header print

Guia Completo Sobre a Doença de Lyme

 A doença de Lyme (ou Borreliose de Lyme) é causada pela bactéria Borrelia burgdorferi, que é transmitida aos seres humanos quando são picados por um carrapato infectado. O primeiro caso no Brasil foi registrado em 1992. Os sintomas podem aparecer em qualquer lugar, de 3 a 30 dias após a picada, e podem ser amplos, dependendo do estágio da infecção. As chances de contrair a doença de Lyme a partir de uma picada dependem da espécie do carrapato, onde você foi picado, quando ocorreu e quanto tempo o inseto esteve “grudado” a você. De acordo com especialistas, o carrapato-do-veado precisa estar em contato com a pele por pelo menos 24 horas para transmitir a doença.
 
Quais são os sintomas da doença de Lyme?
doença de lyme

Os primeiros sinais e sintomas desta doença incluem calafrios, febre, fadiga, dores de cabeça, dores musculares e nas articulações, e inchaço de gânglios linfáticos. Em cerca de 70-80% das infecções, é observada uma erupção cutânea, que aumentará gradualmente ao longo de um período de dias e pode crescer até cerca de 12 centímetros de largura. O indivíduo pode sentir a área afetada quente, mas não deve apresentar coceira ou dores locais, e pode aparecer em qualquer parte do corpo.

À medida que a infecção progride, outros sintomas podem aparecer, tais como:

• Dores de cabeça severas ou rigidez do pescoço
• Palpitações cardíacas ou batimentos cardíacos irregulares
• Inflamação da medula espinhal e do cérebro
• Perda de tônus muscular, ou discrepância em um ou ambos os lados do rosto
• Erupções em outras partes do corpo
• Artrite com dores nas articulações severas e inchaço, principalmente nos joelhos
• Dores agudas, entorpecimento e formigamento nas mãos ou nos pés

Diagnóstico

A doença de Lyme é diagnosticada com base em sintomas e histórico de exposição ao carrapato. Um exame de sangue em duas etapas também pode ser feito, mas a precisão deste teste depende do estágio em que está a doença. Por exemplo, nas primeiras semanas de infecção, o teste pode ser negativo, pois os anticorpos levam algumas semanas para desenvolver. Além disso, esses testes não são recomendados para pacientes que não apresentam nenhum dos sintomas comuns da doença de Lyme.

Tratamento

Os antibióticos utilizados são amoxicilina e tetraciclina, geralmente por 10 a 21 dias. Outros antibióticos que podem ser utilizados são a cefuroxima e a doxiciclina. Se você receber tratamento para a doença de Lyme quando a infecção está em estágio inicial, muito provavelmente sua recuperação será completa.

Quão frequente é a doença de Lyme?
doença de lyme

Não existem muitos casos registrados no Brasil, entretanto há informações de pessoas que foram infectadas em São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina e no Rio Grande do Norte. Já nos Estados Unidos, cerca de 30 mil casos são relatados a cada ano, mas o CDC (Centro de Prevenção e Controle de Doenças) estima que outros 300 mil casos podem ser adicionados a esse número. A infecção é mais comum nos homens com até 15 anos e entre as idades de 40 e 60. A razão para isso é que essas pessoas estão mais propensas a fazer atividades ao ar livre, caminhar, acampar e caçar perto de florestas.

Por que o número de casos está aumentando no Hemisfério Norte?

Fatores climáticos como o aumento de temperatura em todo mundo são perfeitos para procriação do carrapato. Entretanto, o número de cervos e veados que hospedam o inseto provavelmente desempenha um papel muito maior.

No início do século passado, o desenvolvimento industrial fez com que o número de cervos diminuísse, mas esse quadro mudou devido ao reflorestamento nas últimas décadas, o que significa que a população de carrapatos aumentou também. Além disso, os camundongos-de-patas-brancas, que também transmitem a doença de Lyme aos carrapatos que os mordem, estão se aproximando dos seres humanos, pois seu habitat natural está desaparecendo gradualmente.

Como saber se você foi picado por um carrapato transmissor?
doença de lyme

Uma vez que os carrapatos são do tamanho de uma semente de papoula, você deve ter uma boa visão para encontrá-los. Profissionais recomendam que, se você andar em florestas, grama alta ou mexer em seu jardim, inspecione sua pele durante o banho posteriormente.


O que fazer se um carrapato grudar na sua pele?

Remova-o com uma pinça o mais rápido possível, puxando para cima com pressão constante. Se partes do carrapato permanecem na sua pele, tente removê-las também com a pinça. Depois que tiver removido completamente as partes, limpe a área com álcool, ou sabão e água. Coloque o carrapato em um pedaço de papel higiênico, jogue no vaso sanitário e dê descarga.

Qual o melhor momento para ir ao médico?

Se uma erupção cutânea começar a se desenvolver na área que você foi mordido, você deve visitar seu médico imediatamente. Nessa fase da doença, o tratamento com alguns antibióticos pode levar a uma recuperação total.

Fonte: webmd | Imagens: depositphotos

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer: