header print

8 Maravilhas naturais menos conhecidas em todo o mundo

O Editor: Anna D.

 A Covid-19 e as restrições de viagem tornando-se uma coisa do passado parecem cada vez mais plausíveis a cada dia que passa, já que o lançamento da vacina está a todo vapor no mundo inteiro. Explorar destinos exóticos longínquos pode não ser possível ainda, mas não há mal nenhum em preparar-se para o momento em que as fronteiras se reabram ou mesmo apenas sonhar acordado.

A lista abaixo apresenta algumas das maravilhas naturais menos conhecidas, mas absolutamente inspiradoras. Picos de montanhas cor-de-rosa, geleiras e lagoas cintilantes são apenas algumas das incríveis maravilhas naturais que você pode encontrar ao explorar os cantos mais remotos do mundo.

 

 1. Monte Fitz Roy8 maravilhas naturais menos conhecidas em todo o mundo

Local: Campo de Gelo Sul da Patagônia, entre o Chile e a Argentina

O Monte Fitz Roy é sem dúvida uma das áreas de caminhada mais deslumbrantes da Patagônia. A majestosa montanha também é conhecida como El Chalten. Chalten é um termo da língua Aionikenk pelo qual os antigos Tehuelches batizaram esta montanha que consideravam sagrada. Seu significado é “Montanha de Fumaça”. Este apelido veio da crença de que a montanha era um vulcão porque seu pico estava coberto principalmente por nuvens.

A montanha pode ser vista da pequena vila próxima também chamada El Chalten, mas as vistas mais espetaculares só podem ser acessadas a pé, caminhando por uma das muitas trilhas que cercam o pico. As caminhadas variam em dificuldade de fácil a desafiador, então você pode desfrutar das belas vistas, não importa qual seja o seu nível de habilidade em caminhadas. As trilhas serpenteiam por uma paisagem incrivelmente diversificada de áreas arborizadas, campos abertos e lagos cristalinos com geleiras e os picos do Fitz Roy ao fundo. Ao nascer do sol, a majestosa montanha assume tons rosados ​​de sonho; uma visão que não deve ser perdida se você visitar este lindo canto do mundo.

 

2. A Lagoa Luminosa8 maravilhas naturais menos conhecidas em todo o mundo

Local: Falmouth, Jamaica
 

A Jamaica é um destino popular por vários motivos, incluindo suas belas praias, atmosfera vibrante e comida deliciosa. É também o lar da maravilha natural da lagoa luminosa. Localizada no ponto onde o Rio Marthe Bea encontra o Mar do Caribe, a lagoa manteve um dos cais mais movimentados durante o auge do comércio de açúcar no século XVIII. Anos após o declínio do comércio de açúcar, os cientistas descobriram que a lagoa era importante por muito mais do que sua localização estratégica.

A lagoa luminosa é o lar de milhões de microrganismos chamados dinoflagelados. À noite, os dinoflagelados produzem um brilho estranho, refletindo os contornos dos peixes e outros objetos na água, e toda a lagoa refulge e cintila. Você pode fazer um passeio de barco para testemunhar este fenômeno incrível, e você pode até mesmo pular na água e nadar cercado por luzes brilhantes.

3. As Agulhas 8 maravilhas naturais menos conhecidas em todo o mundo

Local: Ilha de Wight, Reino Unido

Se você visitar a Ilha de Wight, terá a oportunidade de ver as Agulhas, uma maravilha natural mundialmente famosa. Apesar do nome, as agulhas não são agulhas; são três montes de giz que se erguem cerca de 30 metros acima do mar, na extremidade oeste da Ilha de Wight. Ao longe está o icônico Farol da Trindade, vermelho e branco, que costumava alertar os marinheiros sobre as águas traiçoeiras abaixo, e agora é o marco mais famoso da ilha.

Infelizmente, caminhar pelas rochas não é permitido devido às marés perigosas, mas elas proporcionam uma vista fantástica. Originalmente, havia quatro pedras, mas uma desabou durante uma tempestade em 1764. A propósito, essa mesma pedra, que se chamava 'Esposa de Lot', foi a que deu o nome às Agulhas - pois era fina e pontuda, parecendo uma agulha . Embora as rochas restantes não compartilhem nem um pouco dessas características, o nome pegou. A lacuna onde a Esposa de Ló ficava é facilmente discernível, e alguns dizem que parece um dente faltando em um sorriso muito grande.

 

4. A Mina de Sal Psicodélica8 maravilhas naturais menos conhecidas em todo o mundo

Fonte da imagem: Amusing Planet

Local: Yekaterinburg, Rússia

Bem abaixo da cidade de Yekaterinburg, na Rússia, está uma das cavernas mais coloridas e exclusivas do mundo. Os padrões de aparência psicodélica que cobrem as paredes, pisos e teto, que dão nome à caverna, são causados pelas camadas naturais do mineral carnalita.

Infelizmente, a maioria das passagens agora estão fechadas e proibidas ao público sem uma permissão governamental especial. O site foi apresentado ao público em geral pelo fotógrafo Mikahil Mishainik, que passou mais de 20 horas explorando a mina e documentando sua aparência única. “As minas são enormes e se estendem por muitos quilômetros de largura e comprimento, um único túnel pode ter mais de quatro quilômetros de comprimento. É difícil descrever como é estar tão embaixo, você perde a noção do tempo e o ar é muito seco, você sempre sente sede ”, ele descreveu a experiência para o jornal Daily Mail.

5. Barranco do Dragão Amarelo8 maravilhas naturais menos conhecidas em todo o mundo

Fonte da imagem: Jean-Marie Hullot / Flickr

Local: Província de Sichuan, China
 

Se suas viagens o levarem à China, o Parque Nacional Hunaglong é absolutamente imperdível. Nesta reserva natural cênica, você encontrará montanhas cobertas de neve, florestas perenes, fontes termais e um cânion pitoresco, tudo em seus 700 quilômetros quadrados. A característica mais marcante do local, que também dá origem ao seu nome, são as coloridas piscinas de travertino, formadas por depósitos de calcita.

O Barranco do Dragão Amarelo é onde as formações de travertino estão mais concentradas. As formações de travertino têm 3.600 metros de comprimento e são naturalmente dispostas para se parecer com um dragão chinês, daí o nome do barranco. Huanglong (cuja tradução direta também é ‘dragão amarelo) é o lar de muitas espécies ameaçadas de extinção, incluindo o panda gigante e o macaco dourado de nariz arrebitado. Em 1992, o local foi declarado Patrimônio Mundial da UNESCO.

6. Depressão de Danakil 8 maravilhas naturais menos conhecidas em todo o mundo

Local: Região de Afar, Etiópia

As fontes termais sulfurosas, as minas de sal e as piscinas de ácido da Depressão de Danakil estão longe de ser o ambiente mais hospitaleiro, mas atraem um grande número de visitantes à Etiópia todos os anos. Sendo um dos lugares mais quentes do mundo e um dos mais baixos, a 120 metros abaixo do nível do mar, as condições de Danakil são de fato excepcionalmente duras.

Os mineiros de sal viajam por horas, geralmente em caravanas de camelos, para extrair lajes das bacias planas ao redor do Lago Afar. O sal é o "ouro branco" da região e foi uma forma de moeda na Etiópia até o século 20. Em 2016, pesquisadores da Universidade de Bolonha conduziram um estudo para ver se os micróbios podem resistir às condições escaldantes de Danakil. Acontece que sim, o que levou os cientistas a se perguntarem se também seriam capazes de sobreviver em Marte.

7. Pirâmide de Carstensz8 maravilhas naturais menos conhecidas em todo o mundo

Fonte da imagem: Alfindra Primaldhi / Wikipedia

Local: Ilha da Nova Guiné, Indonésia

A Pirâmide de Carstensz, também conhecida como Punack Jaya, é a montanha mais alta da Indonésia e o pico insular mais alto do mundo. A 'pirâmide' é uma grande formação de calcário localizada na ilha da Nova Guiné, projetando-se por 4.900km  acima da selva. Carstensz é alto e úmido o suficiente para suportar algumas pequenas geleiras perto do topo. O explorador holandês John Carstensz foi o primeiro europeu a colocar os olhos nessas geleiras, em um raro dia claro de 1623. No entanto, o local não foi verificado por mais de um século e Carstensz foi ridicularizado na Europa quando disse ter visto neve perto do equador.

A montanha foi conquistada pela primeira vez pelo montanhista austríaco Heinrich Harrer. Subir até o topo é um empreendimento extremamente desafiador, que só é permitido por agências de turismo radical e requer uma licença do governo.

 

8. O Poço de Thor

8 maravilhas naturais menos conhecidas em todo o mundo

Fonte da imagem: Behind the shot, foto de Bill Young

Local: Yachats, Oregon, EUA

Situado na costa do Pacífico do estado de Oregon, no noroeste dos EUA, o Thor’s Well (seu nome em inglês) é um buraco circular formado após o colapso de uma caverna marinha.

Na maré alta, as ondas entram por baixo do buraco e parecem enchê-lo, enquanto a espuma jorra pra a superfície. Conforme as ondas recuam, o buraco se esvazia e parece que o mar está sendo drenado para um buraco sem fundo, antes de se encher e esvaziar novamente. Thor’s Well tem muitos apelidos, incluindo o Ralo do Pacífico e até mesmo Portão do Inferno. Vale a pena uma visita.

 

Compartilhe esses locais excepcionais com outros amantes da natureza!

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade