header print

Ônibus escolar convertido em pequena e aconchegante casa

O Editor: Anna D.
 Você já ouviu falar do movimento van life (vida em uma van)? Há uma onda de jovens que optam por abandonar seus apartamentos alugados em favor de uma vida móvel na estrada - em vans novas e reformadas ou mesmo em ônibus escolares. Na maioria dos casos, os jovens optam por reformar e construir suas casas sobre rodas, geralmente sem ajuda profissional.
As pessoas escolhem a vida móvel por vários motivos, mas recentemente, tem havido um grande crescimento nesta comunidade devido à pandemia global que deixou muitos desabrigados ou desempregados. Aqui está a história de Stephanie Gray, que abriu seu caminho para uma vida autossustentável em um ônibus.

Este é o interior do seu Dandy Bus:

A nova casa de Stephanie é o resultado de um inspirador e corajoso projeto mãe-filha. Ela levou 3 meses para renovar totalmente o ônibus usado que comprou por apenas US$ 350. A decisão de fazer a transição para uma vida móvel em uma área minúscula não foi planejada. Ocorreu quando Stephanie descobriu que perderia seu apartamento E o emprego no final do mês.
No início, ela queria comprar e reformar um trailer, mas como os preços flutuaram devido à pandemia, ela continuou sua busca e descobriu que poderia fazer o mesmo com um ônibus escolar. Uma das principais vantagens do ônibus é que ele é pequeno o suficiente para uma vaga normal de estacionamento. Sobre as dificuldades da transição, ela diz: "Eu decidi que não seria controlada pelo medo. Eu iria abrir meu próprio caminho para a paz." Verdadeiramente inspirador!

Ela ainda tem dois fofos coelhinhos como companheiros!

Quando ela começou sua jornada, recebeu um conselho valioso - decida seus valores e prioridades antes de construir uma casa. A hospitalidade era uma delas e é evidente em todas as partes de seu minúsculo lar.

Ela não omitiu o design interno e externo para fazer sua pequena casa parecer um lar de verdade:

O custo total de toda a operação foi de cerca de US $ 8.000. Stephanie foi muito frugal e fez várias escolhas econômicas e ecológicas: a escada que você vê abaixo, que originalmente custava US $ 200, foi comprada por apenas US $ 44 por causa de uma caixa ligeiramente danificada! O piso era de segunda mão, o teto e grande parte da madeira são materiais recuperados de canteiros de obras que, de outra forma, teriam sido jogados fora.

Ela ainda tem um pequeno deck para banhos de sol no topo

Em sua cozinha, Stephanie tem alguns gadgets e soluções interessantes para armazenamento e segurança em viagens. A bancada é de coração de pinho de 100 anos recuperado. Abaixo estão as portas deslizantes para eficiência máxima de espaço e atrás delas estão um refrigerador removível, recipientes de água para água fresca e reciclada e gavetas de plástico para utensílios de plástico - para mínimo ruído ao dirigir.

A bancada é muito espaçosa

Este é um ventilador de fogão que distribui calor durante o inverno:

Os temperos estão em potes, as tampas são aparafusadas debaixo da prateleira:

O resfriador extraível:

Do outro lado do ônibus fica a área de estar, que também deve funcionar como um quarto de hóspedes. É aqui também que seus coelhos moram - há uma pequena pilha de feno para eles embaixo do sofá. O encosto do sofá pode ser puxado para fora e se tornar uma extensão do sofá, transformando-o em uma cama.
Toda essa estrutura foi construída com madeira reciclada que costumava ser uma escrivaninha. Stephanie diz que "em um estilo de vida em espaço dimunuto, tudo tem que ter tantos propósitos quanto possível", e é por isso que até o apoio para as mãos funciona como uma mesa de centro. Todas as cortinas são isoladas para servir também de blackout para as janelas do ônibus.
Quando Stephanie fica de pé no meio do ônibus para casa, o teto fica logo acima dela e, nos cantos, ele se curva ainda mais baixo, então pessoas mais altas do que Stephanie não conseguem ficar em pé no ônibus. Ela sabia desde o início que queria que todo o espaço parecesse aberto. Por isso decidiu manter as janelas originais do ônibus e instalar prateleiras abertas.

A cama dela é um colchão grande

A área de dormir fica na parte de trás do ônibus. Debaixo da cama há mais espaço de armazenamento, onde ela guarda seus artigos de toalete e ferramentas. Ao lado, ela tem um minúsculo armário suspenso onde guarda seu gerador solar. As portas do armário são mantidas fechadas durante a condução com ímãs. Sua cama é cercada por janelas com algumas cortinas mais isoladas.
Stephanie diz que é seguro dormir em um ônibus e que ela se sente muito sortuda e abençoada por acordar todos os dias com novas paisagens e panoramas. Ela ainda tem uma mesa de cabeceira dobrável pendurada em cada lado (caso ela precise mudar de lado quando o ônibus se inclinar).
Stephanie vem de uma longa linha de marceneiros. Sua mãe é uma artesã e Stephanie cresceu em torno da construção de projetos personalizados durante toda a vida. Mas eles nunca fizeram nada dessa magnitude antes. Seus recursos foram principalmente Google e YouTube, e a pequena comunidade doméstica que ela conheceu online e na estrada. Ela aprendeu muito em movimento. Sua mãe tem um ateliê e ela a ensinou a esculpir colheres, que é como Stephanie ganha a vida na estrada!
Se a pequena casa foi a escolha certa para Stephanie ou não, é uma boa questão, mas foi sua única escolha. Mas ela resume a experiência com um tom verdadeiramente inspirador, acho que todos podemos abraçar: "Tenho tudo que preciso e é um sentimento muito bom de se ter." Ela está contente com o que tem, e isso é o que realmente importa!
Assista a um vídeo completo da turnê:
Gostou? Compartilhe com mais pessoas que também irão gostar!
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade