header print

Quando o Estresse se Torna Ansiedade?

Na sociedade moderna, as pessoas têm muitas razões para preocupações que vão desde a mudança climática global até o planejamento do cardápio para o jantar. Embora estes momentos de estresse e preocupação possam transmitir uma sensação de ansiedade, um transtorno de ansiedade diagnosticável, tais como Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG), Transtorno do Pânico ou Fobia Social é muito diferente de um episódio normal do stress.

Os transtornos de ansiedade podem perturbar muito a rotina diária de uma pessoa, seja por excesso de preocupação com o desenvolvimento de tarefas simples, ou a frustração que esta atitude possa produzir. Embora os transtornos de ansiedade sejam difíceis de diagnosticar por causa das semelhanças que têm com episódios de estresse, existem algumas características que podem fazer a diferença entre um estado e outro.

 

Sua preocupação é persistente

Embora seja normal que nos preocupemos com os nossos filhos, com as contas, ou com o carro, quando se trata de um transtorno de ansiedade, a preocupação excessiva pode durar mais de seis meses. Ao diagnosticar ansiedade, especialistas tentam determinar se o paciente havia experimentado o mesmo sentimento antes do evento estressante, e quais são as possibilidades de afirmar que esse sentimento irá embora assim que o conflito seja resolvido. Se a preocupação é temporária, provavelmente não é o caso de um transtorno de ansiedade.

 

Você se preocupa com a sua preocupação

Sentir-se cansado de seu próprio estresse é um dos sinais de transtorno de ansiedade. Esta condição pode causar uma grande angústia em uma pessoa que esteja realmente frustrada e irritada com estes sintomas. Se você acha que preocupar-se em demasia se tornou um problema em sua vida, é bem provável que tenha chegado o momento de consultar um profissional.

 

Você sempre chega a conclusões negativas

O transtorno de ansiedade pode fazer você imaginar o pior desfecho possível para cada situação de vida pior. Se tomarmos o exemplo de um desafio de trabalho, uma pessoa estressada pode colocar o problema em perspectiva, e lembrar-se que, para resolvê-lo, tudo que tem a fazer é dar o melhor de si. Por outro lado, uma pessoa com transtorno de ansiedade acha que sua incompetência pode ser uma razão para perder o emprego e ser uma decepção para sua família. Para citar outro exemplo, uma pessoa com transtorno de ansiedade pode encontrar uma saliência em sua cabeça e, automaticamente, achar que é um tumor cerebral. Este padrão de pensamentos negativos é conhecido como "visão catastrófica" e refere-se à ação de imaginar e especular o pior resultado possível, não importa o quão improvável seja a sua ocorrência.

Você evita analisar as causas de sua ansiedade

Pessoas com transtornos de ansiedade têm certa tendência a afastar-se das situações que provocam ansiedade em vez de abordar o problema para resolvê-lo. Normalmente, essas pessoas gastam todo seu tempo se preocupando com o possível resultado de uma situação, em vez de comprometer-se com o esforço para resolvê-lo. Uma das recomendações às pessoas com transtorno de ansiedade é parar e analisar a situação sob um ponto de vista prático e então tomar as medidas necessárias à solução do problema.

 

Você superestima ameaças

O transtorno de ansiedade faz com que uma pessoa perceba como perigosa uma situação que também não é para tanto. Por exemplo, uma pessoa que teme cães pode pensar que suas chances de ser mordidas por eles são mais elevadas do que as probabilidades reais. Durante o processo, a pessoa pode se lembrar de todas as histórias e anedotas sobre mordidas de cães em detalhes, esquecendo completamente os momentos de interação amigável e pacífica entre cães e seres humanos. Neste sentido, a ansiedade funciona como um mau político, defendendo a informação que apoia a sua teoria, e ignorando qualquer informação que vai contra ela.

 

Você está irritado, e as pessoas percebem

Ansiedade é difícil de ser diagnosticada porque muitos dos seus sintomas, tais como fadiga, fraqueza, distúrbios do sono e dificuldade de concentração, também estão associados com uma variedade de outras condições físicas e mentais. No entanto, se algum destes sintomas persistem de uma forma que perturbam a sua vida diária, talvez seja hora de ouvir o parecer de um profissional.

 

Você sabe o que lhe faz sentir-se melhor, mas não pratica

Muitos dos truques e dicas para combater o estresse da vida diária, tais como uma alimentação saudável, fazer exercícios ou ter um passatempo também podem ser benéficos para as pessoas com transtorno de ansiedade. No entanto, em situações de tensão, pressão ou estresse, tais pessoas cometem o erro de negligenciar seus interesses pessoais depois de resolver (ou reprimir) um problema. Cuidados com o corpo, tanto em nível físico quanto emocional, são necessários não apenas para manter a saúde, mas também importantes para lidar com o estresse e ansiedade de maneira equilibrada.

Lembre-se, sua saúde mental é tão importante quanto a sua saúde física!

 

Artigo original: Prevention

Fonte: Luís C.
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer: