header print

10 Hábitos de outros países que parecem bizarros

O Editor: Anna D.
 Viajar pelo mundo traz muitas descobertas surpreendentes. Não, não estamos falando sobre os pontos turísticos inesperados e locais bonitos que você pode encontrar ao percorrer esses países (embora você possa tropeçar neles também), mas sim sobre os hábitos e costumes peculiares dos habitantes locais.
Ao viajar para a Noruega, por exemplo, não há necessidade de ligar para o serviço social se você vir um carrinho de criança solitário na neve com um bebê dormindo nele. E esteja pronto para desembolsar até 20% da despesa como gorjeta ao visitar os EUA. Aqui estão 10 hábitos e costumes locais verdadeiramente bizarros que parecem muito estranhos para os estrangeiros.

1. Na Noruega, os pais deixam os bebês tirarem sonecas ao ar livre, mesmo quando está frio 

Hábitos estranhos ao redor do mundoNão sei sobre você, mas ficaria apavorado se encontrasse um carrinho de bebê com um bebê sozinho no frio. Mas, aparentemente, deixar as crianças dormirem ao ar livre é normal em muitos países nórdicos, tanto que os professores do jardim de infância permitem que os bebês durmam em seus carrinhos quando é hora da soneca. Desnecessário dizer que as crianças não sentem frio porque estão sempre enroladas em camadas de roupas quentes e cobertores no carrinho, e o ar frio as faz dormir melhor.

2. Tire os sapatos antes de entrar na casa de alguém

Hábitos estranhos ao redor do mundo
Em muitos países em todo o mundo como a Rússia e Japão (mas não apenas eles), as pessoas não andam pela casa com seus sapatos. Em vez disso, usam chinelos ou meias, ou andam descalços. Os visitantes que não tiram os sapatos são frequentemente vistos como indelicados ou imprudentes, por isso sempre pergunte se você precisa tirar os sapatos ao visitar a casa de alguém no exterior. Na verdade, existem mais países no mundo onde essa tradição é preservada do que aqueles onde não é costume tirar os sapatos na entrada.

3. As pessoas vão ligar e desligar o telefone antes que você possa atender na Itália

Hábitos estranhos ao redor do mundo
Ao visitar a Itália, não se surpreenda se receber muitas chamadas perdidas. Na verdade, não se preocupe em ligar de volta se notar que a pessoa desligou antes que você pudesse atender, porque provavelmente testemunhou um costume chamado “squillo”. Esse hábito de comunicação italiano é altamente contextual e pode significar muitas coisas.
Por exemplo, se você está se encontrando com alguém e essa pessoa está atrasada, um squillo dela significa que ela chegará em breve. Da mesma forma, receber uma chamada não atendida de um amigo ou namorada é igual a “Oi! E aí?" ou “Estou pensando em você”. Muito legal, né? Basicamente, você tem que adivinhar o que significa squillo a partir do contexto, o que pode ser bastante frustrante para os estrangeiros, mas também muito divertido.

4. Não seja tímido e faça ruídos comendo seu macarrão no Japão

Hábitos estranhos ao redor do mundo
Ruídos altos à mesa de jantar não são bem-vindos na maioria das culturas ocidentais, seja engolindo, arrotando ou mastigando. Este não é o caso no Japão, onde sorver ruidosamente tem um significado completamente diferente. Neste país, sorver enquanto come macarrão indica que você está gostando da refeição - é essencialmente um elogio ao cozinheiro.
A razão pela qual os japoneses são tão tolerantes com o ruído pode ser apenas devido à diferença nos utensílios. Nos países ocidentais, geralmente comemos macarrão ou espaguete girando-os com um garfo e uma colher, enquanto no Japão as pessoas comem seu macarrão segurando-os com pauzinhos e sorvendo-os, o que é naturalmente mais barulhento.

5. Comer pizza com garfo e faca é a melhor opção nesses países

Hábitos estranhos ao redor do mundo
Se você é da opinião de que comer pizza com garfo e faca é quase um sacrilégio, ficaria surpreso ao descobrir que é uma prática padrão no berço da pizza - a Itália. Na verdade, uma pizza não chega pré-cortada quando você está comendo em um restaurante na Itália, então você mesmo precisará cortá-la para começar a comer.
Na maioria dos países europeus, assim como no Brasil, até mesmo pizza em fatias costuma-se comer com garfo e faca, especialmente se você estiver comendo em um restaurante. Dito isso, você provavelmente terá licença para dobrar uma fatia de pizza e comê-la com as mãos se estiver indo de um lugar para outro.

6. Dar gorjetas nos EUA não é opcional

Hábitos estranhos ao redor do mundo
Como não-estadunidense, você pode não estar ciente de quão intrincada é realmente a cultura de gorjetas nos EUA. Em comparação com outros países, no entanto, onde uma gorjeta é pequena e frequentemente opcional, nos Estados Unidos, dar gorjeta é um costume bem diferente e muitas vezes considerado estranho pelos estrangeiros.
Por um lado, as gorjetas são obrigatórias na maioria dos restaurantes americanos com serviço de mesa e até mesmo take away. Na maioria dos lugares, espera-se que os clientes deem aos garçons ou garçonetes uma gorjeta de 10-20%, dependendo de quanto você gostou da comida. Além disso, também existe uma tradição de dar gorjetas aos bartenders e outro pessoal de serviço, principalmente porque os salários desses trabalhadores costumam ser bastante baixos e eles costumam ganhar a maior parte do dinheiro com gorjetas.

7. Pessoas em alguns países da Europa central mantêm peixes vivos na banheira antes do Natal

Hábitos estranhos ao redor do mundo
Fonte da imagem: Reddit
Essa estranha tradição de Natal é comum na Eslováquia, na República Tcheca e na Polônia. Nesses países, costuma-se comer peixe - geralmente uma carpa - na véspera de Natal. Acredita-se que, como as carpas vivem em águas lamacentas, elas não têm um gosto bom se você não lhes der tempo para "limpar-se" com água limpa.
Portanto, as pessoas tendem a comprar uma carpa viva, trazê-la para casa e deixá-la viver em sua banheira por alguns dias antes do Natal. Acho que não temos que explicar o que acontece com os pobres peixes quando o Natal está bem próximo ...

8. Usar máscara é um hábito de longa data em muitos países asiáticos

Hábitos estranhos ao redor do mundo
Não sei dizer quantas vezes esqueci de levar minha máscara comigo no caminho para fora de casa e tive que voltar e pegá-la durante o ano passado. Posso imaginar que os regulamentos da máscara da Covid-19 não são naturais para muitos de vocês também, pois o uso da máscara é uma nova tarefa para aqueles de nós que vivemos no Ocidente.Este não é o caso das pessoas no Oriente, especialmente aquelas que vivem nas grandes cidades. Em Hong Kong, por exemplo, é comum usar uma máscara facial mesmo quando você está ligeiramente doente para proteger seus colegas de trabalho e as pessoas que você encontra no transporte público. O uso de máscaras é tão comum, na verdade, que as pessoas podem usar uma máscara quando estão apenas com preguiça de maquiar-se e não querem que outros notem ou quando aparece uma espinha embaraçosa, por exemplo.

9. Em vez dos dedos, as pessoas nesses países usam os lábios para apontar

Hábitos estranhos ao redor do mundo
Se você já viajar para as Filipinas, Colômbia ou Nicarágua, não se surpreenda se vir pessoas fazendo gestos incomuns com a boca. Em todos esses três países e em alguns outros também, as pessoas raramente, ou nunca, apontam com o dedo indicador. Em vez disso, simplesmente usam os lábios para apontar.
Para aqueles que estão se perguntando como exatamente isso funciona, o gesto começa primeiro franzindo os lábios e depois estendendo-os para a frente ou para os lados para direcionar alguém em uma determinada direção. Na verdade, usar o dedo indicador para apontar é considerado rude em alguns desses países.

10. No Brasil, as pessoas oferecem o banheiro para você tomar uma chuveirada, mesmo quando você não vai pernoitar

Hábitos estranhos ao redor do mundo
As pessoas no Brasil levam a higiene muito a sério. Eles não apenas escovam os dentes várias vezes ao dia, mas muitas também tomam mais de um banho diariamente, dependendo de onde vivem. É exatamente por isso que as pessoas frequentemente oferecem a você um banho em sua casa sempre que você chega, assim como oferecemos uma bebida a alguém quando entra pela primeira vez em nossa casa. Portanto, não pense que você está sujo ou malcheiroso se uma pessoa lhe oferecer para se refrescar tomando um banho no Brasil. Elas estão apenas sendo gentis e tentando fazer você sentir-se bem.
Por favor, compartilhe esses hábitos e tradições incomuns com outras pessoas!
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade