maavaron
Você está sendo transferido para a página solicitada...
header print

Dez Idiomas Muito Difíceis de Aprender

Muita gente se queixa que a língua portuguesa, apesar de ser linda, é muito difícil. Bem, realmente, ela tem lá suas complexidades porém não está na lista que apresentaremos a seguir, que trata das 10 línguas consideradas as mais difíceis que existem, por diferentes razões: gramática, vocabulário, escrita ou variedades regionais diferentes. Definitivamente, é um desafio e tanto aprender qualquer uma delas. É o seu caso? Você teria interesse em aprender um ou mais desses idiomas?

 
Chinês
idiomas

É certamente a mais difícil de todas as línguas, mas também, para algumas pessoas, é a mais fascinante. A língua chinesa tem palavras que mudam de significado dependendo do contexto, e até mesmo mudanças de tom quase imperceptíveis. Mas o que mais atrai os linguistas é a variedade de dialetos que existem, principalmente devido ao tamanho do território. Esta diversidade toda muitas vezes faz com que muitos chineses de diferentes regiões não sejam capazes de entender uns aos outros.

Árabe
idiomas

A principal dificuldade desta língua são as regras de gramática e escrita. Além disso, cada palavra tem quatro maneiras diferentes e com pronúncia distinta. As diversas variações regionais faladas nos países árabes faz com que esse idioma seja também um dos mais difíceis de aprender.

Japonês
idiomas

Este idioma é composto de 10.000 caracteres, uma estrutura hierárquica e dois alfabetos fonéticos com cerca de 50 sons cada um. É uma das línguas que mais causam dores de cabeça aos tradutores.

Russo
idiomas

O maior país do mundo tem também uma das línguas mais complexas por causa da falta de um padrão oficial, diversos sotaques e variações. Esta linguagem também tem um certo número de palavras que mudam de sentido conforme o prefixo ou sufixo a ela acrescentado.

 

Euskera
idiomas

Apesar de não ser tão conhecido como os outros, o basco ficou em quinto lugar. Esta língua é a oficialmente falada no País Basco e sua principal dificuldade é que ela não compartilha semelhanças com nenhuma outra e não evoluiu ao longo do tempo.

Polonês
idiomas

Acredite ou não, a dificuldade da língua é comparável ao vocabulário do Latim. Ou seja, as temidas declinações. Por esta razão, diz-se que os poloneses não chegam a dominar sua própria língua nos 16 anos de ensino básico.

Alemão
idiomas

O alemão é uma das línguas mais estudadas depois do inglês em universidades e faculdades, mas também um dos mais difíceis de aprender. A dificuldade é que esta língua tem três gêneros diferentes, três tipos de determinantes e múltiplos infinitivos. Complicado.

Maltês
idiomas

O idioma oficial do arquipélago maltês é uma fonte de fascinação para linguistas, porque é a única língua semítica escrita em caracteres latinos. Esta linguagem tem grande influência do árabe e italiano, devido à sua posição geográfica de Malta. De qualquer forma, todos os habitantes das ilhas também falam inglês. Por isso, não é necessário aprender o idioma para se comunicar neste país.

Dinamarquês

idiomas

Embora dinamarquês tenha certas raízes germânicas, dificuldades de entonação e pronúncia fazem com que seja muito complicada para os falantes de línguas românicas (derivadas do Latim). Em geral, todas as línguas dos países nórdicos são muito complexas, dado o isolamento do resto da Europa, que impediu a influência de outros idiomas.

Hebraico

idiomas

Embora seja uma língua semítica, hebraico é muito difícil de aprender e dominar, pois não só tem o seu próprio alfabeto, mas também, como o árabe, é escrito e lido da direita para a esquerda. Portanto, há muitas dificuldades para compreender a escrita. A pronúncia de cada letra é bastante complexa, uma vez que os sons das vogais e consoantes misturam-se com as ocidentais.

Fonte: Noam C.
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
App Logo
Nosso app é fácil!