header print

Conheça e Assista Incríveis Plantas Carnívoras em Ação

 Existem plantas de todas as formas, tamanhos, cores e, aparentemente, algumas que se alimentam. Pode parecer estranho pensar em plantas carnívoras, mas a diversidade da natureza é tão grande que não é tão difícil acreditar que essas espécies também existam. O fascinante estudo de plantas carnívoras foi abordado pela primeira vez pelo consagrado Charles Darwin, que escreveu um livro sobre elas em 1875, intitulado Carnivorous Plantas (na tradução livre, Plantas Insetívoras). Como o título sugere, essas plantas são "insetívoras" e não necessariamente consumidoras de carne, mas, posteriormente, foram intituladas de carnívoras na biologia. Elas normalmente crescem em solo com poucos ou sem nutrientes, e compensam isso se alimentando de insetos e artrópodes, incluindo moscas, aranhas, abelhas e lesmas. Algumas espécies até comem animais maiores, como rãs e ratos.

 

No universo vegetal, é uma exceção que as plantas se alimentem de seres vivos, então essas espécies especiais tiveram que desenvolver características e mecanismos particulares que lhes permitissem fazer isso. Veja agora alguns fatos muito interessantes sobre algumas dessas plantas mais excepcionais do planeta e assista cada uma em ação enquanto elas abocanham cuidadosamente suas presas.

1. Drosera

A Drosera pertence à famía Droseraceae e é uma das plantas carnívoras mais extensas da natureza, devido às suas 194 variações diferentes espalhadas por todos os continentes, com exceção da Antártica. Consiste em rosetas postas ou verticais, que podem medir de 1 centímetro a 1 metro de altura. Cada uma produz tentáculos glandulares móveis, cobertas com um fluido doce e pegajoso para atrair e pegar insetos. Quando um inseto pousa, os tentáculos se movem em direção a ele para prendê-lo e, eventualmente, pequenas glândulas o digerem, absorvendo todos os nutrientes necessários para o crescimento da planta.

 

2. Sarracenia

Esta planta é amplamente encontrada em toda a costa leste dos Estados Unidos e no estado do Texas, além dos Grandes Lagos da América do Norte e sudoeste do Canadá, e por isso também é conhecida como planta-jarro da América do Norte. Suas folhas têm um formato de funil e uma estrutura semelhante a um gancho para pegar a água da chuva. A cor e o cheiro da planta atrai os insetos, assim como o seu néctar dentro dela, que atrai o inseto.

3. Utricularia

São espécies aquáticas ou semiaquáticas que podem ser encontradas em todo o mundo, com exceção da Antártica. Existem cerca de 220 espécies catalogadas, e podem medir de 0,2 milímetros a 1,2 centímetros. Elas se alimentam de pequenos animais aquáticos, como protozoários, pulgas-de-água e girinos. Elas têm um tipo de ‘alçapão’ mantidas por pequenos fios capilares. Ao se abrir, a planta suga a água onde está o alimento vivo e a fecha em um segundo. Você pode ver como ela age no vídeo acima.

 

4. Darlingtonia Californica

Esta planta é nativa do norte dos estados americanos da Califórnia e Óregon, e pode ser encontrada em pântanos. Sua estrutura parece a de uma bexiga e duas folhas externas pontudas, que atrai os insetos. Assim que o inseto entra na planta, ele se atrapalha com os pontos de luz refletidos nela e acabam caindo, como você pode ver no vídeo.

 

5. Pinguicula

Existem cerca de 80 espécies de pinguiculas espalhadas pelas Américas do Sul e do Norte, Europa e Ásia. Têm como principal característica folhas glandulares pegajosas para pegar e ingerir os insetos. A cor usualmente é rosa ou verde brilhante, com células que expelem pequenas gotas nas folhas que agem como um "papa-mosca". Quando o inseto pousa na folha, fica grudado nela e não consegue mais sair, e então a planta a digere para obter todos os nutrientes que precisa.

 

6. Nepenthes

Existem cerca de 130 espécies diferentes de Nepenthes em todo o mundo, distribuídas em partes da Ásia, África e Austrália. Algumas delas podem crescer até 15 metros, e adquirem o alimento por meio de uma folha em formato de copo com um fluido no fundo. Este líquido acaba atraindo o inseto (e às vezes até mesmo ratos e sapos), que caem no fluido e se afogam. A parte inferior da planta então absorve e distribui os nutrientes para toda a planta.

 

7. Dionae Muscipula

Conhecida como Dioneia, esta é uma planta carnívora bastante popular, e uma das mais fascinantes. O seu movimento é bem preciso na hora de capturar o alimento, algo que não pode ser visto em nenhuma outra planta. A parte vermelha das folhas solta uma mucosa que atrai os insetos. Quando eles entram, os fios sensoriais da planta são rapidamente estimulados e, dessa forma, a planta se fecha rapidamente, mantendo o animal sem chance de fuga. 

Se você já tentou tocar uma mosca e sabe o quão rápido ela pode voar, tente imaginar a velocidade com que esta planta tem de pegar um inseto. Diz-se que os lóbulos podem fechar em apenas 0,1 segundo para pegar a presa. As folhas ainda têm espinhos que as fecham por completo, ou seja, não há mesmo chances de que o inseto capturado fuja.

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer: