header print

Como ajudar alguém num ataque de pânico

O Editor: Anna D.
 Os ataques de pânico não devem ser confundidos com estresse ou ansiedade geral, pois são ondas extremas, insuportáveis e repentinas de ansiedade e medo, geralmente acompanhadas por respiração acelerada, a marca registrada dos episódios dessa natureza. Como você pode imaginar, não é de surpreender que os ataques de pânico sejam impressionantes para quem os experimenta, mas também podem ser paralisantes para os presentes enquanto outra pessoa está sofrendo um ataque.
Se você não tem certeza de como deve reagir ou ajudar uma pessoa que tenha um ataque de pânico, especialmente se um membro da família, colega de trabalho ou amigo tende a tê-los de vez em quando, continue lendo. Existem várias técnicas de grounding (manter a pessoa conectada com a realidade)  que você pode usar para aliviar a intensidade de um ataque de pânico e ajudá-los a ficar mais calmos. A seguir, explicamos algumas dessas técnicas:

1. Fique o mais calmo possível

How to Help Someone Having a Panic Attack woman comforting girl
Para poder ajudar alguém durante um ataque de pânico, você deve entender a dinâmica do episódio. Em primeiro lugar, é importante observar que qualquer pessoa pode sofrer um ataque de pânico sem motivo aparente, e o início do surto é geralmente repentino e inesperado.
Embora muitas pessoas sofram ataques de pânico recorrentes e muitas vezes saibam reconhecê-las pelo que são e como lidar com elas, outras experimentam apenas um ou dois ataques de pânico durante toda a vida. Aqueles que não têm experiência com essa condição podem confundi-la com outra coisa, geralmente um ataque cardíaco, que pode piorar ainda mais seus sintomas. No entanto, diferentemente de um ataque cardíaco, um ataque de pânico geralmente é causado por estresse e será resolvido em 20 a 30 minutos.
É importante que você, como observador, conheça as diferenças, pois caberá a você decidir se chama ou não uma ambulância. Embora os sintomas de um ataque de pânico possam parecer extremos e possam se manifestar por falta de ar, dor no peito, sudorese e tremores, eles desaparecem por conta própria. Saber disso ajudará você a manter a calma e estar presente para a pessoa durante um surto como esse.
Se você sente que está ficando nervoso ou irritado e não consegue se manter calmo na situação, é melhor se afastar, se possível, pois uma atitude negativa pode piorar ainda mais a experiência deles.

2. Conecte-se com a pessoa que está tendo um ataque

How to Help Someone Having a Panic Attack holding hands in support
Conversar com uma pessoa que está sofrendo um ataque de pânico pode ser muito mais benéfico do que se imagina, pois pode distraí-la dos sintomas e acalmar a respiração. Dito isto, algumas pessoas familiarizadas com a condição podem preferir ficar em silêncio ou mesmo sozinhas; portanto, sempre pergunte se uma pessoa precisa de sua ajuda atenção, em vez de apenas supor que precisa sem pedir. Se a pessoa concordar em aceitar sua ajuda, aqui estão algumas dicas úteis:
1. Se você não conhece a pessoa, pode se apresentar e perguntar se ela já teve um ataque de pânico antes. Nesse caso, pergunte como eles lidaram com eles no passado, pois isso pode ajudar o doente a se lembrar da técnica de relaxamento que já deve saber.
2. Pergunte à pessoa se ela precisa ir para um lugar mais calmo, especialmente se você estiver em um local cheio e barulhento, mas não pressione-a para fazê-lo, o principal é mantê-la confortável.
3. Apoie a pessoa, informando que você está lá para ela. Lembre-os de que o ataque não vai durar muito e ofereça outras palavras gentis.
4. Se você conhece bem a pessoa, pode tentar distraí-la, trazendo tópicos interessantes para a pessoa que está sofrendo um ataque.
Dito isto, evite dizer a uma pessoa que ela precisa se acalmar e afins, porque isso raramente é útil e pode parecer crítico, o que pode piorar muito as coisas.
 

3. Sugira uma dessas técnicas de grounding

How to Help Someone Having a Panic Attack
Às vezes, um ataque de pânico pode ser tão avassalador que uma pessoa perde a conexão com a realidade e o ambiente. Se você perceber isso, sugira uma das seguintes ações:
1. Ofereça um assento em uma cadeira ou sofá confortável, dê um travesseiro e um cobertor, se possível. Voltando às dicas mencionadas anteriormente, seu objetivo é fazer com que a pessoa se sinta mais confortável e relaxada.
2. Tente trazer a pessoa de volta à realidade, perguntando-lhe que dia da semana é, o que eles tomaram no café da manhã ou qualquer outra pergunta mundana e básica. Você pode até pedir que eles façam alguns cálculos matemáticos simples.
3. O método 5-4-3-2-1. Esse truque é frequentemente usado por psicoterapeutas e é conhecido por ajudar uma pessoa que sofre um ataque a se concentrar no ambiente e nos sentidos. Peça à pessoa que olhe em volta e identifique 5 coisas que vê, 4 itens que podem tocar, 3 sons que podem ouvir, 2 cheiros que podem perceber e 1 sabor que podem sentir.
 

4. Ajude-os a respirar com mais firmeza

How to Help Someone Having a Panic Attack Help them breathe deeply
A respiração rápida e irregular é a principal causa de muitos sintomas desagradáveis de ataques de pânico, como dor no peito, tontura e coração acelerado. É por isso que é importante ajudar a pessoa a controlar a respiração. Alguns pacientes estarão familiarizados com algum tipo de técnica respiratória, como Respiração Tática ou algo semelhante, e se o fizerem, deixe-os prosseguir.
Se, no entanto, eles precisarem de sua ajuda, a melhor coisa a fazer é respirar devagar e profundamente e pedir à pessoa para espelhar sua respiração várias vezes até ver que o padrão respiratório volte ao normal. Os médicos insistem que NUNCA se deve dar ao paciente um saco de papel para respirar durante um ataque de pânico, pois isso pode levar à perda da consciência.

5. Confirme se a pessoa está bem

How to Help Someone Having a Panic Attack women connecting with each other
Aqueles que sofrem de ataques de pânico costumam ser pessoas ansiosas, e a experiência desagradável que você compartilhou pode levá-los a ter vergonha ou medo de falar com você novamente. Mostre seu apoio contatando-os periodicamente, ligando ou se comunicando com eles para ajudá-los a se sentirem mais à vontade com sua condição.

Quando procurar ajuda

Em primeiro lugar, se você não sabe nada sobre a pessoa ou suas condições de saúde, e ela não está disposta a se comunicar com você, não tente forçá-la e ligar para a ambulância, porque o que parece um surto de pânico também pode ser um problema cardíaco outra condição com risco de vida.

Você também deve ligar para uma ambulância se o ataque de pânico não cessar dentro de algund minutos, se a pessoa estiver vomitando e sentindo dores nas extremidades, dor no peito ou disser que sente que está morrendo. Afinal, é mais seguro ligar para a ambulância e descobrir que a pessoa estava passando por um ataque de pânico do que tentar resolver uma emergência de saúde.

Achou este artigo útil? Então compartilhe com outras pessoas!

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade