header print

8 Sinais Que Podem Indicar Câncer de Ovário

O câncer de ovário é um assassino silencioso, sem sintomas visíveis nos estágios iniciais. Entretanto, isso não significa que não seja curável. Embora muitas pessoas considerem o câncer uma sentença de morte, atualmente, não é mais assim. A Oncologia é uma área médica bem desenvolvida e muitos cânceres são curáveis com o tratamento certo, na hora certa. O importante é diagnosticá-lo o quanto antes para evitar que se espalhe, pois seus sintomas iniciais são vagos e podem facilmente ser confundidos com diversos problemas. A atitude mais saudável é manter um equilíbrio entre a negação e a hipocondria. 

 

Apenas 1% dos sintomas iniciais de câncer de ovário realmente correspondem à doença. Embora não haja um método de detecção absolutamente confiável para o câncer de ovário em estágio inicial, os médicos fazem uso de exames pélvicos, exames de ultrassom e exames de sangue com marcadores genéticos de câncer para diagnosticar a doença. Enquanto os cientistas estão ocupados, pesquisando para preencher essa lacuna no campo do diagnóstico médico, é importante que você conheça e ouça o seu corpo. Este guia irá ajudá-la a descobrir os fatores de risco e sinais de alerta precoces.

Fatores de risco

Embora a causa do câncer de ovário seja desconhecida, alguns fatores podem aumentar suas chances de se desenvolver.

 

Idade: O câncer de ovário tende a ocorrer em mulheres com idade superior a 60 anos, com mais de 50% de todos os diagnósticos atingindo a este grupo etário. Mulheres com mais de 50 anos também estão em situação de risco elevado. Porém, a idade não é garantia de proteção contra o câncer, pois há casos de câncer de ovário também em mulheres nos seus 20 anos.

 

Histórico familiar: A herança genética pode aumentar a probabilidade de uma mulher desenvolver câncer de ovário. Um histórico familiar de câncer de ovário, câncer de mama ou câncer de cólon fortalece sua suscetibilidade à doença. Os genes BRCA1 e BRCA2, conhecidos como os genes do câncer de mama, foram inicialmente ligados apenas à detecção de chances de desenvolvimento de câncer de mama, mas  pesquisas posteriores revelaram que esses genes também indicam câncer de ovário.

 

Histórico da menstruação: Foi demonstrado que o número de menstruações que uma mulher tem em sua vida correlaciona-se com o aumento da probabilidade de desenvolvimento de câncer de ovário. Mulheres que começaram a menstruar jovens, nunca deram à luz, ou chegaram à menopausa numa idade mais avançada (após os 50 anos) possuem maior predisposição para desenvolver câncer de ovário do que aquelas que tiveram menos períodos de menstruação.

 

Certos medicamentos: Várias e sérias pesquisas indicaram que a terapia de reposição hormonal após a menopausa, ou o consumo de grandes doses de hormônios para tratamentos de fertilidade podem aumentar as chances de desenvolver câncer de ovário.

 

Outros fatores de risco que tornam mais prováveis a ocorrência de câncer de ovário incluem o tabagismo, a obesidade, a utilização de um DIU (dispositivo intrauterino) ou síndrome do ovário policístico.

 

8 sinais de alerta precoce

Um ou vários destes sintomas oferecem motivo suficiente para preocupação legítima. Se eles persistirem por mais de duas semanas, consulte o seu ginecologista.

 

1. Prisão de ventre. Câncer de ovário também pode provocar alterações nos seus movimentos intestinais.

 

2. Dor pélvica. Pode variar entre uma sensação de desconforto na região pélvica e uma dor intensa e se pausa, que também pode ser sentida no abdômen.

 

3. Necessidade frequente de urinar com urgência. Em mulheres mais velhas, isso pode ser um sinal de enfraquecimento dos músculos do assoalho pélvico ou uma infecção urinária, mas este sintoma também pode ser um sinal de câncer de ovário.

 

4. Abdômen inchado ou estufado. Seu estômago aumenta de tamanho, e você se sente particularmente inchada e cheia de gás. Isto é facilmente detectável quando suas roupas começam a ficar mais apertadas na região da cintura e quadris, sem ganho de peso em outro lugar.

 

5. Fadiga. Embora tenha dormido o suficiente, você ainda se sente muito cansada e sem energia.

 

6. Dor durante as relações sexuais.

 

7. Dor na parte inferior das costas. Este sintoma é especialmente relevante se a dor começa na região pélvica.

 

8. Perda de apetite, sentir-se satisfeito rapidamente. Perda de peso inexplicada.

Fonte: healthyandnaturalworld

 

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer: