header print

Você está limpando essas coisas corretamente?

O Editor: Anna Davidson

 A pandemia de Covid-19 nos fez investir mais tempo do que nunca em limpeza, higienização e desinfecção. Se você se pergunta qual é a diferença entre higienizar e desinfetar, esta é a resposta de acordo com o CDC: “A higienização reduz o número de germes em superfícies ou objetos para um nível seguro, conforme julgado pelos padrões ou requisitos de saúde pública. Esse processo funciona limpando ou desinfectando superfícies ou objetos para reduzir o risco de propagação da infecção.”

A desinfecção, por outro lado, “funciona usando produtos químicos para matar germes em superfícies ou objetos. Esse processo não limpa necessariamente superfícies sujas ou remove germes, mas ao matar germes em uma superfície após a limpeza, ele pode reduzir ainda mais o risco de espalhar infecções ”.

É importante saber que, embora a higiene seja extremamente importante em momentos como esses, alguns de seus pertences não devem ser desinfectados da mesma maneira que todo o resto, pois isso pode causar sérios danos. Para evitar o estresse causado pela destruição de um item precioso, compilamos uma lista das coisas que você deve tratar com cuidado especial ao tentar mantê-las o mais limpas possível.

1. Telefone celular

. Telefone celular
Os telefones celulares são notórios por serem uma das coisas mais sujas que possuímos, já que a grande maioria de nós os carrega por toda parte. A tendência natural para muitas pessoas seria desinfectar seus telefones regularmente, principalmente com a pandemia de coronavírus. No entanto, é importante prestar atenção à maneira como se faz isso, pois muita umidade pode danificar seu telefone.
Em vez de usar lenços desinfectantes, a recomendação da Apple é usar spray de álcool isopropílico a 70% em um pano de microfibra antes de esfregar a tela e evitar as saídas. Deixe o telefone secar por 2-5 minutos e depois limpe-o novamente com uma toalha de papel ou pano de microfibra. Repita essas mesmas etapas na capa do telefone separadamente e está pronto.

2. Superfícies de madeira

Superfícies de madeira
Limpar superfícies de madeira é sempre um trabalho complicado. Toalhinhas higienizantes são particularmente perigosas, pois as superfícies de madeira não tratadas podem absorver o líquido desinfetante, o que pode resultar em manchas não removíveis. Além disso, os produtos químicos encontrados em água sanitária e álcool podem desbotar o acabamento de pisos e móveis de madeira.
Então, o que pode ser feito para garantir que suas superfícies de madeira estejam livres de germes? A maneira mais gentil seria adicionar uma gota de detergente a uma bola de algodão umedecida em água. Teste o método em uma parte menos visível da superfície de madeira, na parte interna da perna de uma cadeira, por exemplo. Se a área de teste não mostrar evidências de danos, limpe toda a superfície.
Não molhe a superfície, este é um erro comum. Em vez disso, escove levemente a superfície e não deixe o líquido permanecer por muito tempo - seque bem. Se você ainda preferir um método mais "agressivo", experimente solventes, que devem ser inofensivos para a madeira. Faça o teste mencionado acima em uma parte oculta de seus móveis, apenas para ter uma segurança extra. Se não houver descoloração, limpe os móveis com um pano limpo embebido em (mas não pingando) solvente.

3. Carteiras de couro

Carteiras de couro
Da mesma forma que o telefone, sua carteira é um objeto que pode ser exposto a bactérias e outros germes; portanto, é importante limpá-la regularmente durante a pandemia de COVID-19. Mas cuidado, uma alta concentração de álcool pode causar descoloração e outros danos irreversíveis à sua carteira de couro.
De acordo com especialistas em couro, limpar sua carteira com álcool é bom, desde que você o faça corretamente. A maneira recomendada é misturar solução de álcool a 70% em água destilada e esfregar suavemente a superfície do couro. Depois, absorva o excesso de líquido usando um pedaço seco de lã ou algodão. Por fim, deixe sua carteira secar ao ar livre em um local aberto e bem ventilado (mas nunca ao sol!).
 

4. Jóias

Jóias
Jóias delicadas, peças de metal e pedras preciosas não podem ter contato com água sanitária, amônia e produtos químicos abrasivos em geral. Usar água morna e sabão é absolutamente eficaz e não estraga itens preciosos.
No entanto, se você tiver jóias com miçangas amarradas em couro ou linha, os especialistas recomendam evitar líquidos. Limpar esse tipo de joia com um pano macio e seco que não solte fiapos dará conta do trabalho.

4. Maçanetas de portas

. Trincos de portas
Não estamos dizendo que as maçanetas das portas não devam ser limpas com frequência e bem. Definitivamente, são uma das superfícies mais tocadas da casa. No entanto, você deve estar atento à maneira como faz isso. Produtos de limpeza que contêm substâncias químicas abrasivas, como alvejantes ou cloretos, podem danificar materiais comuns de metal, como aço inoxidável, latão e cobre.
As recomendações variam de acordo com o material. Para maçanetas de latão sólido ou maçanetas revestidas, por exemplo, é melhor usar apenas água morna e sabão ou solvente. Honestamente, por mais que queiramos de lhe dar uma dica mais direta, a melhor coisa a fazer é verificar o manual do seu tipo específico de maçaneta para obter instruções sobre o que não usar e quais soluções naturais serão eficazes.

6. Brinquedos Infantis
Brinquedos Infantis
Quando você limpa uma superfície com toalhinhas antibacterianas, o que você não vê são os produtos químicos que são deixados na superfície depois que você termina. Se você estiver limpando os brinquedos de uma criança pequena, é melhor evitar produtos químicos, pois as crianças tendem a colocar brinquedos na boca.
Um ótimo método não tóxico que você pode usar é o vinagre e a água. Adicione meia xícara de vinagre a um galão de água e limpe os brinquedos com a solução. Se um brinquedo é à prova d'água, você deve mergulhá-lo na solução por pelo menos 15 minutos para matar a bactéria. Depois, enxágüe bem (até não sentir cheiro de vinagre) e deixe secar ao ar livre.

7. Bancadas de granito

Bancadas de granito
A cozinha é provavelmente o local mais limpo da casa, pois, com a quarentena, as pessoas cozinham muito mais, além de trazer mantimentos de fora. Uma coisa sobre a qual você deve ter cuidado é a sua bancada - especificamente se for feita de granito ou mármore. Toalhinhas antibacterianas ou produtos de limpeza para todos os fins podem corroer o esmalte e fazer com que as superfícies pareçam opacas ou arranhadas.
Para bancadas em granito, evite alvejantes, produtos como Windex ou Lysol. Em vez disso, você pode usar sabão, água morna e bicarbonato de sódio. Esses materiais são tão eficazes quanto os limpadores químicos comprados em lojas, mas muito mais suaves e seguros para superfícies tão frágeis.
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade