header print

Os Supermateriais do Futuro!

A tecnologia está em constante evolução e temos visto todos os seus avanços - novos robôs, traquitanas, smartphones, veículos e avanços na medicina são alguns deles. A engenharia química é tão importante quanto outros campos de estudo, e o que você vai ver agora são alguns experimentos científicos criados por esse ramo. São invenções surpreendentes que já são utilizadas em diversas áreas, como indústria e construção civil, mas que podem se tornar os materiais do futuro, de tão avançados que são! Confira.

 
 
1. Aerogel

O aerogel apareceu nada menos do que 15 vezes no Livro de Recordes do Guinness, e até hoje nenhum material conseguiu tal feito. Chamado de "fumaça congelada", pois sua aparência lembra a de uma pedra de fumaça, o aerogel surpreende pela sua composição, que é de 99,8% de espaço vazio! É por isso que o material tem essa cor, e funciona como um excelente isolador.

Um escudo feito de aerogel pode te proteger de chamas de fogo sem qualquer perigo, pois ele absorve todo o calor da chama e não deixa que você se queime. O mesmo acontece quando o material é usado em baixas temperaturas. Os cientistas brincam dizendo que, com o aerogel, é possível construir uma casa na Lua. Outra curiosidade: sua estrutura é tão complexa que uma pequena quantidade dele (o equivalente a uma polegada) pode cobrir uma área do tamanho de um campo de futebol.
 
2. Nanotubos de carbono

Imagine longas cadeias de carbono. Estas superestruturas estão interligadas pela hibridização sp2, que é o processo de formação de orbitais eletrônicos híbridos, semelhantes às ligações do grafite, aquele que você encontra no lápis. Os nanotubos de carbono são tipos de cilindros construídos com diâmetro de comprimento de 132.000.000:1, ou seja, é significativamente maior do que qualquer outro material existente.

Trata-se de uma estrutura extremamente resistente, talvez a única estrutura forte o bastante para construir um "elevador espacial" da Terra até o espaço. Só para se ter uma ideia, o material é 300 vezes mais resistente que o aço, portanto pode ser facilmente utilizado para construir grandes arranha-céus.
 
3. Metamateriais

Metamateriais são materiais artificiais cujo formato não é encontrado na natureza. É um conjunto de múltiplos elementos microscópicos individuais, como plástico e metal, por exemplo. A forma 100 por cento exata, a geometria perfeita, o tamanho e a maneira como são arranjados podem afetar ondas de luz e de som de forma pouco convencional, e isso também o torna único, pois nenhum outro material consegue tal feito. O metamaterial incorpora elementos estruturais de tamanhos de subcomprimendo da onda, características que são de fato menores do que o comprimento da onda que elas afetam.

A pesquisa inicial feita com metamaterial investiga a fundo materiais com índice de refração negativo, que permitem a criação de superlentes, que podem ter uma resolução espacial inferior à do comprimento da onda. Parece complexo, não é mesmo? Em outras palavras, esse processo produz capas de invisibilidade.
 
4. Nanodiamante
Os nanodiamantes são micropartículas formadas de carbono com cerca de 4 nanômetros de diâmetro. Vistas a olho nu, podem parecer um punhado de pó, mas sua estrutura é bastante complexa. É um ótimo condutor de calor e tem um alto ponto de fusão comparado a outros materiais. Equipamentos criados com nanodiamantes podem ser mais leves e muito mais fortes se comparados a outros feitos com aço, por exemplo.
 
5. Metal amorfo

O metal amorfo é um tipo de metal com estrutura atômica desorganizada. É criado ao arrefecer imediatamente o metal derretido antes do realinhamento das partículas (que formam o metal sólido). O mais surpreendente é que essa estrutura é duas vezes mais resistente que o aço. Além disso, o metal amorfo é um ótimo condutor de eletricidade e pode melhorar a força de uma malha energética em até 40 por cento, ideal para economizar energia em um período onde os recursos naturais estão cada vez mais escassos.

 
6. Alumínio transparente

Além de transparente, este material é três vezes mais forte que o aço. Imagine edifícios construídos com este alumínio. Seria uma ótima ideia para diminuir a poluição visual de grandes cidades, além de economizar eletricidade, pois seria muito mais fácil adquirir luz solar.

 
7. Tecido inteligente

Nos próximos dez anos, todos vão saber tudo sobre o tecido inteligente. Na verdade, nossas roupas poderão ser produzidas com ele. E será muito bom. Por exemplo: para que carregar aparelhos celulares se nós poderemos vesti-lo? No futuro, as roupas terão esse tipo de tecido que poderá fazer inúmeras atividades, como monitorar a sua saúde, projetar, vídeos, fazer ligações e até acessar a internet. São muitas as possibilidades.

Gostou? Compartilhe!

 

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer: