header print

Esses 8 erros acabam com qualquer conversa. Evite-os!

O Editor: Anna D.
 Nem toda interação pela primeira vez vai correr tão bem quanto você espera, e nem toda conversa com um velho amigo será agradável. Isso está perfeitamente bem. Conversar e se comunicar de forma eficaz com outras pessoas é mais natural para algumas pessoas, enquanto para outras pode ser desafiador. Mas mesmo se você for uma borboleta social, existem erros comuns que todos nós cometemos durante uma conversa. Estes são 8 dos erros mais comuns que você deve evitar se quiser aprimorar suas habilidades sociais.

1. Não existe uma escuta real

8 erros de conversa a evitar

Todos nós sabemos o quão desanimador pode ser ter que falar com alguém que não está nos ouvindo. Isso pode nos fazer sentir desrespeitados e frustrados. Ser um ouvinte ativo pode ser o elemento mais importante para ter uma boa conversa, pois não ouvir pode levar a interrupções e outros erros mais tarde. Então, quais são as boas habilidades de escuta?

Tente ouvir por curiosidade, não por generosidade. Muitas vezes, ouvimos outra pessoa "para ser educado". Isso pode não ser intencional, mas pode prejudicar a qualidade da conversa. Coloque sua própria agenda de lado e realmente acredite que pode aprender algo novo com a outra pessoa. Essa mentalidade o ajudará a abrir seus ouvidos e realmente ouvir. Se você precisa conscientemente se lembrar de fazer isso primeiro, tudo bem.

A linguagem corporal também é importante - faça contato visual com a pessoa que fala, incline seu corpo na direção dela e não cruze os braços. Claro, seu comportamento deve ser ajustado ao peso do tópico - se seu amigo está lhe contando sobre um vídeo engraçado de gato, não há necessidade do mesmo nível de envolvimento de quando ele está contando sobre uma memória dolorosa de infância. A ideia é parecer interessado, e não como uma caricatura de um terapeuta excessivamente concentrado. 

2. Interromper

8 erros de conversa a evitar
É tentador interromper alguém quando você está ansioso para mostrar seu ponto de vista, mas é um hábito que você deve evitar. Ficar muito concentrado em sua resposta pode fazer você parar de ouvir alguém antes de terminar de falar. Realmente absorver o que a outra pessoa disse e levar alguns segundos para processar a informação tornam você um parceiro de conversa muito melhor. Isso também pode exigir um pouco de treinamento consciente no início, mas acabará se tornando uma segunda natureza.

3. Fazer perguntas pessoais muito cedo

8 erros de conversa a evitar
Parte de conhecer alguém é aprender detalhes sobre essa pessoa, mas você deve sempre respeitar seus limites sobre o que ela se sente confortável em compartilhar. “As pessoas geralmente ficam felizes em falar sobre si mesmas e serão receptivas àqueles que estão interessados nelas”, diz a especialista em comunicação Constance Dunn. "No entanto, não deixe suas perguntas se transformarem em um inquérito, especialmente se seus companheiros de mesa são estranhos para você."
Como regra geral, as questões pessoais são aquelas relacionadas à idade, saúde, renda, emprego e vida romântica de uma pessoa. Se a outra pessoa trouxer qualquer um desses tópicos, tudo bem, mas você deve sempre esperar até que ela traga o assunto à tona e sinalize que está confortável em falar sobre isso.
 

4. Fazer várias coisas ao mesmo tempo

8 erros de conversa a evitar
Você pode se considerar alguém que pode dividir efetivamente a atenção entre ouvir seu amigo contar uma história e checae seus e-mails. Estudos, no entanto, mostram resultados diferentes. "O cérebro humano não pode se concentrar em mais de uma tarefa, e a pesquisa é bastante clara em nossas tentativas de multitarefa", disse a Bustle Celeste Headlee, autora de "We Need to Talk: How to Have Conversations that Matter".
Se você quiser ter uma conversa adequada, faça disso a única tarefa em que você está se concentrando. Sem mencionar que isso fará com que a pessoa com quem você está falando se sinta significativamente mais confortável.

5. Dar conselhos não solicitados

8 erros de conversa a evitar

Mesmo se você sentir que tem as melhores intenções, verbalizar repetidamente suas opiniões e ideias quando não foi diretamente solicitado pode soar como desrespeitoso e presunçoso. Aconselhamento não solicitado muitas vezes parece mais crítico do que útil, e pode até mesmo impedir uma pessoa de descobrir o que é certo para ela, para resolver seus próprios problemas.

É claro que dar conselhos é perfeitamente aceitável quando alguém pede diretamente a sua opinião. No entanto, muitas vezes, quando entes queridos ou colegas de trabalho compartilham problemas, eles não procuram necessariamente soluções, mas sim querem expressar como se sentem e receber apoio emocional.

6. Divertir-se às custas dos outros

8 erros de conversa a evitar
Acredita-se que o bullying tenha ficado restrito ao pátio da escola, mas é mais comum em círculos adultos do que você imagina. A agressão pode ser expressa de maneiras sutis durante a conversa, e você pode nem estar consciente ao fazê-la. Às vezes há espaço para brincadeiras amigáveis, mas tenha cuidado para não cruzar a linha e se aproveitar do que os outros estão dizendo para parecer engraçado. Se você precisa colocar alguém para baixo por isso, este momento de glória provavelmente não vale a pena.

7. Tentar forçar uma dinâmica8 erros de conversa a evitar

Por falar em ser engraçado, é importante não ficar pressionando por uma determinada dinâmica na conversa, por exemplo, engraçado e provocador ou profundo e sério, se você perceber que a outra pessoa não é receptiva. É normal tentar ver se você consegue levar a conversa em uma direção diferente ou obter uma nova dinâmica, mas não se envolva a ponto de não ficar atento ao seu parceiro. Se não for a lugar nenhum, deixe o assunto morrer.

8. Fingir saber algo que você não sabe

8 erros de conversa a evitar

Compartilhar um interesse ou experiência mútua é uma boa maneira de se conectar, mas se esse interesse não for real, não tente fingir ou fingir que está entusiasmado ou conhecedor de algo quando não é a verdade. “Muitas vezes damos nossas opiniões sobre tópicos complicados, como questões médicas e cuidados com animais de estimação e crianças, sem realmente saber do que estamos falando. Se você não sabe, diga que não sabe ", disse Headlee.

Admitir isso faz você parecer muito melhor do que ser exposto por dizer algo incorreto. Se você estiver discutindo algo fora de seu interesse, permaneça autêntico e tente mudar o foco da conversa para um verdadeiro interesse comum.

 Se você achou este artigo útil, passe-o adiante e compartilhe-o!

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade