maavaron
Você está sendo transferido para a página solicitada...
header print

Comer Fora Com Frequência Pode Não Ser Muito Saudável...

 Quem não gosta de jantar fora? Além de quebrar a rotina do dia a dia, é muito prazeroso provar novos sabores. No entanto, talvez você precise ter um pouco mais de cautela em relação a isso. Uma equipe de pesquisadores nos Estados Unidos descobriu que comer fora pode acabar aumentando a quantidade de ftalatos em seu corpo, que são substâncias químicas conhecidas por atrapalhar o equilíbrio hormonal no organismo.
 
comer fora aumenta o risco de contaminação por ftalatos, diz estudo

Este estudo é o primeiro a comparar a exposição ao ftalato em pessoas que preferem jantar fora com aqueles que preferem comer em casa. De acordo com o estudo, o nível de ftalato no organismo de pessoas que comem mais em casa são 35% menor do que aqueles que comem com frequência em restaurantes, lanchonetes e cafeterias.

"Este estudo sugere que alimentos preparados em casa têm menor probabilidade de conter altos níveis de ftalatos, produtos químicos ligados a problemas de fertilidade, complicações na gravidez e outros problemas de saúde", diz Ami Zota, professora assistente de saúde ambiental e ocupacional da Escola de Saúde Pública do Instituto Milken, da Universidade George Washington (Estados Unidos). "Nossas descobertas sugerem que comer fora pode ser uma importante e anteriormente sub-reconhecida fonte de exposição a ftalatos para a população dos Estados Unidos."

comer fora aumenta o risco de contaminação por ftalatos, diz estudo

De acordo com a autora principal do estudo, Julia Varshavsky, "mulheres grávidas, crianças e adolescentes são mais vulneráveis aos efeitos tóxicos de substâncias químicas que destroem hormônios, por isso é importante encontrar maneiras de limitar essas exposições". Ela também recomendou que "novos estudos investiguem as intervenções mais eficazes para remover os ftalatos do suprimento de alimentos". 

 

Um dos estudos anteriores da professora Ami Zota mostrou que indivíduos que comiam muito em fast food tinham 40% mais ftalatos no organismo do que as pessoas que raramente comiam esse tipo de refeição. No entanto, o estudo mais recente analisa a possibilidade de comer em um sentido muito mais amplo, e também inclui o que muitas pessoas consideram 'bons restaurantes'.

comer fora aumenta o risco de contaminação por ftalatos, diz estudo

Os pesquisadores usaram um método conhecido como 'exposição cumulativa de ftalato' para avaliar o risco de exposição ao mundo real de múltiplos ftalatos, que leva em conta a toxicidade relativa de cada tipo da substância. Há um grande número de produtos que são conhecidos por conterem ftalatos, como equipamentos de processamento de alimentos, recipientes para viagem, ou até mesmo as luvas usadas pelos manipuladores de alimentos. Pesquisas anteriores também mostraram que tais produtos químicos frequentemente saem da embalagem e contaminam o próprio alimento. 

Por isso, refeições caseiras podem ser a melhor maneira de limitar a exposição a esses produtos químicos. "Preparar comida em casa pode representar uma vitória para os consumidores", diz a profesora Ami Zota. "Refeições caseiras podem ser uma boa maneira de reduzir o açúcar, gorduras insalubres e sal. E este estudo sugere que pode não ter tantos ftalatos nocivos quanto uma refeição no restaurante". 

Fonte | Imagens

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
App Logo
Nosso app é fácil!