header print

Como Evitar Que Fungos e Bactérias Dominem Sua Lava Louça

 Sua lava louças pode deixar copos, louças e panelas impecáveis, mas o que você não imagina é que esse eletrodoméstico pode ser o lar de muitos fungos e bactérias, conforme um estudo científico mostrado recentemente. Todo lugar tem fungos e bactérias, inclusive nosso corpo, então não é surpresa que este aparelho de cozinha, cujo interior pode ficar úmido por muito tempo, também os hospede.
 
máquina de lavar louças pode acumular milhares de fungos e bactérias

Então vamos ter que abrir mão da lava louças para não ficarmos doentes? A reposta é não, segundo Erica Hartmann, professora assistente da Universidade Northwestern (Estados Unidos), que não estava envolvida no estudo. Na verdade, ela diz que o risco é o mesmo que ser atacado por um tubarão. Em outras palavras, a maioria de nós tem pouco ou nenhum risco, mas há um grupo seleto de pessoas que estão em maior risco - aquelas com condições mais delicadas que enfraquecem seus sistemas imunológicos.

As lava louças são um caso interessante quando se trata de micróbios, porque são um habitat extremo para eles. Essas máquinas criam condições constantemente flutuantes - pode ir de altas temperaturas para limpar a frias para enxaguar, depois quente outra vez para secar, além de alta e baixa acidez. Além disso, as máquinas ainda abrigam misturas de detergente com restos de comida. Como resultado, apenas certos micróbios permanecem.

 

Este novo estudo analisou quais bactérias e fungos estão à espreita em lava louças, e quais fatores podem influenciar um acúmulo de micróbios. Foram colhidas amostras das juntas de borracha de 24 lavar louças domésticas, e foi descoberto que as bactérias mais comuns incluíam Pseudomonas, Acinetobacter e Escherichia. Elas são normalmente inofensivas, mas podem causar infecções em pessoas com um sistema imunológico comprometido. Os tipos mais comuns de fungos foram Candida, Cryptococcus e Rhodotorula - que também não apresentam grandes perigos.

Nina Gunde-Cimerman, professora de microbiologia que trabalhou no estudo, diz que as máquinas de lavar louça geralmente são seguras para indivíduos saudáveis, mas pessoas sensíveis precisam ser um pouco mais cautelosas. Gunde-Cimerman e seus colegas suspeitam que as lava louças possam desempenhar um papel em infecções fúngicas como micoses naqueles que estão com sistemas imunológicos enfraquecidos. Um fungo comumente encontrado nesses pacientes, disse ela, é conhecido como Exophiala dermatitidis. Este fungo é difícil de se encontrar na natureza, mas é extremamente fácil de encontrar em máquinas de lavar louça. No entanto, ela enfatiza que isso é apenas especulação - ninguém provou um vínculo entre os micróbios das lava louças e as infecções por micoses.

máquina de lavar louças pode acumular milhares de fungos e bactérias

Mas como os fungos e bactérias entram nas lava louças? Bem, o ponto de entrada principal para fungos é a água da torneira que fornece o aparelho, mas alimentos e animais de estimação são outras fontes potenciais. Quanto à bactéria, a fonte não é clara, mas acredita-se que o alimento contaminado é a principal rota de entrada.

Porém, é possível que os micróbios da lava louça possam invadir a sua casa: podem escapar através de água residual pelo ar quente produzido no final do ciclo de lavagem, segundo Gunde-Cimerman. Portanto, uma forma de evitar isso é esperar a máquina esfriar um pouco antes de abri-la. Limpar a vedação de borracha com um pano seco no final de cada ciclo de lavagem também pode ajudar a limitar o acúmulo de micróbios.

Como limpar sua máquina de lavar louça

Recomenda-se que você use 10% de solução de alvejante para limpar ao redor da borda onde está a vedagem. Para isso, misture uma parte de água sanitária com nove partes de água. A mesma solução pode ser usada para limpar a parte inferior e os lados da máquina e evitar qualquer acúmulo de detritos. Faça isso uma vez por semana e você estará livre de problemas.

Também é recomendável que você faça uma limpeza mais elaborada na lava louças a cada 15 dias ou ao  menos uma vez por mês, com um processo de três etapas que inclui uma lavagem com vinagre para eliminar gordura acumulada e odores. Para isso, siga as etapas abaixo:

Passo 1: Limpe o ralo
Remova o suporte do compartimento inferior. Inspecione o ralo, remova qualquer tipo de sujeira que esteja acumulada ali. Por mais que seja desagradável, é preciso eliminar aquelas substâncias mais grudentas. Isso ajudará a melhorar a drenagem, aumentar a eficiência e evitar danos ao eletrodoméstico.

Passo 2: Lavagem com vinagre
Com a máquina vazia, coloque uma xícara de vinagre branco em um recipiente no recipiente localizado na porta. Ligue-a e faça um ciclo de lavagem com água quente. Isso ajuda a remover sujeiras e remove odores de mofo e afins.

Passo 3: Enxágue com bicarbonato de sódio
Polvilhe uma xícara de bicarbonato de sódio no fundo da máquina. Execute um ciclo curto de água quente. A lava louça vai ficar com um cheiro de fresco, além de remover manchas.

Fonte: webmdtoday | Imagens: depositphotos

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade