header print

Como Aliviar Problemas Urinários Sem Medicação

 Se você é um homem com 50 anos ou mais, é provável que conheça alguém tomando medicação para a próstata aumentada, mais conhecida como hiperplasia prostática benigna (HPB). Esta condição pode causar problemas incômodos, incluindo constante vontade de urinar principalmente à noite, bem como dificuldade para esvaziar completamente a bexiga e a necessidade urgente de urinar em horários inconvenientes. A HPB desencadeia problemas notáveis em um terço dos homens na faixa dos 60 anos, e em quase metade dos que têm 80 anos. A terapia por medicação é frequentemente usada para aliviar os sintomas e, para problemas graves, a cirurgia pode ser considerada. Mas, no caso de homens com sintomas mais leves, a HPB pode não interferir muito em suas vidas diárias, portanto, outra opção será esperar atentamente. 

 

problemas urinários
Durante a espera atenta, você e seu médico monitoram seus sintomas de perto e agem apenas quando entenderem que seja necessário. Até então, simples mudanças no comportamento podem ajudar a aliviar os sintomas urinários. Essa abordagem evita os custos e riscos associados ao tratamento mais agressivo. 
Você tem HPB?

Sintomas irritativos (problemas com a função da bexiga) incluem:

• Vontade frequente de urinar durante o dia ou noite
• Forte e súbita vontade de urinar, às vezes com vazamento involuntário de urina.

Sintomas obstrutivos (problemas com o fluxo de urina) incluem:

• Dificuldade em iniciar a micção
• Esforçar-se para urinar
• Esvaziamento incompleto da bexiga
• Fluxo de urina fraco ou intermitente
• Leve secreção após a micção.

problemas urinários

O que é a HBP?

A próstata pode começa a crescer ao longo do tempo em muitos homens. A uretra é o tubo por onde a urina sai da bexiga para fora do corpo. Ela passa direto pela próstata, de modo que não é preciso muito crescimento da próstata para dificultar a micção. Como a bexiga trabalha contra a restrição, suas paredes musculares começam a engrossar, podendo causar problemas como a necessidade de visitas mais frequentes ao banheiro e dificuldade de esvaziar completamente a bexiga.

Para alguns homens, os sintomas da HBP não exigem tratamento imediato. No entanto, é importante fazer perguntas como: "Quanto os sintomas incomodam você?" Verifique se o problema está atrapalhando seu dia a dia, assim poderá direcionador seu tratamento.

Qual a proporção do incômodo?

Para medir a frequência dos sintomas de um homem, os médicos usam um Índice Internacional de Sintomas da Próstata (International Prostate Symptom Score - IPSS). É um questionário de sete itens que investiga os sintomas típicos da HBP, fornecendo uma pontuação de 0 a 35. Normalmente, os homens com pontuação igual ou superior a 8 são mais propensos a achar que precisam de tratamento, mas isso pode variar de homem para homem.

No entanto, para os homens que optam por não dar atenção aos sintomas e simplesmente sentam e esperam, também não significa que não possam fazer nada. É preciso ter estratégias para diminuir os sintomas ou torná-los mais fáceis de lidar. Em um estudo, homens que participaram de aulas sobre técnicas de autogerenciamento, diminuíram seus índices de sintomas de IPSS em 6 pontos em três meses.

problemas urinários

Vivendo com HBP e gerenciando sintomas urinários

A HBP progride lentamente, então a maioria dos homens pode decidir se e quando eles gostariam de considerar medicação ou cirurgia. Na maioria dos casos, homens com sintomas leves a moderados frequentemente descobrem que mudanças na ingestão de líquidos, uso de medicamentos e hábitos da bexiga podem aliviar os efeitos incômodos da HBP. Veja essas dicas:

1. Uso de medicação

• Altere o uso de medicamentos que possam potencialmente piorar os sintomas urinários.
• Certifique-se de conversar com seu médico sobre quaisquer medicamentos que possam contribuir para a HBP. Note que os anti-histamínicos e descongestionantes podem causar problemas para alguns. 
• Não tome remédios que possam fazer com que você urine mais antes de dirigir, viajar, participar de um evento ou ir para a cama.
• Não confie em suplementos dietéticos ineficazes. 

2. Restrição de fluidos

• Mude a quantidade de líquido que você bebe e quando o bebe para evitar visitas incômodas no banheiro.
• Não beba líquidos antes de dirigir, viajar ou participar de eventos em que encontrar um banheiro seja difícil.
• Evite cafeína e bebidas alcoólicas após o jantar ou até duas horas após o horário de dormir. 

3. Hábitos da bexiga

• Altere o tempo e a maneira em que você esvazia sua bexiga para reduzir os sintomas ou torná-los menos perturbadores.
• Não se prenda. Certifique-se de esvaziar a bexiga quando tiver vontade. 
• Quando sair em público, vá ao banheiro e tente urinar quando tiver a chance, mesmo que não sinta a necessidade.
• Use o tempo que precisar ao urinar, esvaziando sua bexiga tanto quanto possível. 
• Depois de cada vez que você urinar, imediatamente tente de novo. 
• Tente a ordenha uretral, isso evitará respingos depois de que já tiver urinado. Aperte suavemente a base do pênis depois de urinar e faça o seu caminho para fora para forçar a saída da urina. 

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade