header print

Você Está Deprimido ou Apenas Triste?

Seja a morte de um ente querido, uma separação devastadora ou um filme super triste, muitas coisas na vida podem te deixar para baixo. E isso pode acontecer com qualquer um nem as pessoas mais otimistas do mundo são sempre felizes!

 

Sentir todos os sentimentos é normal e é bom. A tristeza é uma parte normal da gama de emoções que os humanos normalmente sentem, e ela vai e vem durante toda a vida, pois acontecimentos tristes vão e vêm também. 

Mas você desconfia que algum amigo ou familiar está deprimido e não consegue sair disso? Ou quem sabe você mesmo se sente assim? Saúde mental é um assunto importantíssimo! Portanto, veja como você pode diferenciar a tristeza da depressão, e o que fazer sobre isso para ajudar a si mesmo ou outra pessoa! 

 
É Depressão Ou Só Tristeza?

O que significa estar triste?

De maneira simplificada, podemos dizer que a tristeza é sempre atribuível a uma situação. Em outras palavras, você pode preencher o espaço em branco na seguinte frase: "Estou me sentindo triste porque _______".

Seja qual for o motivo ("eu terminei com alguém que amava", "meu avô morreu", "eu fui demitido do trabalho", "meu melhor amigo e eu tivemos uma briga"), a frase pode ser completada. 

Qualquer uma dessas situações iria deixar qualquer pessoa triste, mas se você consegue ver o lado positivo, pensar numa solução ou entende que isso é temporário, é provável que você esteja apenas passando por um momento de tristeza ou luto  emoções que fazem de você um ser humano. (Mas cabe aqui uma nota importante: você nunca deve sentir vergonha de procurar ajuda para quaisquer emoções ou situações pelas quais esteja passando, mesmo que seja apenas tristeza!)

Outro sinal de tristeza? Mesmo nas profundezas da sua miséria, você pode temporariamente se distrair da dor. Você pode encontrar alguma maneira de levantar o seu espírito, seja passando um tempo com os amigos, assistindo a um filme engraçado, tirando férias etc. 

Para deixar claro: não estamos subestimando a tristeza! Quando ela está relacionada à perda, decepção, necessidades não satisfeitas, uma separação/divórcio ou morte de alguém que amamos, ela pode ser intensa e durar várias semanas! 

No entanto, uma hora ou outra, a tristeza vai embora. Aos poucos, a pessoa vai se recuperando, os sentimentos negativos vão diminuindo e ela começa a se sentir melhor, mais leve, e até mesmo feliz de novo.

É Depressão Ou Só Tristeza?

E quando é mais do que apenas uma fase difícil?

Por outro lado, a depressão é uma condição de saúde mental persistente, de longa duração, e que interfere com a vida diária. Segundo a Organização Mundial da Saúde, mais de 120 milhões de pessoas sofrem de depressão no mundo inteiro, e o Brasil está no primeiro lugar do ranking entre os países em desenvolvimento, com cerca de 18% da população deprimida. 

A depressão afeta mais os aspectos do nosso bem-estar e funcionamento. Assim como a tristeza, um evento doloroso pode provocá-la, mas ao contrário dela, a depressão toma conta e nos arrasta para baixo de maneira muito mais forte e prolongada.

Pessoas que sofrem de depressão podem sentir:

  • Energia baixa;
  • Fadiga física;
  • Dificuldade em se concentrar;
  • Diminuição da libido;
  • Sentimentos de vazio, tristeza ou culpa;
  • Afastamento interpessoal;
  • Alterações de sono e apetite;
  • Pensamentos sobre suicídio;
  • E outros sintomas listados aqui.

Quando os sentimentos de tristeza se espalham e aparecem junto a esses sintomas, é aí que então passa a se tornar uma depressão clínica.

 

Além disso, preste atenção nos sentimentos de desesperança ou desamparo denominadores comuns do pensamento depressivo. Em outras palavras, a pessoa depressiva não tem nenhuma esperança para o futuro, se sente impotente para melhorar a situação e não consegue interromper ou ignorar estes pensamentos negativos.

A depressão pode ocorrer em diferentes graus. Se a pessoa sente-se persistentemente negativa ou melancólica, a depressão é mais leve. Entretanto, se esses sentimentos começam a interferir na vida diária, ela é muito mais séria. A pessoa pode parar de sair da cama, de limpar a casa, lavar as roupas, cuidar da higiene pessoal ou completar tarefas, sejam elas em casa, na escola ou no trabalho.

Dito de outra forma: uma pessoa triste pode não querer se levantar e ir ao trabalho, mas faz isso mesmo assim. Uma pessoa deprimida simplesmente não consegue sair da cama, a menos que os riscos sejam muito altos (por exemplo, ela sabe que vai ser demitida). A pessoa que está triste ainda vai sair com os amigos quando eles convidam, mas a que está deprimida vai ignorar suas mensagens e telefonemas.

É Depressão Ou Só Tristeza?

É depressão? Conheça mais sobre o tratamento.

Se você sente que está deprimido, não precisa ir a um psiquiatra logo de cara. Se você acha que é mais grave do que tristeza, primeiro tente falar com amigos que se preocupam com você, mas se isso não funcionar ou perceber que seus problemas são mais complexos, então é assunto para um bom profissional de saúde mental.

Se você está preocupado com alguém, converse com eles! Faça perguntas, mostre interesse, tente identificar se o problema é realmente depressão ou apenas tristeza, baseando-se no que explicamos até aqui. Se acha que a depressão é grave, não tenha medo de sugerir ajuda profissional.

O momento de precisar procurar ajuda profissional é diferente para cada um. Como regra geral, quando alguém não se sente mais capaz de lidar com as coisas por conta própria, ou sua condição está afetando sua vida diária (seu trabalho, relacionamentos, casa etc.), é hora de procurar tratamento. Embora possa ser assustador, quanto mais rápido você intervir, melhor será para todo mundo.

Comece procurando um bom psicólogo e, se necessário, ele fará o encaminhamento a um psiquiatra, caso seja necessário o uso de medicamentos. 

Uma vez que as causas da depressão são complexas e variáveis, também são os tratamentos. Pesquisas mostram que a psicoterapia é um primeiro curso de tratamento muito eficaz, principalmente a terapia cognitivo-comportamental (TCC). Trata-se de ajudar os pacientes a usar a si mesmos como instrumentos para mudar seu comportamento, permitindo-lhes ver o seu ambiente de forma mais positiva e realista.

Quando procurar ajuda, isso não significa que a pessoa vai precisar de terapia para o resto de sua vida (apesar de que muitas gostam tanto que acabam fazendo isso por conta própria!). Na verdade, aprendendo a usar as ferramentas apropriadas em terapia, uma pessoa deprimida pode começar a entender como controlar ou eliminar os sintomas sem medicação um aprendizado que não tem preço! 

Dito isto, apesar dos antidepressivos mais comuns serem prescritos de maneira exagerada, eles também têm o seu papel. Para os indivíduos com depressão moderada ou grave, transtorno bipolar ou depressão pós-parto, este pode ser o caso. As causas desses transtornos são muito complexas em termos da química do cérebro e, quanto mais complexa a sua condição, mais provável que a pessoa precise de um psiquiatra.

É Depressão Ou Só Tristeza?

É tristeza? Veja o que você pode fazer.

Entretanto, se você não acha que a pessoa (ou você!) está deprimida, mas mesmo assim está se sentindo para baixo, aqui estão alguns passos simples que podem ajudar a aliviar a carga mental.

1. Mudar alguma coisa

Para começar, basta mudar o que se está fazendo agora. Levantar-se, se movimentar, fazer algo com as mãos, tocar violão, desenhar, cozinhar... Parar por 20 minutos que seja para fazer alguma atividade criativa nos ajuda a voltar a olhar para o problema de um ângulo diferente e abordá-lo de outra maneira. 

2. Encontrar um motivo para rir

Ver um vídeo hilário no YouTube, ler um blog engraçado ou assistir a um filme de comédia pode nos ajudar a sair do estado temporário de tristeza. Entretanto, a melhor risada é aquela que é compartilhada: estar entre bons amigos é a melhor coisa que você pode fazer se está se sentindo triste.

3. Voluntariado

Embora isso exija um esforço extra, é sempre bom tentar pensar em outra pessoa. Conectarmos-nos com algo maior que nós mesmos  através do voluntariado por uma causa em que acreditamos  pode ser uma boa forma de levantar o espírito.

4. Ser gentil consigo mesmo

Finalmente, não se esqueça da autocompaixão. O cuidado consigo mesmo é uma excelente ferramenta para melhorar o humor! Coma bem, descanse, tire um tempo para atividades prazerosas, mime-se!

Então, o que devo tirar disso tudo?

A tristeza é uma emoção humana normal. A depressão é uma condição de saúde que afeta a vida de muitas pessoas de forma mais significativa. Tudo bem se você ou alguém que você ama se sente um pouco para baixo, porque nós sabemos que isso uma hora acaba e que há maneiras de ajudar a si mesmo e aos outros a chegar lá mais rápido.

Entretanto, se você acha que é algo mais profundo, vale a pena conversar com alguém, um profissional de saúde que possa te ajudar a descobrir a melhor maneira de viver a vida que nós todos merecemos!

Nota: As informações e sugestões contidas neste site são meramente informativas e não devem substituir consultas com médicos especialistas.
 

Crédito

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer: