header print

Invenções da I Grande Guerra que usamos até hoje

O Editor: Anna D.
 A Primeira Guerra Mundial é conhecida como um dos conflitos mais cruéis e devastadores de toda a história. Porém, com toda a tragédia vem o auto-aperfeiçoamento e a modernização, eis que, em tempos de extrema necessidade, ser criativo pode ser a única coisa que garante sua vitória e sobrevivência. É exatamente por isso que a Primeira Guerra Mundial também se tornou uma época de inovação científica ativa no campo da medicina e engenharia, bem como da invenção de muitos itens práticos, vários dos quais usamos até hoje, sem ter idéia de que eles foram inventados durante esse período. De casacos a pilates e bancos de sangue, todas essas 10 coisas que consideramos muito modernas foram realmente concebidas durante a Primeira Guerra Mundial.

1. Sobretudos de gabardine

Word War I Inventions miners wearing Trench Coats during WWI
Mineiros escoceses ao voltarem do front na Primeira Guerra Mundial. Fonte da imagemNational Library of Scotland/ Flickr
Durante a Primeira Guerra Mundial, quando a guerra de trincheiras foi introduzida pela primeira vez, os pesados capotes de sarja não eram mais práticos para os soldados e, no final do século 19, duas empresas inventaram um novo tecido resistente à água e leve, que começaram a usar na produção de um novo estilo de uniforme para os soldados britânicos.
As duas empresas que desenvolveram esses novos sobretudos eram Burberry e Aquascutum, e essas roupas eram especialmente convenientes porque eram resistentes à água, leves e apresentavam bolsos, anéis e abas grandes, que serviam para guardar mapas, armas e pertences pessoais . Em pouco tempo, essas peças foram apelidadas de "trench coats" (em português, "casacos de trincheira"), as duas empresas começaram a produzir em massa modelos levemente alterados para o público em geral e se tornaram um verdadeiro clássico da moda.

2. Relógios de pulso

Word War I Inventions
Um relógio de pulso Omega de 1916 Fonte da imagem: Reddit
Até a Primeira Guerra Mundial, os relógios de pulso eram considerados acessórios femininos, e os homens preferiam os relógios de bolso. No entanto, esse acessório tornou-se inconveniente nas trincheiras e na guerra aérea, onde o tempo e o planejamento preciso eram cruciais; portanto, por conveniência, pilotos e comandantes começaram a usar os chamados "relógios de trincheira". O nome não durou​ por muito tempo, mas a evidente praticidade mudou a perspectiva dos homens sobre o acessório e, em 1916, os relógios de pulso masculinos já eram produzidos em massa.
 

3. Zípers

Word War I Inventions zipper pattent
A patente original do zíper de Gideon Sunbacks (1917)
Se você já se perguntou a quem agradecer pela invenção do zíper, o homem que patenteou a criação do que ele chamou de "prendedor sem gancho" é Gideon Sunback. Esses primeiros zíperes foram usados nas algibeiras dos soldados, trajes de pilotos e até galochas.
O nome "zíper" que usamos hoje foi cunhado em 1923 pela B.F. Goodrich Company e, desde 1925, os zíperes começaram a ser usados na fabricação de roupas em massa, sendo as jaquetas de couro os primeiros artigos de vestuário a utilizar esta brilhante invenção.

4. Drones

Word War I Inventions the first drone
Torpedo aéreo Kettering. Fonte da imagem: Greg Hume/ Wikimedia Commons
Atualmente, aeronaves não tripuladas são usadas para muitas coisas: pesquisa, guerra, agricultura e fotografia, só para citar algumas. Mas elas começaram como máquinas do exército, capazes de lançar torpedos sobre o inimigo. Até Nikola Tesla brincou com a idéia de veículos militares não tripulados, mas o primeiro engenheiro a desenvolver um torpedo aéreo não tripulado foi o inventor e engenheiro de Ohio, Charles Kettering.
Kettering conseguiu construir uma máquina dessas em 1918. Chamava-se "Torpedo Aéreo Kettering", ou "Kettering Bug", e tinha asas de papelão em  um laminado de madeira e fuselagem de papel machê. Kettering chegou a testar a máquina para atingir um alvo a uma distância de 120 km, mas o dispositivo acabou não sendo usado durante a Primeira Guerra Mundial porque, quando o drone de Kettering foi desenvolvido, a guerra já havia terminado.

5. Horário de verão

Word War I Inventions Daylight Savings bill US poster
Cartaz promocional de 1918 para o horário de verão, retratando o tio Sam. Fonte da imagem : Library of Congress, Wikimedia Commons
As mudanças no horário de verão são evidentes para as pessoas há séculos, mas a idéia de adicionar uma hora extra de luz do dia quando o sol começa a se pôr mais tarde, adiantando o relógio em uma hora, foi implementada pela primeira vez na primavera de 1916 na Alemanha. No início, essa era uma medida de época de guerra, empregada para economizar carvão, mas a maioria dos países europeus logo seguiu o exemplo. Em 1918, até os Estados Unidos adotaram oficialmente o horário de verão. A guerra terminou há muito tempo, mas ainda usamos esse recurso para prolongar o horário de verão e poupar energia elétrica.
 
 

6. Lenços de papel e absorventes higiênicos 

Word War I Inventions red cross nurses attending to patients
Enfermeiras da Cruz Vermelha cuidando de pacientes. Fonte da imagem: German Red Cross/ Wikimedia Commons
Lenços de papel e absorventes foram originados na frente de guerra, ambos começando como uma versão mais absorvente e econômica do algodão usado pelas enfermeiras da Cruz Vermelha Americana para proteger ferimentos. O produto foi fabricado pela empresa Kimberly-Clark sob o nome "cellucotton".
No entanto, as enfermeiras encontraram outra urilidade para o produto e começaram a utilizá-los também como absorventes íntimos e a empresa começou a vender os excedentes deixados após a guerra em 1920 sob o nome "Kotex". Demorou algum tempo para o público se interessar pelo produto, mas quando o fizeram, as vendas dispararam e, em 1924, a Kimberly-Clark lançou um segundo produto destinado a remover maquiagem - "Kleenex".
Apenas alguns anos depois, a empresa percebeu que as mulheres usavam o kleenex para mais do que apenas remover a maquiagem, e o produto foi revendido como uma alternativa de  descartável, que permanece até hoje.

7. Cirurgia plástica moderna

Word War I Inventions National World War I Museum And Memorial sculptor painting a mask for injured ww1 soldier
Escultora dando os retoques finais em uma máscara para um soldado da 1a. Guerra Mundial Fonte da imagem: National World War I Museum And Memorial via Reader's Digest
As primeiras tentativas de reparar ferimentos faciais feios e até de alterar a forma das características faciais datam de milênios, mas acredita-se que as técnicas modernas de cirurgia plástica tenham começado com um homem - um otorrinolaringologista da Nova Zelândia chamado Harold Gillies.
Hoje, Gillies é amplamente conhecido como o pai da cirurgia plástica, e isso se deve em grande parte às técnicas cirúrgicas que ele desenvolveu após a Primeira Guerra Mundial em seu hospital em Londres. O enxerto de pele e outras técnicas que Gillies usou para suavizar as cicatrizes dos ferimentos ajudaram mais de 5.000 soldados a se sentirem mais confiantes com sua aparência, e acredita-se que o cirurgião plástico tenha realizado mais de 11.000 cirurgias.
 

8. Chá em saquinhos

Word War I Inventions Teabags
Os primeiros saquinhos de chá eam feitos de tecido e costurados à mão, e uma empresa com sede em Nova York foi a primeira a fabricar este produto. Não se tornou particularmente popular, provavelmente por causa de seu alto preço. No entanto, o conceito foi adotado por uma empresa alemã chamada Teekanne, e seu produto ganhou popularidade. Em 1929, a Teekanne criou a primeira máquina de embalagem de saquinhos de chá, que ajudou a reduzir significativamente o custo do produto e expandiu ainda mais seu sucesso de marketing.

9. Pilates

Word War I Inventions Joe Pilates age 52 and 82
Joseph Hubertus Pilates aos 52 e aos 82 anos.  Fonte da Imagem: Reddit
Essa técnica popular de exercícios também começou durante a Primeira Guerra Mundial, quando Joseph Hubertus Pilates, um artista de circo e boxeador alemão, mas que trabalhava na Grã-Bretanha, foi colocado em um campo de concentração na Ilha de Man. Durante sua internação, ele desenvolveu sua técnica de exercícios inspirada em yoga, musculação e artes marciais para fortalecer e treinar seu corpo.
Após a guerra, Pilates mudou-se para a cidade de Nova York, onde abriu um estúdio de fitness que recebeu seu nome em 1925, onde ensinou aos alunos essa técnica que chamou de Contrology. A técnica tornou-se muito popular na década de 1930, e o pilates, como ficou conhecido, é um programa de condicionamento físico praticado hoje em todo o mundo.

10. Bancos de sangue

Word War I Inventions
Kit de transfusão de sangue da época da 1a. Guerra Mundial (1914-1918) Fonte da imagem:  Wellcome Images/ Wikimedia Commons
Atualmente, transfusões e bancos de sangue são procedimentos e departamentos presentes nos hospitais, e mal podemos imaginar a medicina moderna sem o uso de transfusões de sangue. No entanto, esse não foi o caso na virada do século XX, quando os tipos sanguíneos foram descobertos. As novas técnicas de refrigeração aumentaram ainda mais a capacidade dos médicos de coletar e preservar sangue por até 28 dias. Isso levou à criação do primeiro banco de sangue em 1917, sob a iniciativa do capitão Oswald Robertson, médico americano que trabalhava para o exército britânico na época.
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade