header print

Nomes de bebês PROIBIDOS em alguns países

O Editor: Anna Davidson
 O nome faz a pessoa. Você concorda com essa afirmação? Muitas teorias e opiniões circulam frequentemente sobre se o primeiro nome de uma pessoa determina ou não algo sobre sua personalidade e futuro. Para algumas pessoas, é importante dar um nome singular e original ao filho ou filha, que representará sua presença única no mundo.
É justo, mas acontece que os pais não podem nomear seus bebês com absolutamente tudo o que eles querem. Esses 14 nomes, alguns bizarros e outros bastante comuns, foram rejeitados ou até mesmo banidos em países ao redor do mundo.

1. Nutella

Nomes proibidos para pessoas: Nutella
Fonte da imagem: Brian Cantoni / Flickr
Em 2017, um casal francês levou sua paixão pelo doce de avelã um pouco longe demais e pediu para nomear sua filha recém-nascida Nutella. No passado, esperava-se que os pais franceses escolhessem um nome de bebê em uma lista formal de opções legalmente aceitáveis. Mas em 1993, a lei foi alterada e os pais na França tiveram mais liberdade de escolha em relação ao nome de seus filhos.
No entanto, espera-se que os cartórios informem ao tribunal local caso o nome de um bebê pareça ir contra os interesses da criança e, depois de analisar o caso, o tribunal pode proibir o nome. Foi exatamente o que aconteceu com Nutella. O tribunal rejeitou o nome Nutella, pois "só pode levar a pensamentos provocadores ou depreciativos". A criança foi renomeada para Ella pelo próprio tribunal, depois que seus pais não compareceram à audiência.

2. Ikea

Nomes proibidos para pessoas: Ikea
Da mesma forma que no caso de Nutella, o nome Ikea é proibido na Suécia, entre outros nomes que podem causar 'ofensa ou desconforto' à criança. A lei foi inicialmente criada para impedir que as famílias batizassem seus filhos com títulos da realeza sueca e, desde então, evoluiu para manter o mínimo constrangimento gerado por cert nomes.
Nos EUA, não há restrições quanto ao uso da Ikea como nome de bebê; de fato, em 1989, 72 meninas Ikeas e 9 meninos Ikeas vieram ao mundo.

3. Robocop

Nomes proibidos para pessoas:  Robocop
Fonte da imagem: Marcelo Braga / Flickr
Uma lei semelhante foi aprovada no estado mexicano de Sonora, no norte do México, em 2014, a fim de evitar o bullying nas escolas. O uso de nomes estranhos é bastante comum no México. Com a aprovação da nova lei, as autoridades publicaram uma lista de nomes que eram usados no passado e não seriam mais aprovados. A lista de nomes proibidos inclui, entre outros, Batman, Terminator e Robocop.
 
4. Talula Does the Hula from Hawaii
Nomes proibidos para pessoas: Talula Does the Hula from Hawaii
A história dessa garotinha chegou às manchetes na Nova Zelândia em 2008. Ela ficou tão envergonhada por seu nome que nunca o revelou aos colegas e aos amigos, e passou pelo apelido "K". Talula Does the Hula foi temporariamente colocada sob custódia do tribunal e recebeu permissão para mudar legalmente seu nome.
O juiz criticou severamente os pais, dizendo: 'O tribunal está profundamente preocupado com o péssimo discernimento mostrado pelos pais dessa criança [...] Um nome desses a coloca em situação ridícula e a cria desnecessariamente um problema social'.

5. Lucifer
Lucifer Nomes proibidos para pessoas:
Aparentemente, mais pessoas querem nomear seu filho Lúcifer do que você esperaria. Em 2017, oficiais do governo alemão tiveram que intervir e impedir que um casal que vivia na cidade de Kassel nomeasse seu recém-nascido Lúcifer.
Apesar do significado literal da palavra ser 'portador da luz', a inevitável conotação de Satanás e do mal pode prejudicar a criança. Os pais finalmente concordaram em renomear o filho Lucian. Enquanto isso, 26 recém-nascidos nos EUA foram nomeados Lúcifer apenas em 2018.

6.  Facebook

Facebook - Nomes proibidos para pessoas
Este é outro nome proibido da lista publicada em Sonora, México. Embora ninguém em Sonora tenha tentado registrar seu recém-nascido como Facebook, ele foi adicionado à lista como um meio de prevenção. Em 2011, um egípcio chamado Jamal Ibrahim nomeou sua filha no Facebook.
Ele explicou sua decisão dizendo quão importante foi o papel da rede social na organização dos protestos da Praça Tahrir. No mesmo ano, o casal israelense Lior e Vardit Adler também causou alvoroço quando deram à sua menina o nome 'Like' tirado do ... botão 'Like' no Facebook.
 

7.  Brfxxccxxmnpcccclllmmn-
prxvclmnckssqlbb11116 (pronuncia-se Albin)

Brfxxccxxmnpcccclllmmnprxvclmnckssqlbb11116 (pronounced Albin) Nomes proibidos para pessoas
Fonte da imagem: Marco Verch / Flickr
O tribunal teve que rejeitar a apelação de um casal de Halmstad, na Suécia, para que o nome do filho estivesse escrito legalmente ... como no título acima. O recurso foi apresentado como resposta a uma multa de US $ 750 que o casal recebeu por não registrar um nome oficial para a criança até seu quinto aniversário. Todas essas ações estranhas foram aparentemente a maneira dos pais protestarem contra a lei de nomes na Suécia.
 
 
8. Gesher
Gesher Nomes proibidos para pessoas
Em 1998, Kirsti Larsen, da Noruega, estava tão decidida a nomear seu bebê Gesher - a palavra hebraica para ponte - que passou duas noites na prisão. Segundo sua explicação, o nome veio a ela em um sonho.
A Noruega possui uma regulamentação bastante estrita de nomes e existe uma lista de nomes e sobrenomes legalmente aceitáveis. Gesher, como você deve ter adivinhado, não aparece na lista. Larsen teve a opção de mudar o nome do bebê, pagar uma multa de US $ 210 ou passar dois dias na prisão. Ela explica que escolheu a última porque "não podia aceitar esse absurdo, em princípio".
9. Hermione
Hermione Nomes proibidos para pessoas
Fonte da imagem: Ursulakm / Flickr
O nome foi especialmente popular no Reino Unido durante a década de 1940 e retornou no início dos anos 2000 com a publicação dos livros de Harry Potter. A "tendência Hermione" atingiu o pico em 2004, após o lançamento do primeiro filme da série.
Embora tenha começado como um nome comum, depois que J.K Rowling o tornou famoso, acabou na lista de nomes proibidos do México. O raciocínio é que a conotação dele tem potencial para assédio moral. Harry Potter - o nome - também é banido. Nos EUA, por outro lado, 79 meninas foram nomeadas Hermione em 2018.
10. Princess
Princess Nomes proibidos para pessoas

Os títulos oficiais não podem ser usados como nomes na Nova Zelândia. Isso não significa que as pessoas não tentam de qualquer maneira. As autoridades do país receberam 28 pedidos de pais que queriam nomear seus recém-nascidos como princesa e todos foram rejeitados. Outros nomes que são proibidos por serem títulos são Príncipe, Major, Bispo, Rei, Rainha, Santo e Senhor.

11. Cyanide

Cyanide Nomes proibidos para pessoas
Em 2016, uma mãe do País de Gales foi impedida de nomear sua filha como Cyanide (Cianeto), o nome, em inglês, do veneno que matou Hitler. O caso foi levado a tribunal por uma assistente social que estava em contato com a família, e o juiz decidiu que 'nomear uma garotinha após um famoso veneno é simplesmente inaceitável'.
O irmão gêmeo da garota também tinha um nome incomum para ele - Preacher. Embora não seja tão ruim quanto o cianeto, o nome Preacher também foi rejeitado pelo juiz. Curiosamente, o tribunal decidiu que os gêmeos fossem renomeados por seus meio-irmãos mais velhos.

12. Linda

Linda Nomes proibidos para pessoas
Em 2014, as autoridades da Arábia Saudita emitiram uma lista de 51 nomes que foram proibidos a partir de então no reino. Alguns foram proibidos por não serem árabes ou não islâmicos, soarem estrangeiros ou contradizerem a tradição do país. Outros, como Amir e Malika (que significa príncipe e rainha), foram rejeitados por serem títulos reais. Linda provavelmente se enquadra na primeira categoria.
Outros nomes ocidentais que foram proibidos são Alice, Sandy e Lauren.

13. Thor

Thor Nomes proibidos para pessoas
Fonte da imagem: JB / Flickr
Portugal proíbe nomes não portugueses e nomes que são uma referência à cultura pop. Há uma lista formal de 82 páginas que detalha todos os nomes proibidos. Por exemplo, nomear um bebê como Filipe é perfeitamente adequado, mas a versão anglicizada de Philip não é permitida. Os nomes Rihanna e Thor constavam na lista por serem relacionados à cultura pop.

14. Harriet e Camilla 

Harriet e Camilla Nomes proibidos para pessoas
Esses nomes comuns são proibidos na Islândia, que possui rigorosas leis de nomenclatura. Há uma lista de 1.853 nomes femininos aprovados e 1.712 nomes masculinos aprovados. Qualquer pessoa que deseje nomear seu filho como algo que não consta da lista deve buscar aprovação especial de um órgão chamado Comitê de Nomeação da Islândia.
O alfabeto islandês não inclui a letra C, portanto, qualquer nome que contenha C geralmente é negado. Não houve sequer uma exceção para o ex-prefeito de Reykjavik, que não obteve aprovação para nomear sua filha Camilla. Outro caso que ganhou as manchetes foi o de Harriet Cardew. As autoridades se recusaram a reconhecer o nome dela, enquanto seu pai britânico se recusou a alterá-lo.
Até os 12 anos de idade, o passaporte islandês de Harriet dizia "Stulka" na seção de primeiro nome - significando simplesmente "garota" em islandês.
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade