header print

12 Alimentos Saudáveis Que Podem Engordar

Na hora do almoço, você opta pela salada ao invés da massa; na hora do lanchinho da tarde, opta pela barra de cereais e até toma um isotônico de vez em quando no lugar do suco ou refrigerante. Mesmo assim o peso continua o mesmo e até aumenta! Você pode estar escolhendo os alimentos certo, mas consumindo da forma errada. Separamos aqui 12 alimentos que, embora sejam bons em uma dieta, podem provocar o efeito contrário. Você vai saber o porquê. Confira.

 
 
1. Abacate

O abacate é uma das frutas mais completas que existem, com ótimas propriedades para a saúde. Tem mais potássio que a banana e é rica em potássio, e com cerca de 10 gramas de fibra. Melhora a pele, reduz o risco de câncer e diabetes e ajuda a diminuir o risco de colesterol. Porém, há um "problema": é rico em gordura monoinsaturada que, embora seja saudável, pode engordar. Por isso, muitas pessoas que consomem esta fruta em excesso acabam ganhando peso. Não deixe de consumi-lo, mas faça com moderação.

 
2. Nozes e castanhas

Nozes, castanha de caju, amêndoas e castanha-do-pará, dentre outras, são ótimas para a saúde. Assim como os abacates, contêm gorduras saudáveis, que inclusive fazem bem ao coração. O problema é que, por serem muito saborosas, muitas vezes comemos porções maiores que o recomendável. O ideal são porções bem pequenas, pois por serem fontes de gordura, também têm uma quantidade considerável de calorias.

 
3. Barrinhas proteicas

Crédito da imagem

Médicos e nutricionistas sempre dizem que proteína é fundamental para a saúde, e muitos apelam para aquelas barrinhas proteicas de cereais. É comum ver pessoas em dieta de emagrecimento ou frequentadores de academia consumindo essas barrinhas. Mas tome cuidado: apesar de ter ingredientes saudáveis como aveia, frutas e nozes, muitas delas são ricas em açúcar e espessantes químicos. O ideal é sempre olhar a embalagem e checar os ingredientes e as calorias. 

 
4. Granola

A granola é uma mistura de frutas secas, grãos, sementes e aveia, dentre outros ingredientes. De fato é muito bom para a saúde, pois tem fibras, proteínas e vitaminas. É ótimo no café da manhã, acompanhado de leite ou iogurte. Mas, assim como as barras de cereais, muitas marcas encontradas no mercado são ricas em açúcar e conservantes. Além disso, o ideal é consumir no máximo quatro colheres de sopa por dia. A vantagem é que há diversos tipos de granola nos supermercados, basta escolher a versão mais saudável e consumir com moderação.

 
5. Frutas secas

Existem muitas opções de frutas secas, e são todas deliciosas e saudáveis. Grande parte das boas propriedades das frutas permanecem mesmo secas, como vitaminas, sais minerais e antioxidantes. É também uma forma prática de consumi-las, pois basta colocar algumas delas em um pequeno pote e levar onde quiser. O grande vilão neste caso é o açúcar. As frutas secas têm uma grande concentração de açúcar, principalmente figo e uva-passa. A melhor opção é consumir mesmo as frutas frescas, mas se você gosta das secas, consuma com moderação.

 
6. Chocolate amargo

Os chocolates amargos e escuros com alta concentração de cacau são ricos em polifenóis, que são ótimos para controlar a pressão sanguínea. Mas vale lembrar que, embora seja menos doce que os chocolates comuns, ainda assim é uma fonte de gordura e açúcar natural, ou seja, também têm calorias e podem provocar aumento de peso se consumido em excesso. Aqui vale a mesma dica: consumir com moderação.

 
7. Produtos sem glúten

O glúten tem se tornado um grande vilão da saúde. Mesmo pessoas que não são alérgicas a ele estão procurando por alimentos alternativos que não tenham glúten, como massas, pães e bolos. Há diversas opções, feitas com arroz, milho e até soja no lugar do trigo. Porém, muitos acham que podem consumir porções mais generosas por acharem que vão ganhar menos peso, o que é um grande equívoco. Alguns desses produtos são até mais calóricos, principalmente aqueles feitos com milho. Por isso, o ideal é consumir porções menores, ou procurar alimentos sem glúten mais saudáveis e com menos calorias, como a quinoa.

 
8. Isotônicos

Os esportistas de plantão adoram consumir esta bebida, durante ou depois da corrida, bicicleta, academia e até mesmo natação. Os comerciais prometem maravilhas, como reposição imediata de minerais e mais disposição. Alguns até consomem no dia de trabalho para ter mais "pique". É preciso tomar cuidado, pois vários desses isotônicos são ricos em açúcar. Se você quer repor nutrientes após prática de exercícios e ter mais energia e disposição, opte pela água, suco de frutas ou água de coco.

 
9. Vitaminas

As vitaminas são nada mais que sucos de frutas mais concentrados. São muito saborosas e refrescantes, e muito consumidas nos dias quentes. Há diversas opções de preparo, e é aí que está o perigo: muitas são preparados com sorvete, o que aumenta o volume de calorias. Há também versões com chocolate e nozes, o que torna a bebida bem gostosa, mas mais calórica. Se quiser consumir uma vitamina em um dia quente, procure uma versão mais saudável, feita com frutas frescas e iogurte ao invés de sorvete.

10. Atum

Este é um dos peixes mais consumidos em todo o mundo, principalmente entre os adeptos de musculação, pois é uma ótima fonte de proteínas. Uma lata de atum contém cerca de duzentas calorias, o que não é muito. O problema é que muitos optam por consumi-lo acompanhado de carboidratos, como pães e macarrão, ou até mesmo consomem uma quantidade acima do recomendado por acharem que é uma opção "magra". Por isso, aqui também vale a dica da moderação. E vale outro alerta: ao comprar a latinha de atum, opte pela versão com água, pois aqueles em óleo comestível são mais calóricos.

 
11. Café

Uma xícara pequena de café sem açúcar do tamanho espresso tem apenas cinco calorias. Então por que está nesta lista? Não estamos falando neste caso do café puro, e sim daquelas bebidas feitas com ele, que vão desde o cappuccino ou até outras receitas gourmet, feitas com leite integral, cremes, açúcar, dentre outros ingredientes calóricos. Algumas bebidas podem ultrapassar trezentas calorias! O ideal é tomar mesmo o café puro e, se você não gosta do sabor amargo, é importante ter cautela ao adoçá-lo. Uma boa dica é optar pelo mel. Para quem gosta de adicionar leite, procure o desnatado.

 
12. Iogurte grego com frutas

Crédito da imagem

O iogurte grego já foi citado aqui diversas vezes como um excelente e saudável alimento. Entretanto, muitos vão ao supermercado e compram os iogurtes com frutas e sabores, o que é um erro, pois essas versões têm mais calorias, por serem ricos em açúcar e até produtos químicos para realçar o sabor das frutas, além de corantes. Consequentemente, as calorias aumentam. Se você adora o iogurte grego, compre o natural. Se gosta de consumi-lo com frutas, faça você mesmo — basta bater no liquidificador com a fruta de sua preferência.

 
Fonte: eatthis.com

 

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer: