header print

Aprenda a Respirar Profundamente e Melhore a Sua Saúde

 Em muitas culturas do mundo, principalmente na Ásia, o processo de respiração representa a essência absoluta do ser. Sendo um ciclo contínuo de expansão e contração, a respiração é um exemplo da polaridade constante que está totalmente presente na natureza, muito semelhante a despertar e dormir, dia e noite, e vida e morte. 
 
Veja por que a respiração profunda faz bem

Ao contrário de outras funções corporais, a respiração é usada para nos ajudar a nos comunicarmos entre cada uma dessas dicotomias, o que a torna uma ferramenta fantástica para facilitar mudanças positivas em nossas vidas, voluntaria ou involuntariamente. 

O ato de respirar conscientemente pode realmente ser usado para influenciar algumas das funções do sistema nervoso simpático, como regulação da pressão arterial, digestão, frequência cardíaca, circulação e muito mais. Como tal, os exercícios respiratórios agem como uma ponte para as funções corporais sobre as quais geralmente temos pouco ou nenhum controle.

Quando estamos emocionalmente estressados, nosso sistema nervoso fica estimulado, o que acaba causando algumas reações físicas. Nós suamos, a frequência cardíaca aumenta, a respiração fica rápida e superficial, e os músculos ficam tensos. Se isso ocorrer por um longo período de tempo, o sistema nervoso pode ficar superestimulado, levando a dores musculares, pressão alta, inflamação e outros sintomas indesejáveis. No entanto, tudo isso pode ser revertido ou evitado usando exercícios de respiração profunda.

Treinando as técnicas de respiração
Veja por que a respiração profunda faz bem

Você pode treinar a respiração para influenciar as influências positivas e negativas na sua saúde. Ficar estressado pode comprimir e causar tensão no tecido muscular e conectivo do peito, o que resulta na diminuição da amplitude de movimento na parede torácica. A respiração rasa e rápida faz com que o tórax se expanda menos do que com respirações mais profundas, o que resulta naquela "respiração pelo peito", e não pelo abdômen, como deve ser. 

Para descobrir se você respira pelo peito, basta colocar a mão esquerda no abdômen e a mão direita no peito. Inspire e expire algumas vezes e veja qual mão se eleva mais. Se a sua mão esquerda aumenta mais, então você respira pelo abdômen, no entanto, se é a sua mão direita é que sobe mais, então isso significa que você respira pelo peito. 

 

A respiração torácica não é eficiente, uma vez que a maior parte do fluxo sanguíneo acaba ocorrendo nos lobos inferiores dos pulmões, áreas que têm uma expansão de ar limitada para os que respiram pelo tórax. Isso resulta em uma entrega de nutrientes muito pobre aos tecidos, e menos transferência de oxigênio para o sangue. 

Felizmente, assim como aprender a andar de bicicleta ou tocar violão, você pode treinar o seu corpo para melhorar a técnica de respiração. Praticando regularmente, você pode fazer seu corpo utilizar a respiração pelo abdome a maior parte do tempo, mesmo enquanto dorme.

Os benefícios da respiração abdominal
Veja por que a respiração profunda faz bem

A respiração abdominal é frequentemente chamada de respiração diafragmática. O diafragma é um músculo enorme que fica entre o peito e o abdômen. Enquanto contrai, é empurrado para baixo, o que resulta na expansão do abdome, forçando o ar para dentro dos pulmões. Ao mesmo tempo, o sangue é bombeado para o peito, o que melhora o fluxo sanguíneo para o coração, fortalecendo o sistema imunológico e aumentando a resistência física. 

Ao fazer uso da respiração abdominal, você também aumenta o fluxo de linfa em seu corpo, o que ajuda a prevenir infecções pulmonares e outras doenças respiratórias. Além disso, também estará constantemente estimulando o mecanismo de relaxamento do corpo, resultando em uma maior sensação geral de bem-estar.

Como fazer exercícios de respiração
Veja por que a respiração profunda faz bem

Você deve tentar praticar este exercício de respiração pelo menos uma vez por dia, principalmente se estiver sofrendo de dor física ou estiver em picos de estresse: 

1. Coloque uma mão no abdômen e a outra no peito. 
2. Expire pela boca como de costume, depois respire lenta e profundamente pelo nariz. Imagine que você está tentando absorver todo o ar da sala. Segure por 7 segundos. 
3. Expire lentamente pela boca por até 8 segundos. Enquanto o ar está sendo liberado, contraia suavemente os músculos abdominais para remover qualquer ar remanescente dos pulmões. 
4. Repita este ciclo mais 4 vezes, em um total de 5 respirações profundas. Isso não deve levar mais de um minuto para ser concluído. 

A respiração abdominal é apenas um dos muitos tipos diferentes de exercícios respiratórios que podem ajudar a melhorar sua qualidade de vida. No entanto, é a base de muitas outras técnicas de respiração, por isso seria melhor dominá-la antes de tentar exercícios mais avançados. 

Fonte: psychcentral | Imagens: depositphotos

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade