header print

A Ciência Diz: Esses Fatos da Bíblia Podem Ter Ocorrido

 A Bíblia tem diversas histórias que muitos até chamam de sobrenaturais ou ilusórias, e tudo que é difícil de comprovar cientificamente pode ser definido como um milagre. No passado, as pessoas não tinham meios para investigar e entender os fenômenos naturais, mas hoje temos muitas ferramentas que nos ajudam a entender o que realmente aconteceu. Alguns dizem que tais provas contradizem as histórias bíblicas, mas muitos acreditam no contrário – que essas provas realmente confirmam que a veracidade das histórias. Veja agora 10 provas e explicações de algumas das mais conhecidas histórias da Bíblia que provavelmente aconteceram.
 
1. A Torre de Babel
10 fatos da Bíblia que a ciência confirma
Na história da Torre de Babel, as pessoas decidiram construir uma torre tão alta que chegaria ao céu, mas Deus interrompeu esses planos, dando-lhes diferentes línguas que dificultaram a comunicação entre eles. Durante muito tempo, pesquisadores acreditavam que a história era um mito e nada mais, mas hoje eles estão debatendo se o Templo de Etemananki pode de fato ser a Torre de Babel. Os templos antigos da Mesopotâmia foram chamados de "Ziggurat", que significa "ser alto" ou "proeminente", e o Templo de Etemananki foi considerado um dos mais antigos, dos quais a construção foi a mais difícil. Originalmente, o templo atingiu um ponto alto de 91 metros, mas hoje restam apenas ruínas.
2. A divisão do Mar Vermelho
10 fatos da Bíblia que a ciência confirma
No Livro do Êxodo, os israelitas cruzaram o Mar Vermelho quando Moisés o partiu ao meio. Um  cientista chamado Carl Drews pode ter encontrado uma explicação para o fenômeno que pode ter ocorrido. De acordo com sua explicação, os israelitas poderiam, de fato, cruzar o Mar Vermelho dessa maneira se o vento atingisse uma velocidade de 95 quilômetros por hora, criando uma ponte terrestre temporária.
 
3. As Pragas do Egito
10 fatos da Bíblia que a ciência confirma
Na história do Êxodo, as águas do Rio Nilo se transformaram em sangue durante a primeira praga que Deus enviou aos egípcios. Alguns cientistas dizem que não era exatamente sangue, mas algas vermelhas que encheram o rio e coloriram as águas dessa cor. Outros pesquisadores dizem que poderia ser uma espécie mortal e unicelular que poderia ter matado muitos peixes no rio, e isso fez com que o sangue colorisse as águas. De qualquer forma, essa especulação é compatível com os cientistas que afirmam que havia, de fato, dez pragas egípcias, que vieram sob a forma de desastres ecológicos, onde um conduzia ao outro.
4. Tirar Água de Pedra
10 fatos da Bíblia que a ciência confirma
O Livro do Êxodo descreve uma história em que Moisés atinge uma rocha e recebe água. Este é realmente um evento excepcional, mas hoje cientistas sabem que o calcário, abundante no deserto na região da Mesopotâmia, é solúvel em água e pode armazenar muito líquido dentro dele. Encontrar uma pedra como essa não é uma tarefa fácil, mas é possível que a rocha que Moisés atingiu foi, de fato, um calcário contendo líquido.
5. A Sarça Ardente
10 fatos da Bíblia que a ciência confirma
O Livro do Êxodo diz que Moisés viu um arbusto em chamas que não queimava. Para esse episódio, cientistas sugerem que Moisés não estava apenas testemunhando um fenômeno natural qualquer, mas um fenômeno chamado "luzes do terremoto". Isso faz com que pedras e minerais irradiem luz, e ocorre antes ou durante movimentos tectônicos, como terremotos ou erupções vulcânicas. No entanto, tal explicação ainda não satisfaz todas as opiniões, de modo que os pesquisadores aprofundaram suas pesquisas e especularam que a atividade vulcânica para a qual as luzes de terremoto aparecessem sob aquele arbusto específico, o que fazia com que o solo ao redor da mata fosse muito quente. Esse fenômeno foi observado na Noruega, onde havia uma mata "flamejante" que não queimava exatamente.
6. Maná
10 fatos da Bíblia que a ciência confirma
Os isralitas permaneceram no deserto por 40 anos e precisavam de comida para sobreviver. De acordo com a Bíblia, Deus providenciou o maná do céu aos israelistas, mas o que é exatamente esse maná? Cientistas dizem que foi uma doce secreção transportada pelo vento, que veio de um parasita vegetal que atacou os arbustos na área do deserto onde viviam os israelitas.
7. Destruição de Sodoma e Gomorra
10 fatos da Bíblia que a ciência confirma
No Livro de Gênesis, diz-se que Deus destruiu Sodoma e Gomorra com uma chuva de fogo e, hoje, pesquisadores que estudaram manuscritos cuneiformes  descobriram que um astrônomo de um passado distante documentou ver uma aterragem de meteoros na região. Os pesquisadores não podem dizer com certeza que esses escritos ocorreram exatamente durante o período exato em que Sodoma e Gomorra foram destruídas, mas isso poderia explicar o caso.
8. O profeta Elias e o Fogo do Paraíso
10 fatos da Bíblia que a ciência confirma

A Bíblia fala sobre uma disputa entre o profeta Elias e os profetas de Baal, na qual eles subiram uma montanha e tentaram determinar quem era o deus real. Quando Elias colocou seu altar, derramou água sobre ele, e ao terminar, orou a Deus para enviar o fogo dos céus, o que de fato aconteceu.

Embora a Bíblia diga que o céu estava claro e sem chuva, cientistas explicam o fenômeno como um movimento natural do raio que atingiu a água, e assim, conduziu eletricidade. Hoje, isso acontece hoje em vários lugares ao redor do mundo, onde o céu parece claro um segundo e de repente uma nuvem emerge, levando relâmpagos a picos de montanhas ou grandes cachoeiras.

9. A Queda de Jericó
10 fatos da Bíblia que a ciência confirma
No Livro de Josué, descreve-se que os israelitas chegaram à Terra Prometida, onde foram forçados a conquistar a cidade de Jericó. De acordo com a história bíblica, eles caminharam ao redor dos muros por uma semana, enquanto sopravam seus shofars (um antigo instrumento musical feito com um chifre de carneiro), e, no sétimo dia, as paredes de Jericó caíram. Hoje, os pesquisadores acreditam que as paredes caíram na sequência de um terremoto na área, cujos achados foram descobertos em escavações recentes.
10. O Dilúvio
10 fatos da Bíblia que a ciência confirma

A história da arca de Noé é uma das mais conhecidas na Bíblia, e por muitos anos os cientistas estavam certos de que tal evento nunca poderia ter acontecido, mas geólogos que estudavam rios nos vales de Washington DC, nos Estados Unidos, descobriram que tais rios foram criados quando um Grande geleira do estado de Montana derreteu, o que inundou a área e criou vales e rios. Hoje, cientistas acreditam que a mesma inundação descrita na Bíblia aconteceu devido a uma enorme geleira que derreteu perto da Mesopotâmia.

Se esses eventos ocorreram naturalmente ou pela mão de Deus, cabe a cada um de nós decidir, mas o certo é que essas famosas histórias podem de fato ter ocorrido, pois não seriam registradas sem propósito em um dos escritos religiosos mais estudados do mundo.

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer: