header print

Hora de desfazer "verdades" que são equívocos!

O Editor: Anna D.
 Alguns mitos históricos e científicos tornaram-se tão populares e difundidos que começaram a ser tratados como informações factuais e até ensinados nas escolas. À medida que o tempo avança, as informações são mais fáceis de confirmar e a verificação de fatos exige cada vez menos esforço. E, no entanto, é fácil perder algumas atualizações durante os nossos compromissos diários. Então, para mantê-lo em dia, compilamos nove "fatos" falsos que muitos de nós aprendemos quando crescemos e que foram posteriormente contestados.
 

1. Os dinossauros não pareciam grandes lagartos

Os dinossauros não pareciam grandes lagartos
Fonte da imagem: Wikimedia Commons
Sabe-se agora que muitos dinossauros tinham penas macias e coloridas. Os paleontologistas descobriram fósseis bem preservados, mostrando que alguns dinossauros tinham penas por todo o corpo e outros apenas tufos de penugem. Eles até conseguiram identificar cores estudando estruturas minúsculas chamadas melanossomas nas penas fossilizadas. De acordo com o paleontólogo Steve Brusatte, "os pássaros de hoje evoluíram dos dinossauros, o que os torna tão dinossauros quanto o T. Rex ou Triceratops", o que também significa que os dinossauros também não estão totalmente extintos, como muitos de nós fomos ensinados.

2. George Washington não tinha dentes de madeira

George Washington não tinha dentes de madeira
Embora George Washington tenha tido sérios problemas dentários, a ponto de ter apenas um dente seu na boca no seu discurso de posse em 1789, ele definitivamente não tinha dentaduras feitas de madeira. Em vez disso, as dentaduras eram feitas de marfim, ouro, chumbo e dentes reais (provavelmente de vacas e cavalos e, definitivamente, de pessoas). A origem do mito dos dentes de madeira permanece incerta. A explicação mais provável dada pelos historiadores é que o marfim entranhado nos dentes falsos manchava com o tempo e dava-lhes uma aparência de madeira que enganava os observadores.

3. Mulheres suspeitas de serem bruxas não foram queimadas na fogueira

Mulheres suspeitas de serem bruxas não foram queimadas na fogueira
Mais de 200 pessoas foram acusadas de praticar bruxaria no Massachusetts colonial entre 1692 e 1693, e 20 foram executadas. No entanto, contrariamente à crença popular, ninguém foi queimado na fogueira durante os julgamentos das bruxas de Salem. Essa forma brutal de execução foi praticada na Europa, mas na Inglaterra elas foram enforcadas, e essa é a tradição que os colonos seguiram em relação a todas as vítimas, exceto uma que foi esmagada até a morte sob pedras.
Outro mito sobre os julgamentos das bruxas de Salem é que todas as "bruxas" eram mulheres. Embora seja verdade que a grande maioria era do sexo feminino, 4 dos 20 executados em Salem eram homens.

4. Os neandertais não eram inferiores aos humanos modernos

Os neandertais não eram inferiores aos humanos modernos
A crença de que os neandertais eram homens das cavernas desajeitados e brutos é tão profundamente arraigada que a palavra se tornou sinônimo de alguém grosso, primitivo e mal educado. Mas pesquisas recentes descobriram que os neandertais não eram, de fato, muito menos inteligentes que seu primo, Homo sapiens.
Estima-se que as pinturas rupestres descobertas na Espanha sejam criadas pelos neandertais cerca de 20.000 anos antes da chegada dos humanos modernos à Europa. Eles também usaram ferramentas e fizeram jóias. Então, por que eles foram extintos? Um estudo de 2017 publicado na revista Nature Communications sugere que eles poderiam simplesmente ter sido superados em número pelas ondas do Homo sapiens que abandonaram seu território da África. É impossível que duas espécies tão semelhantes coexistam na mesma esfera ecológica sem que uma mude ou morra.

5. Napoleão Bonaparte não era baixinho

 Napoleão Bonaparte não era tão baixinho
O fato é que o "pequeno conquistador" tinha, na verdade, uma estatura média para seu tempo - algo em torno de 1,70m. Sua reputação como homem baixinho provavelmente se deve a caricaturas satíricas dele publicadas na Inglaterra, que o descreviam pequeno, mesquinho e infantil, de acordo com uma coluna de 2016 de Tristin Hopper no jornal canadense National Post. Quando Napoleão morreu, sua altura estava documentada em 5'2 (157 cm), mas isso foi devido a uma diferença entre as unidades de medida francesas e britânicas. No entanto, esse erro ficou perfeitamente alinhado com sua reputação e se tornou um "fato".
 

6. Não existe diferença entre usar o cérebro esquerdo ou o cérebro direito

 Não existe diferença entre usar o cérebro esquerdo ou o cérebro direito
De acordo com a teoria da dominância do lado esquerdo ou do lado direito, cada lado do cérebro controla diferentes tipos de pensamento. Portanto, se você é naturalmente mais analítico, lógico e objetivo, é porque usa o cérebro do lado direito, enquanto que inclinar-se mais para a criatividade e a subjetividade, o cérebro usado é o do lado esquerdo? Bem, errado. Embora diferentes partes do cérebro tenham definitivamente finalidades diferentes, nenhum estudo foi capaz de mostrar que diferentes áreas das atividades cerebrais interferem nos diferentes traços de personalidade dos humanos. 

7. Existem mais de três estados da matéria

Existem mais de três estados da matéria
Líquido, sólido e gasoso são os três estados mais comuns da matéria aqui na Terra, é o que aprendemos na escola. No entanto, além da nossa atmosfera, existe um quarto estado chamado plasma, e pode ser o mais difundido no universo. Simplificando, o plasma é um gás ionizado, um gás no qual é fornecida energia suficiente para liberar elétrons de átomos ou moléculas e permitir que ambas as espécies, íons e elétrons coexistam. Gases como o néon são levados ao estado de plasma pela eletricidade para produzir sinais brilhantes; estrelas são basicamente enormes bolas de plasma. Mas acontece que esse não é o único estado extra da matéria.
Em 1995, os cientistas criaram o condensado de Bose-Einstein, um estado em que a matéria é super-resfriada a zero quase absoluto, fazendo com que o movimento molecular praticamente pare. Vale a pena notar que, embora os condensados de Bose-Einstein possam ser feitos em laboratório, ninguém sabe se isso pode existir na natureza.

8. Goma de mascar não leva sete anos para ser digerida

Goma de mascar não leva sete anos para ser digerida
Ninguém sabe exatamente como esse mito começou, mas foi transmitido através de gerações de crianças em idade escolar. A publicação Scientific American decidiu descobrir se é verdade e, de acordo com um gastroenterologista pediátrico da Flórida chamado David Milov, a resposta é absolutamente não. Ele afirmou que, embora às vezes se depare com um pedaço de chiclete mastigado no trato digestivo durante colonoscopias ou endoscopias, "geralmente não é algo que tenha mais de uma semana". A verdade é que a maioria das gomas de mascar passa pelo sistema digestivo.

9. Usamos muito mais de 10% de nossos cérebros o tempo todo

Usamos muito mais de 10% de nossos cérebros o tempo todoNão está claro de onde surgiu a idéia de que 90% do tecido cerebral não é utilizado, mas qualquer neurologista lhe dirá que está definitivamente errado. Alega-se que Einstein atribuiu seu talento intelectual a poder usar mais de 10% de seu cérebro, mas isso é um mito. Outra fonte possível do mito de 10% é a descoberta do neurocirurgião Wilder Penfield, na década de 1930, do "córtex silencioso" - áreas cerebrais que pareciam não ter função quando ele as estimulava com eletricidade. De qualquer forma, hoje sabemos que essas áreas são funcionais e as tomografias do cérebro mostram atividade em todo o órgão, mesmo durante o sono.
Se você achou este artigo interessante, compartilhe-o!
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade