header print

6 Formas Diferentes de Meditar Que Funcionam

 

Praticar meditação só vai trazer vantagens à sua vida. No entanto, muitas pessoas associam esta prática milenar àquela posição de pernas cruzadas no meio da natureza, pronunciando mantras. E com a vida corrida e ocupada que temos, outras pessoas acham que isso é praticamente impossível, mas vamos mostrar agora que você não precisa estar em um campo florido ou praia, e muito menos estar em posição de lótus para isso. A meditação pode se adequar à sua vida e pode ser feita em qualquer lugar.

Para te ajudar, selecionamos técnicas criativas que não levam mais de 15 minutos. Com a prática, você vai incluir a meditação na sua vida e experienciar mudanças positivas, como redução de estresse e ansiedade, mais foco e melhorias na saúde.

 
6 Formas fáceis e simples de incluir a meditação na sua vida

Meditação das cores
Esta técnica consiste em colorir mandalas, formas simétricas que representam o desprendimento do físico. Colorir mandala é uma atividade de efeitos terapêuticos que inclusive é aplicado por psicólogos e em tratamentos para ansiedade e depressão. Ao colorir, você deve se concentrar nos pequenos detalhes e, dessa forma, os pensamentos se dissipam. Embora possa parecer uma atividade até infantil, experimente e veja como afeta a sua vida.

Como fazer: Este link tem uma série de mandalas. Clique naquela que mais te atrai, depois clique em Download PDF e imprima. Pegue lápis coloridos e vá pintando de acordo com a sua inspiração. Não é preciso pintar uma mandala inteira de uma só vez. Siga a intuição e a inspiração e pinte no seu tempo livre. Com o passar do tempo, você vai fazer com mais frequência.


6 Formas fáceis e simples de incluir a meditação na sua vida

Meditação contemplativa
Você alguma vez já se pegou olhando fixamente para qualquer lugar? Isso geralmente ocorre durante atividades corriqueiras, como andar no ônibus, esperar em uma fila etc. Olhar fixamente é algo que fazemos inconscientemente. Mas, durante esse processo, podemos pensar em várias coisas diferentes. Esta forma de meditação consiste justamente em uma técnica de olhar, em plena consciência, garantindo que você fique 100% presente no momento. O desafio neste caso é manter o foco em um ambiente ruidoso ou agitado. Porém, após algum tempo de treino, você poderá usar esse método para relaxar completamente antes de uma reunião ou um evento importante.

Como fazer: Basta fixar em um ponto na parede à sua frente, ou qualquer outro lugar da sala ou quarto, e se concentrar nele o máximo que puder. Você pode programar um cronômetro no celular ou no relógio de pulso. Não se preocupe se todos os pensamentos vierem à tona; basta olhar ao redor e então fixar de novo no ponto escolhido. E com o tempo, você vai treinar a sua mente aos poucos, e os ruídos ao redor nem vão mais te incomodar.

6 Formas fáceis e simples de incluir a meditação na sua vida

Meditação com histórias
Uma das coisas que muitos de nós tem feito para passar o tempo é mexer no smartphone. Não seria um desperdício de tempo? Tudo bem fazer isso uma vez ou outra, mas passar horas no celular não é nada saudável. É prejudicial aos olhos, postura e articulações dos dedos. Por isso, ao invés de matar o tempo no telefone, olhe ao redor para ter mais inspiração. Esta técnica transformará seus pensamentos em uma aventura, o que o ajudará a se sentir mais relaxado e livre de preocupações.

Como fazer: Olhe para as pessoas ao seu redor, e tente inventar uma história sobre quem elas são, para onde estão indo, e quaisquer detalhes adicionais que você possa imaginar. Esta é uma ótima técnica de meditação porque, ao nos concentrar no desenvolvimento criativo de uma história, trabalhamos o cérebro de forma complexa. Ao mesmo tempo, nos ajuda a esquecer nossos próprios problemas e ansiedades, mesmo que por um momento. Você pode inventar histórias sobre pessoas, lugares e até objetos interessantes. Sempre que você se sentir estressado, ansioso ou deprimido, olhe para o mundo ao seu redor e descubra as coisas que atraem a sua curiosidade.

6 Formas fáceis e simples de incluir a meditação na sua vida
 

Meditação do labirinto
Pense em alguma caminhada agradável que você tenha feito nas férias ou qualquer outra ocasião. Esse desejo de explorar o mundo é uma característica comum em crianças, e raramente é experimentado na fase adulta, com exceção de raros momentos. O objetivo desta meditação é trazer essa vontade de explorar de volta à nossa vida. Com o tempo, o foco que nos guia na saída do "labirinto" em que nos prendemos nos acompanhará no final do dia e nos ajuda a desenvolver uma perspectiva diferente, mesmo quando ao olhar para coisas familiares.

Este método se baseia em descobertas inesperadas que encontramos ao longo do caminho, ao lado da dupla atividade de ambos os hemisférios do cérebro enquanto navegamos no caminho para atingir nosso objetivo. Isso nos ajuda a permanecer focados no que estamos fazendo e nos permite prestar atenção a coisas que passariam despercebidas. A não ser quando estamos com pressa de chegar ao trabalho, pegar as crianças na escola ou cuidar da casa.

Como fazer: Se você precisa ir a algum lugar caminhando e tem um tempo extra, cerca de 10-15 minutos, tente um caminho diferente. Evite usar mapas ou dispositivos de navegação de smartphones e explore o mundo ao redor. Não tenha medo.

Outra maneira de fazer esse exercício é tentar escapar de um labirinto em papel. Existem muitos labirintos especiais que podem te ajudar a praticar meditação dessa maneira, e você pode se desafiar fazendo-os em casa, de acordo com o seu tempo. Neste link há uma série de labirintos. Imprima um deles e tente encontrar a saída. Você pode fazer com os olhos ou um lápis.

6 Formas fáceis e simples de incluir a meditação na sua vida

Meditação de amor e bondade
Esta técnica também é conhecida como Metta. Esta palavra vem da língua páli e quer dizer benevolência, bondade e interesse aos outros indivíduos. Mas isso não se restringe somente a familiares e amigos. Esta meditação é adequada para aqueles que sentem que não se dão bem com as pessoas ao seu redor ou estão insatisfeitos com a forma como se comportam com os outros. A técnica reforça nossa capacidade de se identificar com os outros e aceitá-los como são, além de apreciar como fazem parte de nossas vidas.

Como fazer: No final do dia, pare por alguns minutos e pense em algo bom que você fez. Dê a si mesmo um crédito, mesmo que seja algo pequeno. O próximo passo é pensar em um amigo próximo ou familiar que geralmente te faz feliz, mesmo que não tenha visto ou falado com essa pessoa no dia. Pense em algo bom que ela fez por você e da importância que tem em sua vida.

Depois disso, pense em uma pessoa "neutra". Pode ser alguém do trabalho que você não conhece o suficiente, uma pessoa que trabalha no mercado que você frequenta, etc. No último círculo de pensamento, pense em uma pessoa com quem você teve dificuldade recentemente. Pode ser alguém do trabalho, da família, um amigo e assim por diante. Na etapa final, pense novamente nessa lista de pessoas.

A conexão que você criou entre um ente querido e uma pessoa que você não gosta por um motivo ou outro acabará por levá-lo a perceber que um relacionamento problemático não é indicativo de todos os seus relacionamentos. Esta prática também te ajuda a ter sentimentos positivos em relação a alguém que você vê apenas por um viés negativo. E é justamente nisso que consiste esta meditação: ela ajuda a desenvolver a compaixão e nos ajuda a encarar relações problemáticas com mais amenidade e positividade. Você pode repetir os mesmos nomes da próxima vez, ou pensar em pessoas diferentes, dependendo do nível de proximidade ou distância delas no momento.

6 Formas fáceis e simples de incluir a meditação na sua vida

Meditação do riso
Pode parecer estranho pensar que rir é uma forma de meditar, mas essa técnica é uma das mais eficazes e influentes em nosso organismo, e na forma como somos afetados pelos eventos do dia. O riso cria uma combinação de expressões corporais, emoção e alma. Quando rimos, podemos transcender momentos estressantes, ver situações difíceis de forma diferente e tornar a vida menos séria. Muitos de nós pensamos que rir pode nos fazer parecer ridículos, mas incorporar essa meditação no início ou no fim do dia permitirá que você ria consigo mesmo e sobre si mesmo, o que é necessário se você quiser ser mais otimista sobre a vida.
 
Como fazer: Existem três etapas principais para esta meditação. Cada uma delas pode levar 5 minutos (se você está tendo um dia atarefado), mas sinta-se livre para gastar um tempo a mais se puder. O primeiro passo envolve o alongamento do corpo e a respiração profunda. Primeiro, estique os braços e as pernas, levante as mãos acima da cabeça e estique as pernas para a frente. Fique nesta posição por alguns segundos. Em seguida, estique os músculos faciais exagerando um bocejo, fazendo um rosto de peixe ou esticando a língua. Na terceira etapa, pense em situações que o fizeram rir, piadas que você conhece ou até mesmo assistir a algum vídeo engraçado que você gosta. Se estiver em casa, não se contente com apenas um sorriso, e dê uma boa risada sem se sentir infantil ou sujeito a críticas. No último passo, faça algumas respirações e pense o quão bem você se sentiu nesses momentos.
6 Formas fáceis e simples de incluir a meditação na sua vida
Para concluir, o importante no caso de se dedicar à meditação é que muitos de nós podemos nos sentir incomodados ao incluir uma tarefa a mais em um dia já atribulado. No entanto, essas técnicas que você aprendeu agora podem ser um ponto de partida para aprender a meditar e incluir essa atividade no seu dia a dia sem problemas. Com o passar do tempo, você aprimora as técnicas e vai colher todos os benefícios dessa prática saudável para a sua mente, inclusive fazer uso da tecnologia para isso. Quer saber como? Veja aqui.
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer: