header print

12 Mitos Sobre os Ovos

O Editor: Bruna Santos
 Os ovos ainda têm uma má fama, o que é uma pena. Não apenas são uma fonte excelente de proteínas e algumas vitaminas difíceis de obter, mas também são ridiculamente baratos e fáceis de armazenar e preparar. Infelizmente, há tantos equívocos e tanta publicidade negativa sobre os ovos que faz as pessoas acreditarem que são inseguros ou prejudiciais à saúde. Realisticamente, porém, a maioria das experiências negativas ligadas ao consumo de ovos provêm do uso e manuseio indevidos. Pelo bem das rabanadas, omeletes e todas as delícias preparadas à base de ovo, decidimos desbancar 12 crenças prejudiciais e simplesmente falsas sobre os ovos, tanto em termos de efeitos para a saúde, manejo e armazenamento. 
 
1. Você não deve comer ovos se tiver colesterol alto 
ovo faz bem

Se você foi diagnosticado com colesterol alto ou está em risco de doença cardíaca, é provável que tenha sido informado de que deve ficar longe dos ovos. Até o passado recente, essa recomendação era válida até que algumas pesquisas médicas de ponta mostraram que, apesar de conterem colesterol, os ovos não aumentam realmente o nível de colesterol no sangue, ao contrário dos alimentos ricos em gorduras saturadas, gorduras trans e açúcar adicionado.

Nutricionistas geralmente concordam que comer até 5 ovos por semana é seguro para pacientes com risco de doença cardíaca, mas isso também dependerá de sua dieta completa, por isso é melhor verificar com seu médico. 

Veja: Os benefícios dos ovos à saúde

2. Todos os ovos devem ser mantidos na geladeira
ovo engorda

Este mito é em parte verdade... Pois se você deve ou não refrigerar os ovos realmente depende de onde você mora. As regulamentações em alguns países, como os Estados Unidos, determinam que todos os ovos devem ser lavados antes de serem vendidos, na tentativa de minimizar a disseminação de salmonelas. Os órgãos reguladores de outros países, por outro lado, como a maioria dos países europeus, proíbem estritamente a lavagem de ovos, já que o uso de detergentes afeta o revestimento natural na superfície do ovo que o protege de bactérias. Os ovos raramente são vendidos refrigerados e não precisam ser mantidos na geladeira, enquanto todos os ovos americanos devem ser lavados e mantidos na geladeira.

Então, se você mora nos EUA, deve refrigerar os ovos, mas se você mora no Brasil, isso é opcional. Dito isto, os ovos que são vendidos refrigerados devem permanecer refrigerados em casa, independentemente de terem sido ou não lavados, pois as diferenças nas temperaturas de armazenamento podem causar precipitação, o que, por sua vez, pode estimular o crescimento de fungos e bactérias. 

3. Quanto mais forte a cor da gema, mais nutritivo é o ovo
calorias do ovo

A cor da gema está diretamente ligada à alimentação da galinha. No passado, galinhas caipiras alimentadas com capim produziam gemas que eram muito mais brilhantes, quase na cor laranja, em comparação com as que eram alimentadas com grãos em fábricas. De certo modo, uma alimentação melhor resultou em mais qualidade, ovos mais nutritivos e uma cor laranja brilhante que foi associada à alta qualidade. 

Mais tarde, os agricultores descobriram que a cor da gema está correlacionada com a riqueza da alimentação das galinhas em carotenoides (pigmentos coloridos que têm um tom amarelo alaranjado). Para tornar seus produtos mais atraentes para os consumidores, muitos agricultores começaram a alimentar suas galinhas com aditivos especiais ricos em carotenoides, e essa prática continua até hoje, então não podemos mais correlacionar o valor nutricional e a cor da gema. 

4. Todo ovo pode se transformar em um pintinho
ovo faz bem
Muitas pessoas acreditam que todos os ovos podem se transformar em filhotes, mas, na realidade, uma galinha põe ovos quase diariamente, mesmo sem o envolvimento de um galo, os ovos resultantes simplesmente não serão fertilizados. Ovos não fertilizados não são diferentes em termos de valor nutricional dos fertilizados, a única diferença é que apenas um ovo fertilizado pode se transformar em um pintinho. A maioria dos ovos comprados em lojas não é fertilizada, enquanto muitos que são produzidos localmente provavelmente serão fertilizados.
5. Ovos marrons são mais saudáveis que os brancos
mitos sobre o ovo
Há um equívoco persistente de que os ovos brancos são de alguma forma menos nutritivos do que os marrons, o que é errado. Vamos começar com o óbvio: os ovos vêm em cores além do branco ou marrom, e podem ser até azul-esverdeados ou bege. A cor da casca, seja ela qual for, não está de forma alguma correlacionada com o valor nutritivo do ovo em si, e é, na verdade, uma característica distintiva de uma raça específica de frangos.
A possível diferença de preço entre as duas categorias comumente encontradas nas lojas, por sua vez, é causada pelas diferenças no custo de cultivo destas diferentes raças e não representa diferença de qualidade. 
6. Ovos crus são mais nutritivos que os cozidos
ovo é saudável
A imagem de um atleta bebendo ovos crus pela manhã está comumente disseminada em nossas mentes (pela virtude da mídia). Mas os ovos crus são melhores para você do que os cozidos?
A resposta é um simples "não", por duas razões. Em primeiro lugar, os ovos crus podem abrigar salmonela, que é morta durante o cozimento, e, em segundo lugar, você será capaz de absorver menos nutrientes de um ovo cru do que de um cozido. Isto é particularmente verdadeiro quando se trata de absorção de proteína, com estudos mostrando que ao cozinhar um ovo você pode quase dobrar a quantidade de proteína que você absorve.
7. As galinhas 'sem gaiolas' não estão necessariamente livres
ovo faz bem

Como mencionado em um dos pontos anteriores, uma alimentação saudável e estilo de vida podem fazer uma enorme diferença na qualidade dos ovos que uma galinha produzirá (sem mencionar o aspecto moral). É por isso que muitos consumidores procuram fabricantes que certifiquem que suas aves tenham espaço suficiente para serem soltas.

Esses tipos de fazendas geralmente carregam o rótulo “free-range” (algo como ‘criação ao ar livre’) na embalagem, o que não deve ser confundido com “cage-free” (sem gaiola). Este último termo é muito confuso porque implica que as galinhas não cresceram em uma gaiola e nada mais, e, na realidade, essas granjas livres de gaiolas muitas vezes ainda mantêm suas galinhas em espaços extremamente lotados e confinados.

8. Você deve sempre armazenar seus ovos na prateleira designada da porta da geladeira 
ovo faz bem

Embora possa ser conveniente armazenar ovos na porta da geladeira, essa não é sua melhor aposta quando se trata de tempo de armazenamento. Se você usar ovos frequentemente, não importa onde você os armazena em sua geladeira, mas se você não os usar em uma semana ou duas, é melhor armazenar ovos em uma das prateleiras principais de sua geladeira.

Isso garante que os ovos sejam mantidos constantemente a uma temperatura igualmente baixa, enquanto o armazenamento de ovos na prateleira da porta do refrigerador pode expô-los a flutuações de temperatura que podem fazê-los estragar mais rapidamente.

9. Comer um pedacinho da casca do ovo é perigoso para sua saúde
ovo faz bem
Todos nós odiamos quando uma pequena partícula de casca de ovo entra em nossa omelete, e simplesmente pensar nisso me dá arrepios, mas algumas pessoas acreditam que isso pode ser perigoso para sua saúde, o que não é verdade. Sim, engolir um pedaço maior pode ser perigoso, pois pode ferir sua garganta ou esôfago, mas um pequeno pedaço não fará mal algum, desde que esteja cozido, ou seja, tanto as cascas de ovo quanto os ovos crus podem conter salmonela.
10. É perigoso comer os ovos após a data de validade
ovo faz bem

A data de validade geralmente é estampada na embalagem dos ovos, ou às vezes nos próprios ovos. É uma data adicionada pelo fabricante como uma indicação para o varejista que mostra quando eles devem começar a puxar o produto das prateleiras e não para os consumidores em si.

Como um consumidor, você pode armazenar ovos por cerca de um mês após a venda. Por enquanto, apenas tenha certeza de que eles não estão quebrados. Se você está duvidando que seus ovos ainda estejam frescos, você pode tentar este truque: simplesmente mergulhe o ovo na água e observe. Se o ovo afundar, é fresco e seguro de usar, mas se flutuar, significa que não está mais tão bom. Se você quebrar o ovo, desde que ele não cheire mal, é bom usá-lo, apenas certifique-se de cozinhá-lo completamente.

Veja: Deliciosas receitas com ovos 

11. Os pontos vermelhos que você às vezes vê nos ovos são um sinal de fertilização
ovo faz bem
Não tenha medo de comer um ovo com um pequeno ponto vermelho. Isso não significa que foi fertilizado ou que está ruim, é simplesmente um defeito de desenvolvimento que causou um coágulo de sangue na gema durante a formação do óvulo. Estes ovos são perfeitamente seguros para comer e tão nutritivos quanto os outros. Você pode remover o ponto, se desejar, mas não precisa. 
12. As claras de ovos são as melhores para ganho muscular e perda de peso
ovo faz bem
É definitivamente verdade que uma omelete de clara de ovo tem menos calorias do que uma de ovo inteiro. Também é verdade que as claras de ovos não contêm gordura. No entanto, se você escolher a opção sem gema, você perderá alguns nutrientes essenciais que os ovos normalmente contêm, como vitamina D e B12, além de gorduras saudáveis e quase 6g de proteína (a clara de ovo contém metade da quantidade de proteína, apenas 3g). As proteínas são essenciais para o ganho muscular, enquanto as deficiências vitamínicas podem realmente fazer você comer mais e ganhar mais peso, então não importa se seu objetivo é perda de peso ou ganho muscular, é melhor comer o ovo inteiro.
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade