header print

Não Caia Nesses Truques Comuns de Marketing!

 O objetivo final da maioria das empresas e anunciantes é fazer com que gastemos nosso dinheiro suado com coisas que não precisamos realmente. Os truques que eles usam são tão astutos que até mesmo o consumidor mais vigilante frequentemente acaba caindo em tais estratégias. No entanto, precisamos lembrar que conhecimento é poder, por isso, a seguir, você encontrará dez truques comuns que você deve conhecer, o que o ajudará a gastar seu dinheiro de forma mais consciente:
 
1. Aperitivos de graça
dicas

A maioria das pessoas fica feliz quando um bar ou restaurante oferece alguns lanches gratuitamente. No entanto, os lanches que você obtém de graça geralmente são ricos em sal, o que tornará mais provável a compra de outra bebida. Da mesma forma, pão e outros produtos assados te darão fome suficiente para pedir um prato completo. Há também evidências de que as pessoas deixam gorjetas maiores quando recebem doces e balas juntamente com a conta.

2. Coloração da comida

A cor dos alimentos é muitas vezes manipulada para nos enganar na compra de um determinado produto. Os sucos de frutas coloridos que muitas crianças adoram beber no café da manhã têm exatamente o mesmo gosto, independentemente da sua cor. Da mesma forma, os fabricantes de suco de laranja aumentam a cor do suco adicionando pigmentos de cor laranja, além de todos os corantes e aromas artificiais.

 

3. Manipulação de tamanhos

Ao escolher entre uma bebida pequena, média ou grande em um restaurante, certifique-se de que você está realmente pagando pelo que pediu, uma vez que muitas vezes a diferença de tamanho é muito pequena (ao contrário da diferença de preço). Os supermercados também empregam um truque semelhante, reduzindo o tamanho de um produto, mantendo o mesmo preço.

4. O efeito do dígito da esquerda
dicas

Você já notou que os preços das lojas geralmente terminam com ,99? Isso ocorre porque os clientes tendem a ignorar automaticamente qualquer coisa escrita após um ponto decimal. Para etiquetas de preços acima de cem reais, isso pode não significar muito, mas quando seu cérebro faz você pensar que um produto de R$ 1,99 custa R$ 1, você pode acabar gastando demais.

5. Datas de validade arbitrárias

Geralmente, é muito melhor usar o senso comum para descobrir se um produto está ruim ou não, ao invés de apenas confiar na data de validade na embalagem. Em alguns países, como os Estados Unidos, não há regulamentação sobre as datas de validade dos produtos e, o que fica a critério do fabricante. Como resultado, os consumidores acabam jogando fora um monte de comida intocada e desperdiçando muito dinheiro para comprar novos alimentos.

6. Omissão de aditivos não-saudáveis

Hoje em dia, uma vez que as pessoas estão mais preocupadas com a qualidade dos alimentos que comem, os fabricantes encontraram uma forma secreta de esconder substâncias insalubres nas descrições dos produtos. Na verdade, o açúcar é muitas vezes disfarçado sob vários termos diferentes, como maltodextrina, frutose, glicose, xarope e sacarose.

7. O princípio da oferta limitada
dicas

Na próxima vez que você vir um produto supostamente disponível por tempo limitado, certifique-se de verificar se ainda está à venda na próxima vez que você visitar a loja. Isso ocorre porque as empresas usam essas estratégias para coagi-lo a tomar uma decisão rápida, em vez de permitir que você tome seu tempo e faça uma pesquisa adequada. 

8. Formato de preço dos cardápios

Os restaurantes geralmente eliminam o sinal de cifrão dos cardápios (20 em vez de R$ 20) para dar a impressão de que os clientes não estão realmente pagando suas refeições com dinheiro real. De fato, há uma prova científica de que as pessoas gastam mais dinheiro em restaurantes que usam tal modelo de menu.


9. Propaganda enganosa

Pense bem antes de comprar, uma vez que muito do que se vê num comercial é realmente uma mentira! Os comerciais de carros são muitas vezes filmados sem usar carros reais, por exemplo. Da mesma forma, bolhas de sabão são frequentemente usadas para tornar as bebidas mais refrescantes, a cola é usada no lugar do leite em propagandas de cereais, e uma substância chamada glicerina tende a ser usada para fazer com que vários produtos pareçam frios, úmidos e frescos.

10. A ilusão de ‘0 Caloria’

É quase impossível que nada além de água contenha absolutamente nenhuma caloria. Além disso, muitos produtos de "zero caloria" contêm muitos aditivos desagradáveis para compensar os componentes tradicionais que eles precisaram excluir do produto.

 

Não se esqueça de compartilhar este artigo com seus amigos e familiares para que eles também não caiam nesses truques astutos.

 

Fonte e Imagens

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer: