header print

O conto do camponês e seu filho

 

 Era uma vez um agricultor muito humilde, mas muito sábio, que trabalhava arduamente a terra de sol a sol junto com seu filho.

Um dia, o filho lhe disse: "Pai, uma desgraça aconteceu conosco, o cavalo desapareceu".

O pai respondeu: "por que você acha que é uma desgraça? Vamos ver o que o tempo traz."

Alguns dias depois, o cavalo voltou, acompanhado por outro cavalo.

Então o filho disse: "pai, que sorte, nosso cavalo trouxe outro cavalo".

O pai disse novamente "por que você acha que é sorte? Vamos ver o que o tempo traz".

Depois de alguns dias, o rapaz quis montar o cavalo recém-chegado e este, não acostumado ao cavaleiro, ficou furioso e o jogou no chão. E o jovem quebrou a perna.

 
O camponês e seu filho
O rapaz exclamou: "Pai, que desgraça, quebrei minha perna!"
E o pai, com sua experiência e sabedoria, disse: "Por que você chama isso de desgraça? Vamos ver o que o tempo traz." O jovem não estava completamente convencido da filosofia do pai, mas recolheu-se em sua cama.
Alguns dias depois, os enviados do rei atravessaram a aldeia, procurando jovens para levá-los à guerra, chegaram à casa do camponês e viram o jovem com a perna quebrada, deixando-o e continuando o caminho.
O jovem entendeu então que, em muitas ocasiões o que parece um infortúnio é uma bênção disfarçada. Que sorte ou azar não acontecimentos absolutos, e que é preciso dar tempo ao tempo.
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade