentos que comemos afetam nossos pulmões, e que alguns podem até mesmo ter um impacto positivo sobre a função pulmonar. Veja alguns deles.

Vegetais crucíferos: Os melhores exemplos de vegetais crucíferos são brócolis, couve-flor, repolho e couve-de-bruxelas.

Carotenoides: Os carotenoides são normalmente encontrados em frutas e legumes com tons de laranja, vermelho ou amarelo. Por exemplo, batata-doce, abóbora, cenoura e damascos são alimentos com quantidades elevadas de carotenoides.

Ácidos graxos Ômega-3: É encontrado no peixe, castanhas e sementes de linhaça, e pode melhorar a função pulmonar e aumentar a capacidade do pulmão, reduzindo a inflamação das vias respiratórias.

Alho: Recentemente, um estudo da revista Cancer Prevention Research revelou que comer alho cru duas vezes por semana diminui pela metade o risco de desenvolver câncer de pulmão.

Gengibre: Essa raiz pode limpar os pulmões de qualquer tipo de poluição persistente, pois reduz o excesso de muco sendo produzido, enquanto o composto 6-shagaol evita que os brônquios encolham.

Magnésio: Alimentos como sementes, castanhas, grãos e banana prata são ricos neste mineral. O magnésio é um anti-inflamatório natural que aumenta a capacidade pulmonar e melhora a eficiência do processo respiratório

Romã: Estudos revelaram que os antioxidantes e antocianinas presentes no romã são muito eficazes em retardar o crescimento e a disseminação de células cancerígenas prejudiciais.

Vitamina C: Essa vitamina ajuda seus pulmões a transportar oxigênio pelo corpo e previne a ocorrência de doença pulmonar obstrutiva crônica, que provoca falta de ar. É encontrada abundantemente em goiabas, laranjas, maçãs, kiwis e pimentões.

Abacaxi: São ricos em bromelina, uma enzima que reduz a inflamação dos seios da face. Ela é também um tratamento natural de edemas pulmonares.

Água: A água ajuda seu processo circulatório, mantendo seus pulmões suficientemente hidratados e prontos para eliminar toxinas.

Clique aqui para saber mais sobre os alimentos que limpam os pulmões.

 

Conteúdo: Top 10 Home Remedies | Imagens: Deposit Photos 

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade