header print

10 Exemplos de Como Nutricionistas se Alimentam

 Sempre procuramos os nutricionistas quando queremos planejar um cardápio que nos ajude a perder peso, mas depois de ler esse artigo você vai querer obter aconselhamento profissional mesmo nos casos em que se sentir tonto, tiver um resfriado ou sentir dor abdominal inexplicada. Nesses casos, em vez de procurar primeiro o armário de remédios, pode simplesmente querer abrir a geladeira. As seções a seguir incluem alimentos que nutricionistas escolhem comer quando têm vários tipos de dor, e que você pode adotá-los como parte de seu kit de primeiros socorros.
 
1. Resfriados ou gripe
alimentação dos nutricionistas

"Quando fico resfriada no inverno, tomo uma sopa quente com gengibre, alho, frango e cenoura", diz Georgie Fear, uma nutricionista especializada em distúrbios gastrointestinais. “Os líquidos quentes ajudam a limpar as passagens nasais, e o gengibre e o alho podem ajudar no sistema imunológico e ainda aliviar dores no estômago. Os fluidos são importantes para o sistema imunológico fazer o seu trabalho, assim como as proteínas do frango, e da vitamina A nas cenouras.” Tudo isso ajuda o corpo a combater um resfriado, e sua combinação com sopa de legumes previne inflamações, e já que é uma das coisas mais fáceis de fazer, você não terá que gastar muito tempo na cozinha para sentir-se melhor.

2. Dor de cabeça
"Quando tenho uma dor de cabeça, geralmente é porque não me hidratei o suficiente ou pulei meu café da manhã", diz Pamela Bede, nutricionista esportiva e especialista em Ciências da Nutrição da Universidade de Miami. "Isso significa que vou beber água primeiro e, se isso não funcionar, acrescento alguma cafeína de java, rica em antioxidantes e potássio."

Se a recomendação parece estranha para você, note que a maioria das drogas que combatem dores de cabeça contêm cafeína. A cafeína contrai os vasos sanguíneos no cérebro, tornando-se uma solução rápida para reduzir dores de cabeça graves. No entanto, se a fonte de suas dores de cabeça é o estresse, Debra Nessel, nutricionista do Torrance Medical Center, na Califórnia, recomenda comer um punhado de amêndoas. "Elas agem como um analgésico porque contêm salicina, um agente contido em populares analgésicos de venda livre." Por causa disso, eles agem como remédios naturais para tudo e sempre ajudam com dores e sofrimentos.

3. Náusea
alimentação dos nutricionistas

Para acalmar o estômago, Nessel prefere adicionar um pouco de gengibre ao chá verde. "Você pode adicioná-lo a qualquer alimento, seja fresco ou em pó, para ajudar a aliviar dores no estômago e náuseas", diz ela. Esta recomendação está em consonância com a pesquisa realizada na Universidade de Exeter, no Reino Unido, onde o gengibre foi apontado como excelente em afastar problemas de náuseas e vômitos de todos os tipos, inclusive os causados pela quimioterapia. "Se a causa não for clara e eu me sentir enjoada, também vou comer alguns alimentos ricos em amido para ajudar a acalmar meu estômago", diz Fear, alegando que comer bolachas, salgadinhos ou cereais fará com que você se sinta melhor.

4. Crises de asma
Embora você não consiga separar-se completamente o seu inalador, ainda existem recomendações nutricionais que você pode aplicar e adotar com prazer. Comer mirtilos ou framboesa pode retardar os processos inflamatórios que desencadeiam as crises. Os polifenóis contidos nestas bagas são úteis para reduzir a sensibilidade do sistema imunológico e, portanto, útil na redução de ataques.

5. Dores menstruais
alimentação dos nutricionistas

"Porque muitas vezes eu quero comer tudo o que vejo, eu tento me abastecer de frutas frescas", afirma Fear. Os processos fisiológicos e hormonais que acompanham a menstruação fazem com que muitas mulheres desenvolvam um desejo por doces, mas açúcares processados em chocolates e outros lanches podem, na verdade, piorar vários sintomas menstruais. O açúcar natural na fruta, por outro lado, tem um baixo valor glicêmico, assim é possível aproveitar o sabor sem sofrer os efeitos colaterais. Ao mesmo tempo, a fruta é rica em potássio, que ajuda a regular o equilíbrio de fluidos no corpo, reduzindo assim o inchaço que também afeta algumas mulheres.

6. Inchaço
Enquanto a maioria de nós muitas vezes se sente pesado e inchado no final de uma refeição, alguns sofrem de tal inchaço quase regularmente. Isso pode prejudicar os hábitos alimentares e interromper a vida cotidiana, mas existem algumas soluções naturais que combatem esse fenômeno desagradável.

O nutricionista Alex Caspero, especialista em montar cardápios especiais para pessoas que sofrem do problema, observa que, quando ela mesma sente inchaço, ela escolhe temperar sua comida com 1-2 colheres de chá de açafrão. Esta especiaria contém um grande número de bioflavonoides, juntamente com outros componentes que regulam o sistema imunológico e previnem processos inflamatórios que promovem o inchaço. Como lanche, Caspero come edamame, cujas vagens verdes atacam a inflamação em várias direções, combinando ácidos graxos, isoflavonas e ômega-3.

7. Lesões esportivas
alimentação dos nutricionistas

Uma lesão na academia ou no final de uma corrida é muito desagradável e frustrante, mas você pode minimizar os danos e voltar a se exercitar rapidamente, aumentando a quantidade de proteína em sua dieta. Um estudo publicado na revista Sports Medicine, em 2015, descobriu que altos níveis de proteína ajudam o corpo a se recuperar mais facilmente de lesões e, ao mesmo tempo, evitam que os atletas percam massa muscular. Nos dias em que ela sente que está sobrecarregada, Fear aposta em um bife magro ou carne moída magra para fazer um molho para massas. Ela também recomenda adicionar Whey Protein a shakes e descansar bastante.

8. Ansiedade e estresse
Ataques de ansiedade podem atrapalhar sua vida e dificultar a execução de tarefas rotineiras, mas você ficará feliz em descobrir que existem algumas soluções saborosas que podem ajudá-lo. Todos os nutricionistas concordam que a chave é a adição de vitaminas B, como a vitamina B6 e B12. Essas vitaminas são essenciais para reduzir os níveis de ansiedade, relaxar os músculos e nervos e combater a depressão, e você pode encontrá-las em alguns vegetais verdes, como repolho, espinafre e aspargos. Para obter uma dose especialmente rica, você pode se beneficiar da vitamina B consumindo carne bovina, o que ajuda a aumentar os níveis de energia, ou peixe, que é uma ótima fonte de serotonina.

9. Ondas de calor
alimentação dos nutricionistas

As ondas de calor são um fenômeno que podem atacar homens e mulheres, independentemente de sua saúde geral, e aqueles que sofrem com isso podem se deparar com uma variedade de sintomas desagradáveis, independentemente do clima externo. Aqui, também, todos os nutricionistas concordam que existem algumas soluções para o problema difícil. Alguns optam por adicionar entre 1 e 2 colheres de sopa de semente de linhaça moída às suas refeições, já que a linhaça é conhecida por reduzir significativamente o calor da menopausa em um curto período de tempo. Outros nutricionistas optam por adicionar alimentos que incluam a vitamina C, como frutas cítricas e tomates, que tratam alergias e infecções, além de ajudar a aliviar as desagradáveis ondas de calor.

10. Alergias
"Eu tenho o azar de ter muitas alergias, por isso, se estou tendo uma crise, eu costumo comer menos alimentos processados, pois os aditivos podem desencadear uma resposta imunológica ainda pior", diz Bede. “Eu me concentro apenas em comer alimentos integrais, e se eu comer qualquer alimento embalado, eles contêm a menor lista de ingredientes possíveis.”

Se você tem sintomas de longo prazo, como espirros devido à exposição a ácaros ou mofo, tente aumentar a quantidade de peixe rico em gordura boa, como salmão e atum. Estes dois são alimentos anti-inflamatórios que podem ajudá-lo a se sentir melhor.

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade