header print

Não acredite nesses mitos sobre doação de sangue

O Editor: Anna D.

Doar sangue salva vidas – todos nós já ouvimos isso antes. Mas vamos verificar alguns fatos que apoiam essa afirmação. De acordo com a Cruz Vermelha Americana, uma doação de sangue pode salvar até três vidas, e alguém nos EUA requer uma transfusão de sangue a cada dois segundos. Todos os anos, milhões de vidas são salvas por causa de doações de sangue e hemoderivados. A doação de sangue pode ajudar pessoas feridas em acidentes, bem como aquelas em tratamento de câncer e que lutam contra doenças do sangue.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) explica ainda:

“A decisão de doar seu sangue pode salvar uma vida, ou mesmo várias, se o sangue for separado em seus componentes – glóbulos vermelhos, plaquetas e plasma – que podem ser usados individualmente para pacientes com condições específicas”.

Infelizmente, embora a doação de sangue seja um presente que salva vidas, pode ser uma tarefa intimidadora para algumas pessoas. Mal-entendidos ou equívocos sobre o processo tornam as pessoas mais relutantes. Então, hoje, vamos desfazer alguns mitos comuns sobre doação de sangue para facilitar a decisão das pessoas sobre o fato.

Mito 1: Se eu doar sangue, não terei o suficiente no meu próprio corpo

Blood Donation

A doação de sangue é segura, e qualquer indivíduo saudável que doar permanecerá saudável depois. Os médicos recomendam que as pessoas descansem por um dia e bebam líquidos após a doação. Após cerca de 48 horas, seu corpo irá repor o volume de sangue perdido. Em cerca de quatro a oito semanas, seu corpo substituirá completamente os glóbulos vermelhos que você doou.

Algumas pessoas podem experimentar efeitos adversos, como fraqueza ou tontura após a doação. Mas os médicos dizem que esses sintomas desaparecem por conta própria. Apenas certifique-se de beber líquidos e fazer um lanche leve depois.

Mito 2: Idosos não podem doar sangue

blood donation, senior

Isso não é verdade. A Cruz Vermelha Americana diz que pessoas com mais de 16 anos e 50kg (no mínimo) são elegíveis para doar sangue. Eles também afirmam que não há limite de idade para doação de sangue, desde que a pessoa seja saudável e não tenha restrições ou limitações em suas atividades. Essas regras diferem em alguns países. No Reino Unido, por exemplo, os doadores devem ter entre 17 e 66 anos.

Segundo a OMS, alguns países permitem que doadores regulares com mais de 65 anos doem sangue a critério de um médico responsável.

Mito 3: Eu tomo remédio, então não posso doar sangue

Em quase todos os casos, os medicamentos não o desqualificam para doar sangue. De acordo com a Cruz Vermelha Americana, a elegibilidade de um doador será baseada no motivo pelo qual o medicamento foi prescrito. Se você estiver saudável e sua condição estiver sob controle, é provável que a doação de sangue seja permitida.

Remédios de ervas, suplementos nutricionais e medicamentos homeopáticos orais de venda livre também são permitidos. Leia o detalhamento completo dos medicamentos que afetam a elegibilidade para doação no site da Cruz Vermelha Americana. Você pode usar o Google Translator, se precisar. Os critérios são válidos para o Brasil e Portugal também.

Mito 4: Posso contrair infecções perigosas ao doar sangue

Blood Donation, medication

Os médicos dizem que não há risco de contrair uma infecção ao doar sangue. Uma nova agulha estéril é usada a cada nova doação de sangue e imediatamente descartada. Portanto, quase não há chance de pegar uma infecção ao doar sangue se o hospital em que você está doando sangue seguir todas as regras. 

Mito 5: Você não pode doar se já teve COVID-19

Covid

Só porque você teve COVID-19 no passado não significa que você não poderá doar sangue no futuro. Especialistas em saúde dizem que os doadores precisam estar livres de quaisquer sintomas por pelo menos duas semanas. Se você está se recuperando do COVID-19 ou apresenta sintomas semelhantes aos do COVID, não tente doar sangue. Você deve estar descansando e isolado.

Mito 6: Você só pode doar sangue uma vez por ano

Isto é falso. Como mencionamos anteriormente, as células sanguíneas levam até oito semanas para serem reabastecidas. Depois disso, é seguro doar sangue novamente. A Cruz Vermelha Americana diz que você pode doar sangue a cada 56 dias até 6 vezes por ano. 

Mito 7: A doação de sangue é demorada 

time, blood donation

De acordo com a Cruz Vermelha Americana, a doação de meio litro de sangue total leva de 8 a 10 minutos. Os tempos de registro e processamento variam, mas normalmente levam entre 30 e 60 minutos. Após o registro, você geralmente precisa responder a algumas perguntas sobre sua saúde e histórico de viagens. Isso é seguido por um breve exame físico para determinar se você é elegível para doar sangue. É isso.

Portanto, se você planeja doar sangue, não hesite em pensar que levará muito tempo. Não vai.  

Mito 8: Você não pode doar se tiver pressão alta ou colesterol alto

High Blood pressure

Ter níveis elevados de colesterol no sangue não o desqualificará para doar sangue, desde que você seja saudável.
Além disso, você pode doar sangue se sua pressão arterial estiver abaixo de 180 sistólica (primeiro número) e abaixo de 100 diastólica (segundo número), diz a Cruz Vermelha Americana. Mesmo medicamentos para pressão alta não o desqualificam para doar. A Cruz Vermelha fornece uma lista detalhada dos critérios de elegibilidade para doar sangue.

Mito 9: Um número suficiente de pessoas doa sangue. Não há necessidade de eu fazer isso

done blood

Infelizmente, isso não é verdade. O sangue tem uma vida útil limitada e não pode ser fabricado fora do corpo humano. Os glóbulos vermelhos doados têm uma vida útil de até 42 dias, enquanto as plaquetas doadas devem ser usadas dentro de 5 dias. Portanto, a oferta deve ser constantemente reabastecida, havendo sempre a necessidade de mais doadores de sangue.

As estatísticas mostram que apenas cerca de 37% da população dos EUA é elegível para doar sangue – menos de 10% desses doadores em potencial doam sangue regularmente. Os bancos de sangue podem, às vezes, ter uma escassez crítica de alguns tipos de sangue. No início deste ano, os Estados Unidos tiveram uma escassez nacional de sangue durante a pandemia de COVID-19. Então, se você é elegível, é sempre uma boa ideia arregaçar as mangas e marcar uma hora para doar sangue.

Compartilhe este post com seus entes queridos...

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Continue com: Facebook Google
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Continue com: Facebook Google
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade