header print

Desregulação emocional - sinais, causas e tratamento

O Editor: Anna D.

 Todos nós temos dias em que nos sentimos oprimidos por nossas emoções. Podemos nos sentir tontos, rir com facilidade ou ficar ofendidos, irritados ou chorar com mais facilidade do que o normal. Ter esse tipo de dia de vez em quando é normal. No entanto, uma consistente falta de controle de suas respostas emocionais pode apontar para uma desregulação emocional.

É claro que nem todo mundo com fortes reações emocionais sofre necessariamente dessa condição. Este artigo irá explicar os sintomas que definem a desregulação emocional e apontar as possíveis formas de lidar com ela.

O que é desregulação emocional?

Desregulação emocional: sinais, causas e tratamento

A desregulação emocional é exatamente o que parece: dificuldade em regular suas emoções. O que diferencia a desregulação emocional de ser apenas uma pessoa emocional? A diferença está em quão bem você identifica e administra seus sentimentos. Por exemplo, quando uma pessoa com desregulação emocional se sente ansiosa, ela pode evoluir para pensamentos de medo incontroláveis. Quando ficam tristes, isso toma conta de todos os aspectos de suas vidas por um longo tempo.

Em outras palavras, a desregulação emocional é uma incapacidade de lidar com as emoções e fazer você se sentir melhor. Além disso, pode levar a escolhas e ações prejudiciais ou destrutivas. Por exemplo, se alguém o interrompe na estrada, você pode ser dominado pela violência no trânsito e correr o risco de um acidente ao acelerar para enfrentar o motorista.

“É totalmente possível ter emoções intensas, reagir fortemente e ser completamente regulado”, diz a Dra. Kim L. Gratz, professora de psicologia da Universidade de Toledo em Ohio. As emoções são uma parte saudável e natural da vida. A questão é como reagimos a essas emoções e se podemos gerenciá-las de maneiras aceitáveis.

Sinais de desregulação emocional

Os terapeutas procuram certas características para determinar se um paciente está sofrendo de desregulação emocional. Os seguintes sinais apontam para a ocorrência desse problema:

1. Evitar certos sentimentosDesregulação emocional: sinais, causas e tratamento

Quando os indivíduos com desregulação emocional sentem emoções dolorosas avassaladoras, como raiva ou tristeza intensas, eles podem preferir se desconectar deles. Isso o impede de descobrir de onde vêm essas emoções e agir com eficácia para resolvê-las.

O mesmo é verdade se você vê suas emoções como "inaceitáveis". Por exemplo, você pode se sentir envergonhado ao sentir raiva ou tristeza. Para saber mais sobre o comportamento de evitar, consulte nosso artigo anterior 5 Estratégias para superar o comportamento evasivo

2. Sabotar relacionamentos
Desregulação emocional: sinais, causas e tratamento

De acordo com a psicóloga clínica, Dra. Jill P. Weber, as pessoas que lutam contra a desregulação emocional geralmente se envolvem em formas autodestrutivas de controlar suas emoções e se sentir melhor. Isso é especialmente aparente em seus relacionamentos.

Um bom exemplo disso é uma reação exagerada quando você está chateado. “Se você está chateado com seu parceiro amoroso, você pode distanciar-se para ter certeza de que o parceiro fica chateado com você”, explica Weber. Portanto, em vez de conversar com seu parceiro, você pode romper o relacionamento, explodir em raiva ou menosprezá-lo verbalmente.

3. Envolver-se em comportamentos prejudiciais à saúde

O comportamento de auto-sabotagem pode se manifestar de muitas maneiras diferentes. Para lidar com seus sentimentos intensos, pessoas emocionalmente desreguladas podem se envolver em comportamentos destrutivos e de risco, como beber, usar drogas ou jogar. Outros tipos de automutilação incluem transtornos alimentares e perfeccionismo extremo.

4. Incapacidade de resolver conflitosDesregulação emocional: sinais, causas e tratamento

Resolver conflitos de forma saudável, sejam eles com colegas de trabalho, familiares ou qualquer outra pessoa, não é fácil para muita gente. É uma habilidade adquirida, mas as pessoas emocionalmente desreguladas têm uma experiência especialmente difícil para resolver conflitos de maneira produtiva.

Desentendimentos sobre pequenos assuntos diários, como qual cor pintar o quarto, podem se tornar desproporcionais e se transformar em uma briga. Isso ocorre porque a pessoa com desregulação emocional experimenta ansiedade significativa, medo de ser abandonada, inadequação ou vergonha como resultado da discussão. Essas emoções avassaladoras tornam significativamente mais difícil abordar o problema em questão e encontrar uma solução.

5. Outros problemas mentais

Existem vários transtornos de saúde mental com desregulação emocional como característica central ou proeminente. Isso inclui depressão, transtorno de deficiência limítrofe, TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade) e transtornos alimentares. Todas essas condições requerem ajuda médica profissional.

Tratamentos de desregulação emocional

As principais causas da desregulação emocional são traumas na primeira infância, negligência ou lesão cerebral traumática. Pode haver um componente genético também, de acordo com alguns especialistas. “Algumas pessoas têm emoções mais fortes, outras têm emoções menos fortes. É apenas a maneira como eles nascem ”, diz o Dr. Gratz. Ser sensível e ter emoções mais fortes pode ser mais difícil de controlar, mas a biologia não é necessariamente uma sentença. Gerenciar suas emoções exige habilidades, e elas podem ser aprendidas e praticadas em qualquer fase da vida.

Desregulação emocional: sinais, causas e tratamento

Os especialistas enfatizam que, na maioria dos casos, a desregulação emocional não é um distúrbio autônomo. Normalmente, faz parte de um diagnóstico maior - como ansiedade ou TEPT (Transtorno do Estresse Pós-Traumático). A melhor maneira de lidar com a desregulação emocional, se você suspeitar que tem, é procurar a ajuda de um profissional de saúde mental. Dependendo do seu diagnóstico e situação específica, um terapeuta irá sugerir uma abordagem terapêutica que melhor se adapte a você. Um conselheiro qualificado pode fornecer as ferramentas que o ajudarão a lidar com os sentimentos que está vivenciando.

É importante lembrar que você não está sozinho, quer seja dominado por emoções quase todos os dias ou apenas ocasionalmente.

Compartilhe essas informações com seus entes queridos.

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade