header print

5 Tipos de Pais Que Podem Prejudicar os Filhos

 

O relacionamento com nossos pais nos influencia por toda a vida e molda nossa personalidade, comportamento, confiança e autoestima. Todos almejam fazer parte de uma família feliz e bem estruturada em termos de amor e companheirismo, mas nem todos têm isso em suas casas. Por isso, a questão que se destaca é: o que acontece se crescermos em uma família com pais “difíceis”?

A psicóloga e escritora americana Terri Apter publicou um livro no qual ela aborda extensivamente o tema. Em Difficult Mothers: Understanding and Overcomig Their Power (Mães Difíceis: Compreendendo e Superando Sua Força), ela descreve e define 5 tipos de pais nocivos, e as formas pelas quais você pode transformar em pontos positivos todos os impactos negativos que eles deixaram. É também uma boa alternativa para quem está criando seus filhos ou até mesmo netos, para que sejam saudáveis, felizes e bem-sucedidos. Abaixo, veremos os tipos de pais que podem ser danosos às crianças.

 
5 Tipos de pais que podem ser prejudiciais aos filhos

1. Pais bravos
Sabemos que tomar conta de crianças não é fácil, e que vamos perder o controle uma vez ou outra e sucumbir à raiva, principalmente em situações de cansaço e estresse. Embora a criança não goste quando os pais ‘explodem’ em momentos de raiva, isso não é prejudicial se ocorrer uma vez ou outra. O problema real é quando isso é constante e os pais usam essa raiva para controlar a família.

Quando a raiva está constantemente pairando sobre elas, as crianças estão sempre em estado de alerta, à espera da próxima explosão emocional. Além do dano emocional que isso causa, essas situações estressantes podem causar danos físicos aos cérebros das crianças no longo prazo. Quando elas estão sob esse estresse constante, seus cérebros produzem menos conexões mentais que são necessárias para a regulação emocional.

Consequentemente, essas crianças são incapazes de se acalmarem e controlar suas reações, e elas podem levar isso para a vida adulta. Na verdade, muitos adultos afirmam que ainda ficam nervosos ao verem seus pais irritados e crescem com a sensação de que tudo o que eles fazem é errado.

Essas pessoas eventualmente se tornarão adultos inseguros que farão qualquer coisa para agradar aos outros. Se você se identifica com isso, a vantagem é que você é uma pessoa que preza pela simpatia, porque sabe como acalmar os outros em situações embaraçosas. No entanto, não deixe que suas inseguranças tomem conta da sua personalidade – deixe que os outros vejam o seu eu verdadeiro, sem medo de cometer erros, pois todos nós somos humanos.


5 Tipos de pais que podem ser prejudiciais aos filhos

2. Pais controladores
Pais controladores tentam assumir todos os aspectos da vida dos filhos, até o ponto em que eles vão querer dizer o que devem ver, sentir e desejar. Em uma relação saudável entre pais e filhos, o controle é usado para moldar valores gerais e transmitir regras claras, mas, ao mesmo tempo, eles escutam as necessidades da criança e respeitam a capacidade dela de tomar suas próprias decisões.

Por outro lado, pais controladores têm a tendência de transmitir mensagens prejudiciais, como "Eu sei exatamente quem você é ", ou "você precisa ser esse tipo de pessoa e isso é mais importante do que você pensa". Este tipo de pais se acha no direito de tomar decisões sobre os filhos o tempo todo.

As crianças que ouvem constantemente que "as mães sempre estão corretas" se tornam crianças que não confiam em suas necessidades e potencialidades. Uma simples decisão por conta própria pode fazer com que elas sofram de ansiedade. Essas crianças muitas vezes tendem a mentir mais, pois dirão qualquer coisa para agradar seus pais. Se você sente que sofreu no passado com esse tipo de situação, saiba que há um lado bom nisso. Você provavelmente pesa cuidadosamente seus pensamentos e opiniões antes de expressá-los para os outros, que podem não concordar com você e te levar para uma discussão desnecessária.

No entanto, mesmo como adultos que não estão mais perto dos pais, você ainda pode levar muitas cicatrizes da infância. Se você compartilha suas experiências e medos com alguma pessoa querida ou bom profissional, então provavelmente poderá identificar alguns pontos problemáticos que ainda te afetam. O recomendado é que você supere a falta de controle e o silêncio do passado criando uma lista com todas as coisas que te afetam e então tentar transformá-las em uma lista de metas e aspirações que vão te acompanhar na sua jornada de realização e expressão.

5 Tipos de pais que podem ser prejudiciais aos filhos
 

3. Pais narcisistas
O narcisismo torna as pessoas egocêntrica demais e que não se preocupa com os outros. E quando isso se aplica aos pais, as crianças geralmente sofrem de falta de expressão e carinho emocional – o que é importante para todas as idades. Este tipo de pai ou mãe vê qualquer chamada de atenção como competição. Por exemplo, uma criança que diz a seus pais que está cansada pode ouvir algo como "você não sabe o que é estar cansado, eu sim estou cansado, pois trabalhei o dia todo”.

Essa maneira egocêntrica de pensar faz com que esses pais vejam seus filhos como um reflexo de si mesmos e, portanto, eles têm que ser melhores em tudo para que possam se comparar com eles. Esta é uma situação muito confusa para uma criança que está sob pressão constante para alimentar o ego de seus pais, juntamente com a expectativa de ser perfeita.

Pais narcisistas anseiam atenção e admiração, algo que decorre de baixa autoestima. E não importa o quanto a criança tente agradar os pais, eles sempre encontrarão insatisfação, independentemente de seus esforços. Pessoas narcisistas também têm relacionamentos frágeis, porque o ego está ferido por coisas menores; eles podem até mesmo cortar seus relacionamentos com amigos ou puni-los com o propósito de machucá-los emocionalmente. Crianças que crescem nesta situação muitas vezes têm medo de que o relacionamento com os pais possa ser quebrado em qualquer momento, então eles nunca devem decepcioná-los.

Se você cresceu assim, saiba que sua vantagem na vida é a capacidade de ser uma pessoa diplomática e paciente, e define metas que não são fáceis de alcançar sem desistir de si mesmo. Por outro lado, há uma chance de que, à medida que você se acostuma a esse comportamento, não valoriza suas realizações ou abandona oportunidades de tentar coisas novas, temendo que não seja bom o suficiente. Para ajudar a superar isso e obter uma sensação mais profunda de autossatisfação, faça uma lista de todas as coisas que você alcançou em sua vida, além de coisas que te satisfazem.

5 Tipos de pais que podem ser prejudiciais aos filhos

4. Pais invejosos
Os pais querem ver seus filhos felizes, mas, para pais invejosos, o sucesso de seus filhos pode realmente induzir à hostilidade. Uma criança que chega da escola com boas notícias espera ver um sorriso no rosto de seus pais, mas quando se trata de um pai invejoso, eles serão confrontados com um rosto irritado e insatisfeito e ouvir um comentário como "Um dia você entenderá que não é tudo aquilo que você pensa que é". Em casos menos extremos, o pai parecerá entusiasmado no início, mas depois de alguns minutos mudará seu tom e se concentrará em diminuir a realização da criança usando frases como: "Entendi, agora você pode fazer menos barulho?", ou "Ok, entendi, agora pode parar de mostrar?"

Em vez de reforçar a autoconfiança da criança e mostrar todos o potencial que elas têm, pais invejosos podem negar o sentimento de independência e orgulho que deveriam sentir. Este tipo de pai olha para a criança e pensa em si mesmo "por que ela é tão feliz e eu não?", ou "por que ela tem essas oportunidades enquanto estou constantemente desapontado?". Com isso, a criança aprende que as coisas boas que acontecem na sua vida podem prejudicar os outros, especialmente aquelas que estão ao redor e que ela faz de tudo para agradá-las.

A inveja dos pais se torna mais frequente quando a criança chega à adolescência e começa a descobrir o mundo e a si mesma. Em vez de ver a criança como uma fonte de orgulho e se alegrar pelo fato de que a criança está florescendo, pais invejosos sentem como se o filho tirasse algo deles. Eles sentem como se pudessem desenvolver uma relação conveniente e segura com a criança somente a autoestima dela for menor do que a deles.

Se esse tipo de pais lhe parece familiar, essa experiência também tem o seu lado bom. Há uma ótima chance de você ter aprendido a ignorar pessoas invejosas com tato suficiente, e você sabe como se distanciar de críticas de invejosos. Também é possível que você seja o tipo de pessoa que se esforça pela sua excelência, e a insatisfação de seus pais fez com que alcançasse seus objetivos por conta própria.

No entanto, se você ainda está tentando provar algo a seus pais, lembre-se de que eles podem nunca estarem satisfeitos, e não há nada que você possa fazer para mudar isso. Além disso, muitos estudos mostram que perseguir a aprovação de outras pessoas apenas impede nossa própria felicidade. Em vez disso, foque suas energias do que você valoriza em si mesmo e ignore as opiniões dos outros.

5 Tipos de pais que podem ser prejudiciais aos filhos

5. Pais com problemas emocionais
Muitas vezes, como resultado de depressão ou dependência de drogas e álcool, um pai ou mãe pode ficar emocionalmente indisponível para seus filhos, o que leva a uma relação problemática para ambos os lados. Um pai ou mãe emocionalmente não disponível tem, no longo prazo, um efeito negativo nos processos químicos que ocorrem no cérebro da criança. No caso das mães, por exemplo, uma conexão emocional próxima com um bebê ajuda a desenvolver os sistemas em seu cérebro que controla emoções, pensamentos, organização e planejamento, e aumenta o desenvolvimento de receptores de cortisol em seu cérebro, o que ajuda a lidar com o estresse. Quando essa conexão emocional é cortada, o desenvolvimento desses sistemas diminui.

As crianças que crescem com pais emocionalmente indisponíveis, como pais depressivos, por exemplo, podem assumir o papel de protetor da vida de seus pais. Elas podem se sentir infelizes ao ver o pai ou mãe também infelizes e vão fazer de tudo para compensar isso.

Se você se encaixa nessa situação, sentimentos como tristeza ou a felicidade podem parecer extremos e arriscados. Você também pode tender a acreditar que as necessidades dos outros são mais importantes que as suas, deve sempre agir com maturidade e pode não achar que as pessoas não queiram te ajudar quando precisar. Aceite o fato de que agora é uma pessoa adulta e comece a questionar a maneira como se comportou até agora – livre-se da culpa que sente quando os outros ao seu redor não estão felizes. No momento em que você entender que não é responsável pelos sentimentos dos outros, então vai iniciar um capítulo em sua vida em que haverá espaço para novas experiências que você quer e precisa experimentar.

5 Tipos de pais que podem ser prejudiciais aos filhos
Superando sua infância através da paternidade
Os casos aqui mencionados podem parecer extremos, mas não são incomuns. Hoje, há mais consciência sobre criar crianças felizes e saudáveis, e seus pais podem te criado de uma maneira que você não faria com seus filhos. Se você reconhece os erros que seus pais cometeram, pense que pode mudar o presente e, consequentemente, melhorar o futuro. O passado não pode ser mudado. Se você está criando filhos, aproveite essa experiência e oportunidade de criar uma família diferente. Olhe seus sentimentos com carinho e avalie seus comportamentos, para então garantir que seus filhos não vão sofrer como você.
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer: