header print

Dados Importantes dos Exames de Sangue

Quando você vai ao médico para um check-up, é comum que ele lhe peça para fazer um exame de sangue. Esta é uma das maneiras pelas quais o médico pode saber sobre a sua saúde, mas muitas vezes os resultados que obtemos parecem inúteis porque não os entendemos nem sabemos como interpretá-los. É importante saber quais as perguntas certas que devem ser feitas ao médico, e por quê. Apresentamos a seguir os aspectos mais relevantes sobre exames de sangue, que devem ser explicados a você.

 

1. Os exames-padrão que você deveria fazer

Uma série de exames típicos deverão incluir CBC (contagem de sangue completa), que mede a hemoglobina e o número de glóbulos vermelhos e brancos no sangue. Também deve ser pedido um painel metabólico básico que analisa os níveis se substâncias químicas no sangue como a glicose, eletrólitos, cálcio pode verificar as funções orgânicas. Outro teste é chamado painel de lipoproteína, que verifica os índices de gordura no sangue, para avaliar os níveis de colesterol.

 

2. Os médicos se concentram na má notícia

Os médicos não discutem as boas notícias. Se os resultados do teste não apresentam nenhuma anomalia, os médicos nem tentam entrar em contato com você. Provavelmente você recebe os resultados do teste sem qualquer explicação, o que pode tornar difícil para as pessoas que não conhecem esse tipo de informação, conhecer o seu estado de saúde. É uma boa ideia verificar esses resultados com um laboratorista ou um médico, mesmo que não haja comentários alarmantes. É bom compará-los com exames anteriores, ver se há mudanças e o que elas significam.

 

3. Positivo e negativo são conceitos diferentes nos exames de sangue

Quando se trata de exame de sangue, os significados dessas palavras são diferentes. Quando um exame de sangue, diz que o resultado é positivo, significa que os marcadores moleculares detectaram traços do fator de risco de alguma doença ou anormalidade – e, neste caso, ser positivo não é uma boa notícia. Quando um exame de sangue volta com resultados negativos, significa que não foi encontrado nenhum sinal que indique existência de doença ou anormalidade. Por exemplo, um exame de sangue que procura por marcadores de DNA de proteínas detectoras de genes de câncer BRCA1 e BRCA2, para ver se tem de câncer de mama e câncer de ovário, o que você espera é que o resultado seja negativo, indicando que você não tem este gene.

 

4. Os resultados diferem de pessoa para pessoa

Não é uma boa ideia comparar os seus resultados com os de outros. Por exemplo, o que é considerado normal para homens pode ser um pouco diferente do que é normal em mulheres. Se você comparar o resultado da contagem de glóbulos vermelhos em um CBC, o resultado será muito maior para um homem, com 6-7000000 células por microlitro, em comparação com uma mulher em idade pré-menopausa que tem uma média de 4 a 5 milhões, devido à perda de sangue durante a menstruação.

5. A idade afeta os resultados

É importante ressaltar que os resultados significam coisas diferentes em diferentes idades e valores normais mudam à medida que envelhecemos. Para hemoglobina, que é parte do teste CSC, os níveis em crianças são muito mais baixos do que em adultos, variando de 11 a 13 gramas por decilitro (g / dl). Para um homem adulto, deve variar 13-17,5 g / dl. Para as mulheres, os valores devem estar entre 12-15,5 g / dl. Vemos, portanto, que a diferença é notável. O mesmo vale para o colesterol, LDL (lipoproteína de baixa densidade ou colesterol mau) deve ser inferior a 13 miligramas por decilitro para a maioria das pessoas. As taxas de 160-190 mg / dl indicam um risco de doença cardíaca. Este risco é maior para homens com mais de 45 anos e para mulheres com mais de 55 de idade.

 

6. Falsos positivos não são incomuns

Às vezes, os resultados do teste dão positivos quando, na verdade eles não são. É o que se chama são de falso-positivos. Significa que a pessoa vai pensar que possui algum problema de saúde que, na verdade, não tem. A primeira verificação de uma condição deve ser confirmada com um segundo exame mais específico para determinar se os resultados são precisos. Um exemplo são os testes rápidos de HIV, que não são totalmente confiáveis, porque eles levam menos tempo do que os exames realmente confiáveis. Por isso há tantos casos falso-positivos. Em comunidades com uma taxa de infecção de 1% para cada 10 resultados positivos verdadeiros, dois resultados falso-positivos são esperados, usando teste rápido de HIV.

 

7. Os falsos negativos também são possíveis

Em outros casos, os testes não conseguem detectar evidências de doenças ou condições que, na verdade, existem no organismo da pessoa.. Um exemplo é o exame de sangue para detectar hepatite C, onde os resultados são negativos, apesar de serem expostos aos vírus, com os marcadores da doença latentes no sistema. Se você acha que você foi exposto a uma doença infecciosa, é sempre uma boa ideia obter um segundo teste para confirmar.

 

8. Os erros ocorrem

Embora sejam raras, confusões e erros podem acontecer. Técnicos de laboratório são humanos e, apesar das práticas rigorosas para garantir resultados precisos, é possível que estes falhem. Raramente exames podem ser alterados, ou os resultados do teste podem ser alterados pela forma como o material foi manipulado durante a análise. Por exemplo: se uma amostra de sangue é agitada no tubo, as células podem rebentar e libertar os seus conteúdos, causando um resultado diferente.

 

9. Nem todos os laboratórios são iguais

Não compare resultados de diferentes laboratórios. Técnicos de laboratório comparam os resultados de seus testes com estatísticas que são consideradas normais em seu laboratório, de modo que suas referências são baseadas em pessoas que já foram testadas lá. Às vezes, alguns laboratórios estabelecem as suas próprias estatísticas ou empregam equipamento ou procedimento diferente, que podem alterar o resultado, fazendo com que os índices para normalidade sejam um tanto diferentes entre os laboratórios. Entretanto, alguns exames possuem certas referências estatísticas com resultados e conceitos universais, tal como o teste de glicose no sangue.

Fonte

10. Os resultados anormais não são sempre um indicador de algo errado

Se o resultado de um exame tem valores fora dos níveis esperados, pode conduzir ao diagnóstico de uma doença ou condição, mas, por vezes, os resultados podem ser anormais por outras razões. Se você ingeriu alimento antes de um exame de glicose no sangue, ou ingeriu bebida alcoólica, ou remédios, os resultados podem dar anormais sem que você realmente tenha alguma coisa.

Artigo Original: everydayhealth

Fonte da foto: FreeDigitalPhotos

Fonte: Isabella V.
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer: