header print

Cientistas Criam Dispositivo Indolor Para Detectar Câncer de Pele

 Um dos tipos mais comuns de câncer é o de pele, que é frequentemente identificado em manchas incomuns que surgem na superfície da pele. Até então, para saber do diagnóstico final, são feitos procedimentos de biópsia invasiva na pele. No entanto, uma equipe australiana de cientistas criou recentemente um dispositivo de microbiópsia que é completamente indolor, muito menos invasivo e que não deixa cicatrizes. Leia mais para saber sobre essa incrível invenção!
 
Cientistas criam dispositivo indolor para detectar câncer de pele

Imagem: Tarl Prow 

As biópsias tradicionais podem assumir várias formas: os médicos podem extirpar uma amostra de pele grande usando um bisturi, perfurar um buraco na pele para remover um pequeno pedaço da carne, ou mesmo raspar uma camada de pele. Qualquer que seja o processo que eles usem, os pacientes normalmente ficam com uma ferida de alguns milímetros de largura e podem ter uma profundidade de 5 mm. Como essas biópsias normalmente deixam cicatrizes e podem até mesmo exigir pontos, esses procedimentos estão longe de ser os ideais, especialmente para locais sensíveis como o rosto. 

É por isso que Tarl Prow, professor e pesquisador do Future Industries Institute da Universidade da Austrália Meridional, decidiu inventar um dispositivo que coleta amostras de pele de uma forma muito menos invasiva. A agulha usada nas microbiópsias tem apenas 0,5 mm de largura e requer apenas um pedaço de pele com 0,4 mm de profundidade e 0,15 mm de largura a ser extirpado. Apenas por uma questão de comparação, as agulhas do dedo que os diabéticos usam podem ir a até 4 mm de profundidade.

Cientistas criam dispositivo indolor para detectar câncer de pele

Imagem: Tarl Prow 

Nos testes que a equipe de Prow realizou até agora, eles descobriram que as pequenas marcas de punção geralmente cicatrizam naturalmente dentro de 7 dias, não deixando nenhum tipo de marca ou cicatriz. O procedimento também causa muito pouca dor ao paciente, o que significa que é o mais adequado para crianças, e pode até excluir o uso de anestesia. Também é muito mais rápido do que uma biópsia regular, o que significa que mais testes podem ser realizados e a saúde de um paciente pode ser melhor monitorada ao longo do tempo. 

 

"Muitos de nós, quando atingimos uma certa idade, temos muitas dessas manchas cor-de-rosa em áreas expostas ao sol, e você simplesmente não pode e fazer biópsias em todos elas com técnicas convencionais", disse Prow. "Então, a ideia com a microbiópsia é que podemos aplicar, por exemplo, no rosto e na cabeça, onde você não quer fazer um procedimento cirúrgico para pegar uma pequena amostra e ver se ela é maligna ou não".

Cientistas criam dispositivo indolor para detectar câncer de pele

Imagem: Tarl Prow 

Com uma única microbiópsia, cerca de 200 células da pele são coletadas, o que é mais do que suficiente para identificar a maioria dos tipos comuns de câncer de pele. A equipe também acredita que ele pode ser usado para detectar outros tipos de doenças também. Pesquisadores da Universidade Técnica de Munique estão atualmente testando os dispositivos em erupções cutâneas em bebês. 

Além disso, pesquisadores no Brasil o estão usando para pesquisar infecções caninas parasitárias, enquanto pesquisadores da Universidade Hebraica de Jerusalém o utilizaram para testar várias doenças na África.

Cientistas criam dispositivo indolor para detectar câncer de pele

Imagem: Universidade da Austrália Meridional 

Os dispositivos de microbiópsia serão fabricados pela Trajan Scientific and Medical, e a equipe de Prow já está fazendo preparativos para um grande teste clínico que deve começar no final de 2019. Eles esperam ter um teste de diagnóstico aprovado disponível até 2023. 

Prow disse que "o desafio é realmente ampliar a produção e desenvolver o tipo de kits de patologia que precisamos para suportar diferentes doenças, começando com o câncer de pele". 

Fonte

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade