header print

A Ligação Entre Temperatura e Pressão Alta

O Editor: Bruna Santos
 Finalmente uma boa notícia para quem sofre de hipertensão: de acordo com um estudo recente da Universidade Pública de Londres, a University College London (UCL), parece que existe uma ligação entre pressão alta e as temperaturas frias em ambientes internos.
 
hipertensão e baixas temperaturas

Os pesquisadores da UCL compararam as leituras da pressão sanguínea das pessoas com a temperatura de suas casas e descobriram que, quanto mais fria, maior a pressão sanguínea.

De acordo com o autor sênior Dr. Stephen Jivraj, sua pesquisa "ajudou a explicar as taxas mais altas de hipertensão, assim como o potencial aumento nas mortes por derrame e doenças cardíacas nos meses de inverno, sugerindo que as temperaturas internas devem ser levadas mais a sério no diagnóstico, decisões de tratamento e em mensagens de saúde pública".

Ele também acrescentou que "entre outras mudanças na alimentação e no estilo de vida que as pessoas podem fazer para reduzir a pressão alta, nossas descobertas sugerem que manter as casas um pouco mais quentes também pode ser benéfico". (Este certamente não seria um problema nas casas brasileiras!)

hipertensão e baixas temperaturas

A equipe descobriu que cada diminuição de 1°C na temperatura levou a um aumento de 0,45 mmHg na pressão arterial diastólica e 0,48 mmHg na pressão arterial sistólica. Idealmente, sua pressão arterial deve estar entre 90/60 mmHg e 120/80 mmHg, de acordo com o Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido.

Os pesquisadores identificaram os sujeitos do estudo usando dados do ‘Centro de Pesquisa de Saúde da Inglaterra’. Participantes voluntários foram inicialmente entrevistados através de um questionário, antes de receberem visitas domiciliares de equipes de enfermagem. Um total de 4.659 participantes foram visitados, e os enfermeiros foram encarregados de fazer uma leitura da temperatura interna em sua sala de estar, bem como medir a pressão sanguínea dos participantes.

A equipe levou em conta potenciais fatores de confusão, como temperaturas externas e privação, a fim de identificar uma associação independente com a temperatura interna. Eles descobriram que as pressões arteriais diastólica e sistólica médias eram 70,51 mmHg e 121,12 mmHg, respectivamente, nas casas mais quentes, enquanto 74,52 mmHg e 126,64 mmHg, respectivamente, nas casas mais frias.

hipertensão e baixas temperaturas

Os pesquisadores notaram que o efeito da temperatura interna na pressão sanguínea era mais potente entre os indivíduos que não faziam exercícios regulares. Isto infere que ser ativo poderia mitigar o risco de viver em um ambiente interno mais frio, enquanto pessoas sedentárias precisam de uma temperatura interna mais quente para um melhor gerenciamento da pressão arterial.

O coautor Hongde Zhao sugere que "os médicos levam em consideração a temperatura interna, já que isso poderia afetar o diagnóstico se alguém tiver hipertensão limítrofe, e pessoas com lares mais frios também podem precisar de doses mais altas de medicamentos".

A equipe alega que a descoberta sugere que ter aquecimento adequado nas casas quando está frio pode ajudar a reduzir os casos de hipertensão e riscos cardiovasculares associados, especialmente entre aqueles com maior risco de ter pressão alta, como idosos e pessoas com histórico familiar de pressão alta.

hipertensão e baixas temperaturas
Embora o estudo não tenha identificado um limiar de temperatura interna adequado, a equipe sugere manter as salas de estar a 21°C ou mais. De acordo com o Dr. Jivraj, "as descobertas demonstram apoio a programas de benefícios, como o Winter Fuel Payment (benefício estadual, pago uma vez por ano, para cobrir custos adicionais de aquecimento durante o inverno no Reino Unido), que pode ser estendido para permitir que todos aqueçam suas casas sem se preocupar com o custo financeiro".

Fonte 

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade