header print

Psoríase: Remédios naturais que aliviam os sintomas

O Editor: Anna D.
 Embora as crises de psoríase sejam mais comuns em climas secos e frios, o verão é a melhor época do ano para cuidar da psoríase e fazer com que as lesões vermelhas e coceira desapareçam da pele. Este artigo concentra-se em dicas e tratamentos naturais eficazes para aliviar os sintomas das lesões psoriáticas da pele, mas você também pode ler nosso artigo anterior intitulado Psoríase: Um Guia Completo Sobre a Doença para obter mais informações gerais sobre este tópico.

Alívio da psoríase - dicas gerais

A psoríase é uma doença inflamatória sistêmica que se manifesta primeiro por meio de lesões cutâneas escamosas e vermelhas. Qualquer parte do corpo, incluindo couro cabeludo, calcanhares e unhas, pode ser afetada pela psoríase. Com o tempo, a doença tende a se espalhar para as articulações, causando artrite psoriática. A psoríase também está associada a certos problemas gastrointestinais.
Um tratamento médico personalizado e abrangente é necessário para controlar e retardar a progressão da doença. Além das dicas e recomendações de seu dermatologista e reumatologista, é igualmente importante desenvolver suas próprias maneiras de aliviar os sintomas e prevenir o aparecimento de lesões na pele. Aqui estão algumas dicas a serem consideradas:
Remédios naturais para psoríase
- Evite arranhar, danificar ou queimar a pele. Os problemas de pele psoriásicos são a resposta anormal do seu corpo ao trauma. Prevenir queimaduras solares, resistir a picadas de insetos que coçam e proteger sua pele contra o atrito mecânico causado por roupas apertadas ou que coçam, tudo isso ajuda muito.
- Previna o ressecamento da pele. Um clima seco pode piorar a psoríase porque empobrece a pele dos óleos naturais, causando rachaduras microscópicas na superfície cutânea. Essas pequenas rachaduras podem então evoluir para lesões psoriáticas; é por isso que a psoríase costuma se formar nas partes mais secas da pele, como cotovelos, calcanhares e nós dos dedos. Loções corporais, cremes faciais e pomadas são a melhor maneira de evitar que sua pele perca a umidade.
- Evite fragrâncias. A maioria dos cremes, sais de banho e sabonetes contém perfume e corantes que podem irritar a pele. Saber disso é crucial para pacientes com psoríase, cuja pele é mais sensível a esses irritantes. Opte por produtos de cuidados da pele sensíveis e sem fragrâncias.
- Álcool, estresse e tabagismo pioram a psoríase. Mudanças no estilo de vida e uma dieta saudável podem não curar a psoríase, mas podem reduzir um pouco os sintomas.
- Use protetor solar. A fototerapia é um tratamento muito eficaz para a psoríase, mas não é o mesmo que bronzeamento. A fototerapia é um tratamento controlado em consultório que usa um comprimento de onda UV muito específico nas lesões da psoríase e as erradica. Por outro lado, o bronzeamento pode aumentar a inflamação da pele, tornando-a vermelha ou queimada de sol, o que pode causar um grande problema.

Tratamentos naturais para psoríase

1. Aloé vera (babosa)

Remédios naturais para psoríase
O suco de aloe vera, a nossa conhecida babosa, o gel de aloe vera ou qualquer outro hidratante que contenha pelo menos 0,5% de extrato de aloe reduz a vermelhidão, descamação, coceira e inflamação associadas à psoríase.
De acordo com um estudo de 2010, o creme de aloe vera é um pouco mais eficaz na mediação dos sintomas da psoríase em comparação com um creme com esteróides contendo 0,1% de acetonido de triancinolona. Um estudo mais recente com 2.248 pacientes com psoríase leve e moderada usou um creme tópico com 3% de aloe vera. Os pacientes observaram uma melhora acentuada nos sintomas, incluindo a eliminação de placas na pele, em comparação com o placebo.
A Clínica Mayo sugere que você aplique um creme de babosa na área afetada várias vezes ao dia durante um mês para notar uma melhora significativa. Portanto, seja consistente e evite comprimidos de aloe vera. A National Psoriasis Foundation declara que não há evidências de que os suplementos orais de babosa sejam eficazes no alívio dos sintomas.

2. Banhos de aveia

Remédios naturais para psoríase
Se você está tendo um surto de psoríase no corpo e sente muita coceira e vermelhidão, um banho de aveia coloidal pode ajudar a acalmar sua pele. A aveia coloidal, ou Avena sativa, é um pó feito de aveia finamente moída e fervida. Está cientificamente comprovada a sua eficâcia para acalmar a pele irritada e inflamada.
Prepare um banho de aveia moendo 1 xícara de aveia em um moedor de especiarias até que esteja completamente fina e lisa. Despeje o pó em um banho morno (não quente) para evitar irritações na pele. Sente-se e mergulhe na banheira por pelo menos 10-15 minutos, submergindo as áreas afetadas na água. Para melhores resultados, repita isso por alguns dias seguidos.

3. Uva do Oregon

Remédios naturais para psoríase
Uva do Oregon é um nome um tanto confuso. Embora os frutos da Mahonia aquifolium se pareçam com uvas, eles não têm nada em comum com a conhecida fruta. Na verdade, é um arbusto perene da família das bérberis. Dito isso, essa espécie invasora parece ter alguma utilidade para os humanos. A pesquisa mostra que os cremes contendo 10% de extrato de uva do Oregon têm propriedades antimicrobianas e reduzem a resposta imune inflamatória em pacientes com psoríase.
Um artigo revisado de 2018 concluiu que um creme contendo Mahonia aquifolium é seguro e eficaz para a psoríase. Um estudo específico em 433 pacientes com psoríase revelou que os sintomas melhoraram ou desapareceram após 12 semanas de tratamento diário em mais de 80% dos participantes. Outros estudos mostram resultados semelhantes e também apontam que o creme é bem tolerado.

4. Óleo da árvore do chá

Remédios naturais para psoríase
Como mencionamos no início do artigo, a psoríase pode aparecer no couro cabeludo. Infelizmente, o tratamento da psoríase nessa área pode ser complicado, especialmente se você tiver cabelo comprido. Uma dica geral que os dermatologistas recomendam é lavar o cabelo e couro cabeludo com a maior freqüência possível. Isso ajuda a remover quaisquer escamas acumuladas que podem, de outra forma, ficar fora de controle.
Quando se trata de remédios naturais que podem ser usados ​​no couro cabeludo, o óleo da árvore do chá é a principal recomendação. O óleo da árvore do chá é um óleo essencial feito das folhas da planta Melaleuca alternifolia. Este óleo essencial tem potentes qualidades antifúngicas, antiinflamatórias e antissépticas.
Embora a maioria dos estudos sobre a árvore do chá para o couro cabeludo tenha sido feita em um couro cabeludo que coça ou com caspa, evidências sugerem que também pode ser benéfico e domar as escamas e coceira em pacientes com psoríase. Muitos xampus que contêm óleo da árvore do chá estão disponíveis no mercado, mas você pode apenas adicionar algumas gotas de óleo da árvore do chá ao seu xampu regular. Ao lavar, deixe o produto no couro cabeludo por 3-5 minutos para que faça efeito.
Nota: nunca use o óleo da árvore do chá não diluído diretamente no couro cabeludo - isso pode causar queimaduras na pele.

5. CúrcumaRemédios naturais para psoríase

Nem todos os tratamentos caseiros para a psoríase são tópicos. Afinal, a psoríase é uma doença inflamatória sistêmica e, para tratar a causa, você deve se esforçar para diminuir a inflamação em todo o corpo. Existem muitos alimentos antiinflamatórios que podem ajudá-lo com isso, mas a cúrcuma é definitivamente um dos ingredientes mais pesquisados especificamente para a psoríase.
A curcumina, o ingrediente ativo da cúrcuma, tem um efeito terapêutico marcante no tratamento da psoríase, de acordo com um artigo de revisão recente. Ingerir cúrcuma regularmente pode reduzir os surtos de psoríase. Suplementos de cúrcuma em cápsulas ou comprimidos podem ajudá-lo a obter uma dose constante dessa especiaria todos os dias, mas você também pode adicioná-la às suas refeições como tempero.

6. Sais de banho

Remédios naturais para psoríase
Se você não gosta particularmente de banhos de aveia, pode tentar adicionar sal de Epsom ou sal do Mar Morto ao banho. Como a aveia coloidal, os sais de banho podem ajudar a aliviar a coceira. Além disso, descobriu-se que os banhos de sal ajudam a remover as escamas das áreas afetadas. Mergulhar nesta mistura por um mínimo de 15 minutos não é apenas um calmante para a coceira na pele, mas também ajuda a eliminar a pele escamosa associada à psoríase.
O sal do Mar Morto foi considerado mais benéfico do que o sal de Epsom para reduzir os sintomas da psoríase em um ensaio clínico. O sal do Mar Morto é rico em minerais, o que pode explicar esse efeito. Para aqueles que estão se perguntando... sim, nadar no mar pode produzir efeitos semelhantes! Ao tomar um banho de sal, fique na água por pelo menos 15-20 minutos e repita por alguns dias ou mesmo para ver a real diferença.
No estudo mencionado acima, os participantes tomaram banhos de 20 minutos durante 3 semanas. Por último, não se esqueça de hidratar a pele logo após o banho para selar os nutrientes e conservar a sua umidade.
Compartilhe essas informações com quem as achará úteis!
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade