header print

Guia: O Que Fazer Quando Você Adoece Durante a Viagem

O Editor: Laura Dias

 Viajar é um momento para diversão e descanso, e pouquíssimas coisas são tão chatas e estressantes quanto adoecer no meio de uma viagem pela qual você tanto ansiava. Ainda assim, voos longos e mudanças no clima podem prejudicar sua imunidade e condições crônicas, como alergias que podem começar a atacar inesperadamente. Ou ainda você pode ser repentinamente dominado por uma gripe ou uma diarreia devido ao estresse natural dos preparativos para a viagem. Seja qual for o caso, depois de ler este guia, você estará pronto para enfrentar quaisquer sintomas inesperados com a calma de um monge, sabendo exatamente como agir. Além disso, você aprenderá a evitar armadilhas comuns de saúde para viajar.

Prepare-se antes da sua viagem

Não importa para onde você está viajando, é preciso fazer alguns preparativos para garantir que você vai poder desfrutar de um bom tratamento, caso precise, e ainda diminuir a probabilidade de ficar doente o máximo possível.​ Aqui estão algumas das coisas mais importantes a considerar antes de viajar.

1. Você tem cobertura de seguro médico no país de destino?

Alguns planos de saúde oferecem cobertura para viagens, mas em geral, todos os brasileiros precisam fazer um seguro viagem. Em caso de viagens nacionais, a importância de ter um seguro viagem é porque a maioria dos planos de saúde tem cobertura apenas estadual.  No caso de viagens internacionais a cobertura obrigatória abrange - dentre outras coisas - indenização no caso de extravio de bagagem, repatriação do corpo em caso de morte e até funeral, 

 
evite adoecer

2. Deixe seu médico saber que você vai viajar e pergunte se você pode contatá-lo via e-mail ou telefone, se necessário

O seu médico não só poderá dar-lhe conselhos importantes sobre quaisquer medidas preventivas que pretenda tomar antes da sua viagem, como também irá ajudá-lo a descobrir se precisa de tomar algum medicamento ou vacinação (tal como hepatite A, febre tifoide, febre amarela ou gripe) antes da viagem. Diferentes países têm riscos de saúde diferentes associados a eles, é preciso estar atento e informado.

3. Você tem alguma condição preexistente ou alergia grave?

Em caso afirmativo, recomenda-se pedir uma carta impressa do seu médico descrevendo sua condição e a lista de nomes e doses genéricas para quaisquer medicamentos prescritos que você possa tomar. Certifique-se de levar esta carta com você  o tempo todo.

evite adoecer

4. Estabelecer um contato de emergência

Em muitos passaportes, há uma página de informações onde você pode fornecer o nome, endereço e número de telefone de uma pessoa de confiança para entrar em contato em caso de emergência. Preencha e informe os dados dessa pessoa para que ela esteja pronta para ajudar, se necessário. Se não houver tal página em seu documento de viagem, basta fazer um cartão com as mesmas informações e deixa-lo junto com seu passaporte.

5. Crie um kit médico de viagem e mantenha-o sempre abastecido

Aqui estão as coisas que você deve sempre manter em seu kit de primeiros socorros (você pode colocar itens adicionais):

• Remédio para resfriado
• Remédio para o estômago
• Analgésicos
• Medicamento para alergia
• Ibuprofeno
• Lenços
• Álcool em gel para as mãos
• Curativos adesivos e gaze
• Antisséptico
• Termômetro.

Muitas vezes, as pessoas podem contrair a gripe quando viajam de avião, portanto, certifique-se de limpar a mesa de refeições e lavar e higienizar as mãos com frequência. O segundo problema mais comum são problemas digestivos, como prisão de ventre ou diarreia, já que as pessoas tendem a experimentar muitos novos alimentos quando estão no exterior, portanto, certifique-se de ter medicamentos para aliviar esses sintomas, especialmente se souber para esses tipos de problemas.

evite adoecer

6. Se você estiver tomando medicamentos controlados, certifique-se de mantê-los em suas embalagens originais com rótulos explícitos

Além disso, os medicamentos que você está tomando podem ser considerados narcóticos e ilegais no (s) seu (s) país (es) de destino, por isso entre em contato com a embaixada do país que está visitando para garantir que você não perca seus medicamentos na fronteira.

7. Pesquise as instalações médicas disponíveis no seu destino e desenvolva um plano de emergência antes de viajar

Existem algumas coisas que você pode fazer para garantir que receberá os cuidados de saúde necessários:

• Em caso de emergência, você pode entrar em contato com sua embaixada, que geralmente será capaz de direcioná-lo para um médico que fale sua língua, um hospital confiável e ajudá-lo a contatar sua família.
• Você pode encontrar um hospital credenciado em todo o mundo pesquisando na pesquisa hospitalar da Joint Commission International.
• Em caso de um problema de ambulatório, você também pode verificar se há uma clínica adequada através da Associação Internacional de Assistência Médica para pesquisa de viajantes.

8. Manter uma boa higiene e hábitos alimentares a todos os custos

Lave as mãos com a maior frequência possível enquanto viaja e certifique-se de comer alimentos frescos e preparados em boas condições de higiene. Pesquise o país que você está visitando muito bem e descubra se deve evitar determinados tipos de comida de rua e se a água da torneira é segura para beber.

evite adoecer

Quando você estiver em transporte público, especialmente no avião, limpe o ambiente com um lenço antibacteriano, desinfete as mãos e beba muita água. Finalmente, não importa o quão ocupada esteja a sua agenda, certifique-se de ter refeições regulares e saudáveis, isso não apenas garantirá que seu sistema imunológico esteja em sua melhor forma, mas também evitará problemas digestivos.

Como agir quando você fica doente

Na seção anterior, discutimos prevenção e planejamento, mas o que exatamente você deve fazer quando já está doente? Em primeiro lugar, mantenha a calma e não fique muito chateado. A realidade é que muitos viajantes ficam doentes o tempo todo, pois as coisas naturais que acontecem em viagens como por exemplo, o estresse, as mudanças de altitude e os diferentes climas podem baixar sua imunidade. Aqui estão algumas coisas a considerar:

1. Avalie a gravidade dos seus sintomas e aja de acordo

Você teve um arranhão no joelho, um surto de eczema ou uma febre súbita alta sem razão aparente? Enquanto no primeiro caso tudo o que você pode precisar é de um curativo adesivo do seu kit de primeiros socorros, o segundo e terceiro cenários são menos sutis. Se você tiver um surto de uma condição crônica, por exemplo, talvez precise ir a um ambulatório, especialmente se sua medicação habitual não estiver ajudando ou se os sintomas forem mais graves do que o normal.
Você também pode entrar em contato com seu médico para obter conselhos, caso saiba que ele poderá responder brevemente. O cenário final é provavelmente uma emergência médica, especialmente se você estiver em um país com alto risco de doenças contagiosas.

evite adoecer

2. Leve seu destino em consideração

Como mencionamos anteriormente, locais diferentes têm vários riscos associados a eles. Embora beber água da torneira em Viena seja a coisa certa a fazer, você pode querer evitar isso em muitos países da África e da América do Sul. A mesma regra funciona para os seus sintomas: se você tiver uma febre alta súbita enquanto viaja para os Alpes no inverno, as chances de ter contraído malária são quase nulas, enquanto em outros países ela é muito maior e deve ser levada em conta .

Embora ambos os casos possam requerer atenção médica, o último caso requer atendimento hospitalar imediato, enquanto no primeiro, a visita a um ambulatório pode ser suficiente.

3. Esteja pronto para cancelar planos e ficar na cama

evite adoecer

Não importa o quão atraentes sejam os planos para o dia, se você estiver doente, é melhor evitar atividades físicas intensas ou inclusive um dia inteiro de turismo. Até mesmo uma gripe pode evoluir rapidamente para algo mais sério, como bronquite ou pneumonia, se você exercitar seu corpo demais e não conseguir o descanso de que precisa. Se você perceber que seu resfriado ou outro sintoma persiste por alguns dias, consulte um médico.

4. Você já experimentou esses sintomas exatos antes?

Se você ficar constipado regularmente sempre que viajar para o exterior, por exemplo, não há necessidade de correr para a sala de emergência quando sentir os mesmos sintomas novamente em uma viagem. Em vez disso, você pode discutir isso com seu médico antes da viagem, e ele pode prescrever medicamentos que aliviarão este sintoma desagradável.

Outra coisa que você poderia fazer é ir a um ambulatório e pedir tratamento, mas a necessidade de hospitalização é improvável, a menos que o sintoma persista por alguns dias. Você deve ser mais cuidadoso com sintomas mais gerais, como náusea ou febre alta, porque eles podem ser causados por uma variedade de condições de gravidade variada.

No final, é preciso sempre ter em conta que a sua saúde deve ser sua mais alta prioridade e, por isso, é preciso sempre se preparar para protegê-la e preservá-la o máximo que puder. Mesmo que você não consiga evitar ficar doente, certifique-se de saber para onde ir e o que fazer, especialmente quando estiver viajando. Se você achou este artigo útil e acha que ele pode ajudar outras pessoas, compartilhe-o com outras pessoas.

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade