header print

Um país, vários modos de nomear certas coisas

O Editor: Anna D.
 

 Nosso Brasil, de tantas culturas e povos, mostra-se abundante em todos os aspectos. Um deles é a nossa língua mãe, tão versátil que pode acabar causando algumas confusões aos viajantes mais desavisados.

Coisas que aqui significam uma coisa, ali significam outra completamente diferente. Chega ser engraçado ver a confusão no rosto da pessoa enquanto ela tenta entender o significado de uma frase que para ela não faz sentido algum.

Selecionamos aqui 15 exemplos para você dar uma olhada.

 

1. Bolacha

Nomes regionaisEssa palavra sofre como a anterior. Em São Paulo ela é usada para se referir aos biscoitos, mas no Rio de Janeiro é sinônimo de tapa. Cuidado ao pedir uma aos seus amigos.
 

2. Carioquinha

Nomes regionais
Quando alguém fala essa palavra a grande maioria das pessoas pensa que você está falando de uma pessoa de baixa estatura que seja natural do Rio de Janeiro ou quem sabe até daquela variedade de feijão. Lá no Ceará você vai ouvir pessoas pedindo por “carioquinhas” nas padarias, já que é a palavra pela qual chamam o também conhecido como pão de sal, pão francês ou cacetinho.
 

3. Cacetinho

Nomes regionais
Como já mencionado lá no item 2, esse tipo de pão recebe tal nome no sul do País. Mas muito cuidado com essa palavra, pois em outras regiões do Brasil, como no Rio de Janeiro, “cacete” é sinônimo de pancada e você pode estar em uma padaria pedindo, sem querer, para apanhar.
 

4. Caçar conversa

Nomes regionais
Às vezes você está se sentindo solitário e resolve “caçar uma conversa” por aí. Bom, a dica é que você não tente isso no nordeste do País. Em alguns lugares da região isso é sinônimo de provocar alguém com agressões verbais.

5. Irado

Nomes regionais
É uma palavra bem óbvia. Se alguém está irado, está nervoso. Menos no Rio De Janeiro, onde algo ser irado significa que a tal coisa é maneira.

6. Italiano

Nomes regionais
É, claramente, um homem natural da Itália. Exceto no Rio de Janeiro, onde é mais provável que estejam falando de uma massa salgada deliciosa recheada de queijo e presunto.

7. Jesus

Nomes regionaisEm todo o Brasil (e também no resto do mundo) vão supor que você esteja falando de religião. Mas lá no Maranhão pode ser que alguém esteja apenas pedindo o guaraná de uma marca específica.

8. Lapiseira

Nomes regionais
A lapiseira tem um montão de nomes pelo Brasil, como porta-minas, lápis-grafite ou póli. Mas em algumas regiões do nordeste brasileiro, se você pedir por uma lapiseira em uma papelaria talvez não receba o produto que esperava. Lá essa palavra se refere ao objeto que usamos para apontar lápis, o também chamado de apontador.
 

9. Massa

Nomes regionais
Quando você fala de massa é pressuposto que esteja se referindo a algum prato delicioso. Mas em muitas regiões brasileiras a palavra também é usada pelos jovens como uma gíria, sendo um adjetivo para algo bom, como: “Essa massa é massa.”

10. Meu rei

Nomes regionais
Talvez você esteja jogando uma partida de baralho e conseguiu uma carta da realeza. Mas na Bahia pode ser apenas alguém se endereçando a qualquer homem nas proximidades.

11. Mineirinho

Nomes regionais
Você pode estar falando de uma pessoa pequena que trabalha em alguma mina, ou até mesmo se referindo a um morador de Minas Gerais, mas no Rio de Janeiro a grande maioria vai pensar que você quer o famoso e delicioso refrigerante com extrato de guaraná e chapéu-de-couro.

12. Passeio

Nomes regionais

Às vezes a gente só quer sair um pouco de casa e dar um passeio, não é? Pois, se você estiver pela Bahia e decidir passear caminhando é pelo passeio que você deve andar. Lá a calçada é chamada dessa forma.

13. Peteca

Nomes regionais
Essa todo mundo conhece. É aquele brinquedo que consiste em um peso e uma porção de penas que a gente estapeia para lá e para cá tentando não deixar cair no chão, não é? Bom, até é. Mas no Maranhão a palavra também é sinônimo das conhecidas bolinhas de gude.

14. Tela

Nomes regionais
Essa é fácil. Quase todo aparelho eletrônico hoje em dia tem uma tela. E lá no Piauí as pessoas também têm. Lá a palavra é usada para se referir ao rosto, como na expressão “Ô tela cansada essa tua, viu mermão?”

15. Totó

Nomes regionais
Se você leu essa palavra e pensou em cachorros, então não é morador do Rio de Janeiro, Espírito Santo, Pernambuco ou Bahia. Nesses lugares a palavra se refere ao futebol de mesa, ou pebolim.
E você, conhece mais algumas expressões regionais interessantes? Nos conte nos comentários!
 
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade