header print

Refrigerantes Diet Podem Prejudicar Seu Corpo e Sua Mente

 Se dissermos que refrigerantes não são a opção mais saudável de bebida, duvido que você fique chocado com a "revelação". Além disso, se dissermos que a alternativa de refrigerantes chamados “diet” também não são a primeira escolha dos experts da saúde e da boa forma, imaginamos que isso também não o impressionará.

As pessoas não bebem refrigerantes diet porque acham que são saudáveis. Mas porque gostam de refrigerantes e imaginam que as versões dietéticas são mais saudáveis em comparação com a principal alternativa da marca. Exceto que pode não ser o caso.

 
sem açúcar

Refrigerantes Diet, alternativamente comercializados como sem açúcar ou bebidas de baixa caloria, são refrigerantes que empregam adoçantes artificiais para dar às bebidas a sua doçura que geralmente têm. Os adoçantes artificiais têm sido objeto de debates, pesquisas e especulações sobre sua efetividade e perigos potenciais.

Alguns adoçantes artificiais foram banidos por algum tempo nos Estados Unidos devido ao receio de que fossem carcinogênicos (ligados ao desenvolvimento de células cancerígenas). No entanto, os testes que demonstraram sua ligação com o câncer foram conduzidos em roedores e não foram reproduzíveis em seres humanos, incentivando o FDA (Administração de Alimentos e Medicamentos nos EUA) a fazer a proibição. No Brasil os refrigerantes diet nunca foram proibidos, mas há vários alertas sobre seus males à saúde.

Mas a controvérsia se recusou a diminuir, e estudos mais recentes nos deram muitas razões para nos preocuparmos com o consumo de refrigerantes diet.

1. Beber regularmente refrigerantes dietéticos pode causar acidente vascular cerebral e doenças cardíacas
sem açúcar

De acordo com um estudo publicado recentemente no Stroke, uma revista médica associada à Associação Americana do Coração, beber regularmente refrigerantes artificialmente adoçados pode estar ligado a maiores chances de complicações do derrame e do coração.

Dos participantes do teste, aqueles que beberam duas bebidas dietéticas diariamente (em vez de semanalmente ou nada) mostraram uma probabilidade 23% maior de sofrer um derrame geral, 29% mais propensos a desenvolver complicações cardíacas e 31% ter um acidente vascular cerebral isquêmico (relacionado ao coágulo).

2. Bebebidas sem açúcar na verdade induzem obesidade e diabetes
sem açúcar
Um estudo recente de 2017, publicado na revista médica Relatórios Atuais de Gastroenterologia, lançou uma grande sombra sobre a alegação de que adoçantes artificiais ajudam na perda de peso, na verdade, demonstrando que o oposto era verdadeiro e que eles estavam ligados à obesidade. Um segundo estudo que foi apresentado na reunião da Biologia Experimental de 2018 corroborou esses achados e até mostrou que, ironicamente, adoçantes artificiais podem causar ou exacerbar o diabetes.
3. Bebidas adoçadas artificialmente podem desencadear depressão
sem açúcar
Um estudo de 2014 publicado no PLOS Um Jornal mostrou que há uma correlação entre o consumo de refrigerantes diet e taxas mais altas de depressão. O estudo não se aprofunda no mecanismo que pode explicar por que isso acontece, nem prova que a correlação, neste caso, significa causa, mas mostrou que as pessoas que bebem refrigerantes e bebidas diet sofrem mais de depressão do que aqueles que bebem a bebida natural com açúcar, alternativas de outros açúcares ou com nenhum açúcar.
4. Bebidas diet são viciante
sem açúcar

A combinação de cafeína e adoçante artificial do aspartame em refrigerantes dietéticos pode muito bem causar dependência física, com numerosos casos de pessoas que parecem beber compulsivamente.

De acordo com um estudo publicado em 2008 na NeuroImage, os adoçantes artificiais desencadeiam a mesma sensação de prazer em nosso cérebro como o açúcar, no entanto de forma incompleta. De acordo com o Dr. Martin P. Paulus, um dos autores do estudo, o resultado é que o cérebro quer mais do material, a fim de atingir a alta açucarada que tanto almeja.

5. Eles estão associados a pressão arterial mais alta
sem açúcar
Em 2016, o Jornal de Hipertensão publicou um teste realizado com uma população de 512 alunos do quinto ano, dos quais alguns bebiam refrigerantes, outros frequentemente tomavam refrigerante dietético e outros não bebiam. Previsivelmente, os bebedores de refrigerantes tiveram uma pressão arterial mais alta do que aqueles que se abstiveram deles. Imprevisivelmente, os bebedores de refrigerantes dietéticos tinham pressão arterial maior do que os dois grupos.
6. Está associado a um duplo declínio da função renal
sem açúcar
Um teste realizado com bebedores de bebidas açucaradas e artificialmente adoçadas tentou encontrar uma correlação com o declínio na taxa de filtração glomerular (uma medida da função renal). O estudo de 2011, que foi publicado no CJASN, mostrou uma correlação clara entre beber regularmente refrigerantes diet e função renal reduzida, onde beber duas ou mais dessas bebidas por dia estava ligado a um aumento de duas vezes do declínio da função renal. Nenhuma correlação foi encontrada ligando refrigerantes adoçados com açúcar ao declínio renal.
7. Isso estraga seus dentes
sem açúcar

Um artigo publicado na Odontologia Geral, em 2013, mostra que o dano acídico aos dentes de um refrigerante dietético habituais corta o esmalte que protege os dentes, tornando-os suscetíveis a todos os tipos de riscos. A erosão dental associada à alta acidez da bebida é surpreendente.

Infelizmente, os jovens não são excessivamente intimidados pela noção de danos a longo prazo ao seu corpo, até que a ameaça se torne realidade. A higiene dental, em particular, é fácil de ignorar até que você se encontre dependendo da dentadura para comer e falar.

8. Pode estar ligado à demência e à doença de Alzheimer
sem açúcar

Em um estudo de 2017 publicado na revista Stroke, os participantes com mais de 60 anos foram testados de acordo com suas preferências alimentares e hábitos de consumo durante um período de dez anos. O que os pesquisadores descobriram foi realmente alarmante: os consumidores habituais de refrigerantes dietéticos tinham cerca de três vezes mais chances de sofrer de demência por todas as causas, assim como a doença de Alzheimer. Em bebidas açucaradas não foi encontrada nenhuma ligação com desenvolvimento de demência.

Em resumo, embora a maioria dos estudos aqui demonstre correlação e não estabeleça a causa com os vários riscos à saúde apresentados, o grande volume de evidências deve fazer com que você evite refrigerante. A verdade simples é que a única alternativa saudável aos refrigerantes é não bebê-los.

Fonte de imagem: clementine momwww.MedicalGraphics.de 

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade