header print

Uma história inspiradora para você

O Editor: Anna Davidson
 

 Charles Plumb era um piloto de caça da Marinha dos EUA no Vietnã. Após 75 missões de combate, seu avião foi destruído por um míssil terra-ar. Plumb ejetou e saltou de paraquedas, caindo nas mãos do inimigo. Foi capturado e passou 6 anos em uma prisão comunista vietnamita. Sobreviveu à provação e agora dá palestras sobre as lições aprendidas com essa experiência.

Um dia, quando Plumb e sua esposa estavam sentados em um restaurante, um homem em outra mesa aproximou-se e disse:

"Você é Plumb! Você pilotou caças no Vietnã que foram transportados pelo porta-aviões Kitty Hawk, e você foi derrubado!"

"Como você sabe disso?" perguntou Plumb, surpreso.

"Fui eu que dobrei seu paraquedas", respondeu o homem.

Plumb deu um suspiro de gratidão.

O homem apertou a mão dele e disse: "Acho que funcionou!"

"Com certeza", garantiu Plumb.
"Se seu trabalho não tivesse funcionado, eu não estaria aqui hoje."

 
História para você refletir

Naquela noite, Plumb não conseguiu dormir, pois continuava pensando naquele homem. Diz ele:

"Fiquei me perguntando como ele seria em um uniforme da Marinha: um casquete branco; a blusa com o cabeção nas costas e calças com boca de sino. Gostaria de saber quantas vezes eu o teria visto sem sequer dizer 'bom dia, como está você?' ou algo assim, porque, veja só, eu era um piloto de caça e ele era apenas um marinheiro."

 Pensou muito nas longas horas que o marinheiro passara em uma comprida mesa de madeira nas entranhas do navio, manuseando e dobrando cuidadosamente a seda de cada paraquedas, tendo sempre em suas mãos o destino de alguém que não conhecia.

Plumb nos pergunta agora: "Quem está arrumando seu paraquedas?"

Todo mundo tem alguém que lhe fornece o que precisa para passar o dia.

Ele também ressalta que precisava de muitos tipos de paraquedas quando seu avião foi abatido sobre o território inimigo - ele precisava de paraquedas físico, paraquedas mental, paraquedas emocional e paraquedas espiritual.

Ele pediu todos esses apoios antes de alcançar a segurança.

Às vezes, nos desafios diários que a vida nos dá, não percebemos o que é realmente importante.

Não nos ocorre dizer olá, por favor ou obrigado, parabenizar alguém por algo bom que aconteceu com ele ou ela, elogiar ou simplesmente fazer algo de bom sem motivo.

À medida que você avança nesta semana, este mês, este ano, reconheça as pessoas que dobram seus paraquedas.

E o mais importante, mostre a eles sua apreciação, gratidão e dê-lhes atenção - compartilhe esta mensagem com eles.

Você talvez ainda não conheça essas pessoas, portanto, permita que sua bondade não tenha limites.

Você nunca saberá quem pode estar arrumando seu paraquedas agora.

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade