header print

6 Alertas Que Seu Ouvido Está Tentando Te Dizer

 Parece difícil de acreditar, mas nossos ouvidos vão além da audição, pois na verdade eles têm outras tarefas importantes no funcionamento do corpo humano. Por exemplo, são responsáveis pelo equilíbrio, mandando as informações sobre a posição da cabeça ao seu cérebro. Além disso, tudo que estiver relacionado aos seus ouvidos, inclusive a produção de cera, são alguns alertas que eles estão tentando dar ao indivíduo sobre a saúde geral. Veja abaixo:
 
1. Você tem diabetes – ou está correndo risco de adquirir
saúde dos ouvidos

A perda auditiva é um problema comum no mundo todo, mas também pode ser um sintoma de doenças sistêmicas, como diabetes. Um estudo de 2008 realizado pelos Institutos Nacionais da Saúde dos Estados Unidos mostrou que a perda auditiva é duas vezes maior em diabéticos. Adultos pré-diabéticos (cujo nível de glicose no sangue está acima do normal), tinham 30% mais risco de perda auditiva do que pessoas com o sangue normal. A ligação entre perda auditiva e diabetes ainda é desconhecida, mas talvez esteja ligado ao nível de açúcar dentro do suplemento sanguíneo no ouvido, que pode estar comprometido por causa da diabetes. Além disso, mudanças do metabolismo que podem ocorrer em diabéticos, podem ser bastante nocivas aos ouvidos se não forem tratadas.

2. Suas artérias podem estar entupidas
Vá até o espelho e veja os lóbulos das orelhas. Se estiverem macias e sem rugas, então não há motivo para preocupação. No entanto, se encontrar um tipo de vinco na diagonal, é melhor consultar um médico, pois pode ser indício de doença cardíaca. De fato, um estudo de 2012 conduzido pelo Centro Médico Cedars-Sinais em Los Angeles, nos Estados Unidos, e publicado na Revista Americana de Cardiologia, mostrou que esse sinal diagonal nos lóbulos estavam presentes em pessoas com sinais de problemas cardíacos, comparadas a pessoas que não tinham nada nos lóbulos. Alguns médicos ainda são céticos a respeito disso, mas é sempre bom prestar atenção.

3. Você talvez precise ir ao dentista
saúde dos ouvidos

Caso esteja com dores nos ouvidos, o problema pode ser causado pela mandíbula. Na verdade, uma dor de ouvido frequente é diagnosticada com mais facilidade. Mas um distúrbio nas juntas da articulação temporomandibular pode causar a dor, pois estão conectadas com os ossos localizados na frente de cada ouvido. Essa condição pode ser desencadeada se você mastigar, falar ou abrir bastante a boca. Por isso, se essa dor persistir, é melhor marcar uma consulta com seu dentista.

 

4. Ansiedade, pressão alta ou, em caso mais grave, tumor cerebral
Essa condição de um som constante nos ouvidos é chamada de tinnitus, mais conhecida como zumbido, e pode ser um sintoma de cerca de 200 problemas diferentes. Os sintomas podem variar de depressão a hipertensão. Também pode ocorrer após a pessoa assistir a um concerto musical, cujo volume do som era muito alto. Nesse caso, não é preciso se preocupar, pois pode ficar por um tempo curto e passar. Porém, se o problema for constante, no caso de meses, então é preciso buscar ajuda médica.

5. Você está em uma batalha com alergias
saúde dos ouvidos

Sintomas de alergia são comumente associados a nariz entupido ou escorrendo, coceiras nos olhos e na pele, dentre outros. Porém, os ouvidos também podem alertar sobre possíveis alergias. Se estiverem coçando, inchados e sentir que estão entupidos, significa que algo está errado. Quando o nariz fica congestionado, afeta a função da tuba auditiva do ouvido, o que causa a sensação de ouvidos entupidos. Por isso, use um umidificador, descongestionantes e beba muito líquido para melhorar a condição nasal e, consequentemente, aliviando os ouvidos.

6. Você tem predisposição a certas doenças
A cera age como um lubrificante e tem efeitos antibacterianos que previnem doenças nos ouvidos. Mesmo assim, pode haver uma correlação da cera com doenças diferentes. De fato, no DNA de algumas doenças, como hepatite, há um aumento da produção de cera. A consistência também pode indicar outra enfermidade. Em 2009, um estudo realizado no Japão mostrou que mutações em um gene chamado ABCC11 – que está associado ao aumento do risco de desenvolver câncer de mama – provocam mudanças na cera do ouvido, deixando-a com uma consistência mais pegajosa. Mesmo assim, não há motivo para pânico caso isso esteja acontecendo com seu ouvido, pois o estudo ainda precisa comprovar a relação entre a cera de ouvido e o câncer de mama. De qualquer forma, é sempre bom procurar ajuda médica.

Nota: As informações e sugestões contidas neste site são meramente informativas e não devem substituir consultas com médicos especialistas.

Imagem de capa: depositphotos.com

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer: