header print

Evite Essas Estratégias de Perda de Peso

O Editor: Laura Dias

 A luta contra o sobrepeso ou aquelas gordurinhas a mais nos leva a buscar as soluções mais diversas e até mesmo perigosas. Fazer uma dieta sensata e saudável ou entrar nas estratégias de perda de muito em poucos dias? Fazer esforços mal orientados é risco de consequências graves para sua saúde. Abaixo, você encontrará sete estratégias perigosas que você deve evitar a todo custo ao tentar perder peso:

1. Dietas de jejum, fome ou de baixa caloria

 
perder peso

Isso pode levar à perda de peso, mas o peso perdido inclui músculos preciosos e diminui o metabolismo. Restrição drástica de calorias também provoca uma mudança para uma maior porcentagem de gordura corporal, o que aumenta o risco de síndrome metabólica e diabetes tipo 2.

A menos que seja medicamente supervisionado, não consuma menos de 1.200 calorias por dia. Caso contrário, você terá dificuldade em obter nutrientes suficientes para alimentar suas atividades diárias e satisfazer sua fome. Tenha em mente que, quando você perde peso rapidamente, corre o risco de voltar a acumulá-lo - com mais gordura ainda e menos músculos - especialmente se tiver mais de 50 anos.

2. Tomar suplementos que fazem grandes promessas

Se parece bom demais para ser verdade, então provavelmente não é verdade. Ao contrário dos fabricantes de medicamentos prescritos, as empresas que produzem suplementos não precisam provar que seus produtos são seguros ou eficazes antes de vendê-los no mercado. Mesmo os produtos que alegam ser naturais não são necessariamente seguros ou bons para você.

Portanto, se você está pensando em tomar qualquer produto para perda de peso, pergunte primeiro a um médico. É melhor se concentrar no que comprovadamente funciona para perda de peso e somente então incluir sua dieta.

3. Desintoxicação alimentar

perder peso

Na melhor das hipóteses, as limpezas causam perda de peso por causa do líquido e do peso das fezes, mas podem ser perigosas. Elas carregam o risco de desequilíbrio eletrolítico e desidratação. Seu corpo está sintonizado para desintoxicar e excretar toxinas, portanto, limpezas não são necessárias e podem levar a sérias complicações ao mexer no sistema do seu corpo.

Portanto, em vez de desintoxicar, esteja mais atento ao que você está comendo. Se você quiser limpar ou desintoxicar seu corpo, beba bastante água e coma alimentos ricos em fibras.

4. Todas as formas de purgantes

As formas de purgantes incluem provocar vômito, mascar comida e cuspir e abusar de laxantes. Esses hábitos representam sérios problemas de saúde e são o primeiro passo para o desenvolvimento de transtornos alimentares.

O ácido no estômago é extremamente forte e deve permanecer no estômago, não ser regurgitado na garganta e na boca. Sendo extremamente ácido, o vômito pode causar erosão no esôfago, boca e esmalte dos dentes. Isso pode aumentar o risco de certos tipos de câncer e cárie dentária.

A limpeza regular por vômito ou abuso de laxantes pode causar perda excessiva de líquidos que pode causar desidratação grave e desequilíbrio eletrolítico.

Todas as suas formas de purgante não são a forma adequada para diminuir a sua cintura. Comer e beber de forma saudável é uma opção muito mais segura.

5. Exercício em excesso

perder peso

Isso pode causar sérios problemas, como desgaste severo, desidratação, aumento do risco de lesões e desequilíbrio eletrolítico.

O Colégio Americano de Medicina Esportiva e a Associação Americana do Coração recomendam que você faça pelo menos 30 minutos de exercícios aeróbicos moderadamente intensos cinco dias por semana, ou 20 minutos de exercícios cardiovasculares intensos três dias por semana, e exercícios de treinamento de força que trabalhem todos os principais grupos musculares 2-3 vezes por semana.
Algumas pessoas pensam que mais é melhor e vão além do que é saudável. Esse tipo de abordagem obsessiva pode dominar sua vida de uma maneira doentia. Se você fizer uma abordagem moderada ao exercício, poderá continuar com isso por um longo período.

6. Drogas legais ou ilegais

O uso de drogas que não sejam medicamentos para perda de peso prescritos destinados à perda de peso é um erro que pode trazer consequências perigosas.

Os riscos associados ao abuso de drogas, como cocaína, anfetamina e medicação para transtorno de déficit de atenção ou diabetes, para perder peso, superam em muito os benefícios à saúde que você pode obter com a perda de peso. Os riscos incluem ansiedade, fortes dores de cabeça, dependência, problemas financeiros e de relacionamento, derrames e problemas cardíacos, pulmonares e renais.
Usar drogas ilegais para qualquer propósito é fortemente improdutivo, e usar as legais para o seu propósito não intencional sem supervisão médica é perigoso.

7. Fumar

perder peso

Estamos todos conscientes de que fumar tem inúmeros riscos para a saúde. No entanto, algumas pessoas, especialmente jovens adultos, usam o tabagismo como estratégia de dieta.
A nicotina tem demonstrado ser um inibidor de apetite, mas os riscos de fumar superam amplamente quaisquer benefícios. Fumar danifica quase todos os órgãos do corpo; causa câncer, bem como doenças respiratórias e cardiovasculares.

Além dos inúmeros riscos para a saúde, o ganho de peso é frequentemente um efeito colateral quando os fumantes tentam eliminar o cigarro.

Melhores práticas de perda de peso

Escolha uma dieta que funcione bem para o seu estilo de vida. A melhor dieta é aquela que você pode manter a longo prazo. Use o bom senso, ouça seu corpo, fique atento ao que você come e ignore as estratégias de perda de peso caras, arriscadas e sem valor, ou produtos que não têm comprovação médica.


Consulte o seu médico ou um nutricionista se estiver preocupado com seus métodos de perda de peso.
 

Fonte: webmd
Imagens: depositphotos 

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade