header print

9 Dicas Para Facilitar o Aprendizado Das Crianças!

 Alguma vez você já se perguntou sobre a ciência por trás de como aprendemos? Afinal, é essa habilidade que afeta a nossa capacidade de absorver e reter informações. A ciência cognitiva é dedicada a estudar como as pessoas realmente aprendem, e as pesquisas e descobertas feitas neste campo até os dias de hoje tiveram um grande impacto sobre criar, recriar e moldar diferentes métodos de ensino em instituições acadêmicas do mundo tudo. Baseado nisso, aqui estão 9 dicas para ajudar você, seus filhos e netos aprenderem mais rápido:
 
1. Habilidades são mais fáceis de aprender por meio de partes individuais.
poda sináptica educação

Vamos pegar o exemplo de aprender a tocar um instrumento, como violão. Esse processo começa primeiro pelos acordes mais fáceis, assim como a forma de dedilhar o instrumento corretamente e colocar os acordes juntos. Quando mais acordes a pessoa aprende, o processo gradualmente evolui, até aprender a tocar o instrumento por completo. Este conceito é aplicável à aprendizagem mecânica e baseada em fatos.

2. O processo de multitarefas não funciona para armazenar novas informações

Embora muitos acreditam que é justamente o contrário, a multitarefa é realmente um mito. O cérebro humano é simplesmente incapaz de prestar atenção igualmente a duas tarefas simultâneas. Usando o raciocínio acima, a melhor maneira sobre a aprendizagem de mais tarefas é distribui-las em etapas individuais. Além disso, também é absolutamente crucial dedicar a sua energia e atenção em cada passo. Saiba que, quando você se distrai, pode levar cerca de 25 minutos para recuperar o seu foco na tarefa na qual estava executando ou tentando aprender.

O melhor é fazer as coisas passo a passo, ao invés de uma multitarefa. Se você tentar aprender algo novo, tudo de uma vez, é provável que você terá uma compreensão parcial das várias habilidades ou conceitos diferentes que precisa aprender, sem dominar 100 por cento cada uma.

3. Escreva o que você aprendeu para memorizar.
poda sináptica educação

Um estudo de 2014 descobriu que estudantes que reservaram um tempo para escrever o que estavam estudando ou aprendendo conseguiram se lembrar com mais facilidade, quando comparado a pessoas que digitaram os dados no computador. Além disso, eles também eram melhores em resolver problemas mais complexos e sintetizar informações.

Os pesquisadores enfatizaram que o simples ato de tocar fisicamente a caneta no papel cria um vínculo cognitivo muito mais forte para o material que está sendo escrito, muito mais do que digitar, pois o ato de digitar é muito rápido, e não há tempo para retenção de ideias e informações. Por isso, o ato de escrever reforça as ideias diretamente, o que leva a melhora no aprendizado.

4. Erros devem ser comemorados.
Fundamentalmente, o processo de aprendizagem está interessado em fazer tentativas, falhar sobre elas e, em seguida, encontrar uma lição ou solução sobre o que causou a falha e como evitá-la em uma nova tentativa no futuro. A ciência cognitiva mostrou que o cérebro realmente reserva um espaço para os erros que cometemos. Ele faz isso para que possamos voltar às memórias, para fazer melhor em nossa próxima tentativa.

 
5. O otimismo ajuda a alcançar o sucesso
poda sináptica educação

É muito importante que as crianças encarem o ensino e o aprendizado como uma grande exploração de coisas novas. Isso vai ajudar a incutir um senso de determinação, que irá ajudá-los quando o processo de aprendizagem ficar mais difícil. Por outro lado, se o processo de aprendizagem é conduzido com muito reforço negativo, as crianças podem acabar tendo ansiedade e excesso de dúvidas, sentindo-se perdidas, e isso é a antítese da aprendizagem positiva.

6. Crie temas e tópicos para tornar a aprendizagem tão emocionante quanto possível
Isso é importante para o ensino de fatos mais difíceis e estranhos de aprender. Se é possível colocar um pouco de senso de humor no assunto no qual está sendo ensinado, então as chances de aprender e memorizar são muito maiores.

Um exemplo disso é quando um ex-campeão de memória americano chamado Joshua Foer, autor de livros sobre o assunto, memorizou um baralho completo de cartas em menos de dois minutos, associando cada cartão com uma imagem estranha. O mesmo pode ser feito com as crianças para aprendizados como a tabuada.

7. Leitura rápida = aprendizado mais rápido.
poda sináptica educação

Treinar o cérebro para processar palavras de forma mais rápida é ótimo para acostumá-los a ler frases inteiras, ao invés de imaginar cada palavra individualmente, o que torna tudo mais lento. A premissa desta ideia é simples – uma leitura mais rápida permite uma aprendizagem mais rápida. A melhor maneira de conseguir isso é pegar o ritmo da leitura de forma gradual, aumentando aos poucos.

8. A prática leva à perfeição
Estudos científicos têm demonstrado que uma forte ética de trabalho, pode ter um impacto muito positivo sobre o seu cérebro. Um exemplo disso, foi um estudo de 2004 que demonstrou que o ato de malabarismo produziu mais massa cinzenta no cérebro, e quando as pessoas desse estudo deixaram de fazer esses malabarismos, a massa cinzenta desapareceu.

Na neurociência, este processo é conhecido como poda sináptica, e refere-se a novas vias que são formadas no cérebro, como resultado de fazer um ato repetidas vezes. Em algum momento, as conexões neurológicas recém-desenvolvidas tornam-se um elemento permanente no cérebro de um indivíduo.

9. Use o que você sabe para aprender o que você não faz.
poda sináptica educação

Às vezes, as crianças têm problemas em uma nova área de aprendizagem e estudos. Por isso, é sempre uma boa ideia ajudá-los associando o assunto com outro no qual eles já estão familiarizados. Esta é uma prática conhecida como aprendizagem associativa.

Um exemplo disto é um estudante que gosta de futebol. Embora ele pode achar que seja difícil compreender os conceitos relacionados ao cálculo diferencial, ele pode ser capaz de compreendê-los mais facilmente se as semelhanças entre um passe de futebol espiral e a inclinação de uma curva, forem descritos dessa forma, de acordo com os cálculos. O estudante, dessa forma, consegue visualizar o conceito sendo aplicado e, assim, consegue absorver com mais facilidade.

Fonte: Sience Alert

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer: