header print

Os banheiros que mudaram a face da história

O Editor: Anna D.

Você sabia que os vasos sanitários são feitos de porcelana? Parece meio estranho pensar que o mesmo material que usamos para criar porcelana fina e cara é usado para nossos momentos não tão gloriosos passados estritamente sozinhos. A razão é que nada se compara a isso quando se trata de saneamento. Qual é a prioridade, seu chá da tarde ou o que vem depois?

Mas nem sempre foi assim. Os banheiros nem sempre foram feitos de porcelana e nem sempre foram tão higiênicos, mas uma coisa é certa - eles sempre estiveram lá, acompanhando a humanidade desde o berço da civilização - a Mesopotâmia. Hoje vamos mergulhar fundo no passado, onde vamos inspecionar os banheiros que fizeram história

História Antiga

O primeiro banheiro de todos os tempos

O primeiro banheiro remonta a 4.000 aEC na Mesopotâmia. Esses primeiros banheiros demonstraram inovação notável, com o uso de materiais repelentes à água para evacuar os resíduos. Os tubos foram revestidos com materiais repelentes à água, drenados para uma fossa, e os assentos eram feitos de tijolos. Não havia uso de água. O antigo mesopotâmico sabia que quanto mais longe do deserto, melhor. Seu sistema de esgoto levava os resíduos para fora dos muros da cidade. Ainda assim, um banheiro era considerado um luxo, e apenas 1/5 da população tinha um em casa. 

Sanitários sem água

Os egípcios vivem em um deserto árido até hoje. A água é escassa, enquanto a areia é encontrada em montes. Se você abrir um mapa, verá que a maioria das cidades situa-se perto do Nilo, o rio que atravessa o país. Os antigos egípcios levavam seu saneamento muito a sério, então a solução foi uma fossa cheia de areia com um assento de calcário. Muito parecido com a caixa de areia de um gato, não é?

Este também era um luxo reservado apenas para os ricos que tinham servos para limpar depois deles. O resto tinha um banquinho de madeira com um buraco, que ficava sobre um recipiente de areia que era esvaziado regularmente.

Toalete público antigoFonte/ Public Toilets

 

Banheiros públicos no tempo do Império Romano

Preocupados com as condições sanitárias das cidades, os romanos criaram os banheiros públicos (latrinae). Os locais contavam com bancadas de pedra com vários buracos, onde as pessoas faziam suas necessidades sem qualquer privacidade. Sob as latrinas corria água que levava os dejetos para o sistema de esgoto.

Toalete público antigo

 

A invenção da descarga

A primeira descarga foi manual e foi inventada por volta de 1700 aEC. Completamente independentes uma da outra, duas sociedades diferentes (os minoicos e a civilização do Vale do Indo) tiveram a ideia de eliminar os resíduos com água. Os assentos do banheiro eram de madeira e estavam situados sobre um túnel aberto de água corrente. Seu conteúdo era lavado com água que se acumulava no telhado da casa ou usando água que vinha de um poço. O córrego levava ao esgoto. 

 

Idade Média

Os castelos medievais se gabavam de ter um ralo no banheiro, mais delicadamente chamado de 'garderobe'. Os usuários sentava-se ali e esperavam até que seus intestinos funcionassem e que a lei da gravidade fizesse o produto cair no fosso que cercava o castelo. A abertura do "ralo" parecia-se com a imagem abaixo:

Abertura de calha de toalete antiga

Mas o verdadeiro banheiro estelar dos tempos antigos foi inventado em 1596 por Sir John Harrington, afilhado da rainha Elizabeth I da Inglaterra. Uma figura controversa, ele foi exilado da corte devido à sua poesia ousada e escritos políticos críticos. Em um de seus escritos, hoje interpretado como uma crítica à monarquia, ele descreve como a classe dominante deveria ser expulsa e substituída.

Ele entra em grandes detalhes, descrevendo como o mecanismo funcionava. Acontece que ele tinha um vaso sanitário com descarga em casa, projetado de acordo com sua literatura crítica. Esse mecanismo funcionou tão bem que o alvo da crítica, a própria rainha Elizabeth, pediu a Harrington que instalasse um banheiro com descarga em seu palácio, e ele o fez.

Tempos Modernos

A curiosa história do banheiro

A verdadeira estrela do nosso artigo é ao vaso sanitário criado pelo inventor escocês Alexander Cumming. Em 1775, ele melhorou o vaso sanitário de Harrington para que incluísse uma curva em S ou uma curva em U. Você sabe, o cano curvo no fundo do banheiro! Ele contém água o tempo todo, que atua como uma rolha para os gases de esgoto, prendendo-os nos canos e impedindo que eles penetrem em nossas casas.

Cerca de um século depois, Thomas Crapper pegaria essa invenção e a comercializaria a ponto de abrir um showroom de banheiros com descarga. Isso levou a uma nova legislação exigindo que todos os novos edifícios no Reino Unido instalassem um banheiro interno.

Um centavo por descarga

George Jennings, um engenheiro sanitário britânico, inventou o vaso sanitário de um centavo por descarga para os pobres que não podiam pagar um banheiro em casa. Isso pegou muito bem, e ainda hoje, você pode ver banheiros públicos cobrando alguns centavos em todo o mundo.

Mas para a deputada estadual da Califórnia, March Fong Eu, isso foi um ataque direto à sua liberdade como mulher. Vendo que os homens podem se aliviar onde quiserem enquanto as mulheres precisam de um cubículo, ela considerou o banheiro público pago uma sanção econômica para as mulheres. Em um ato de protesto, ela quebrou um vaso sanitário com um martelo nas escadas do Capitólio. Este vaso realmente mudou a história americana, quando o então governador da Califórnia, Ronald Reagan, assinou uma legislação proibindo banheiros pago.

Um sanitário psicótico

Este último banheiro é cinematográfico. Este toalete mudou a história porque quebrou o código Hays de Hollywood. Este era um conjunto de diretrizes para todos os filmes lançados entre 1934 e 1968 que proibiam palavrões, banheiros e quaisquer insinuações sexuais de serem exibidas na tela.

Alfred Hitchcock foi o primeiro a romper o código em seu filme "Psicose". Ele foi o primeiro a mostrar um vaso sanitário com descarga na tela, abrindo caminho para que outros diretores também mostrassem toaletes.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Fontes: 1, 2.

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Continue com: Facebook Google
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Continue com: Facebook Google
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade